NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisRodrigosfreitas : Conhecendocontabilidade040
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Avaliação de Mercadorias – 8.ª Parte

 

No tutorial passado iniciamos um exercício que demonstrará as diferenças que o critério de contabilização ocasiona no resultado de uma empresa. E vimos o resultado apurado de acordo com o método do PEPS.

 

No presente tutorial veremos o resultado apurado de acordo com o método do UEPS e do Custo Médio.

 

Exercício de Fixação – Continuação – Método do UEPS:

 

Agora faremos o mesmo exercício do tutorial passado porem o critério para avaliar o estoque será o UEPS, vamos ver como ficaria:

 

Considerando o mesmo balanço inicial que era seguinte:

 

 

O estoque inicial é composto de 20 unidades de cadeiras, a R$ 50,00 cada unidade.

 

As operações relativas a Fevereiro de 2005, foram:

 

1 - Dia 01 – Venda de 10 unidades, pelo preço total de R$ 800,00 a vista mediante cheque.

 

2 - Dia 03 – Pagamento do total dos salários que constava no balanço, mediante transferência bancária.

 

3 - Dia 05 – Pagamento de R$ 300,00 da divida com o fornecedor, através de cheque.

 

4 - Dia 07 – Compra de 10 unidades, a R$ 55,00 cada a prazo.

 

5 - Dia 08 – Venda de 12 unidades, pelo preço total de R$ 2.500,00 a prazo.

 

6 - Dia 09 – Compra de 8 unidades de mercadorias a R$ 60,00 cada a prazo.

 

7 - Dia 15 – Compra de 10 unidades de mercadorias, a R$ 70,00 cada a prazo.

 

8 - Dia 19 – Venda de 15 unidades pelo preço total de R$ 4.000,00 sendo metade recebida em cheque para o mesmo dia e o restante a prazo.

 

9 - Dia 28 – Apropriação da despesa com salário no valor de R$ 500,00, relativa ao mês de Fevereiro que será paga no inicio do mês de Março de 2005.

 

10 - Dia 28 – Apuração do imposto sobre o faturamento da empresa no percentual de 10% sobre o valor total das vendas do mês.

 

11 - Dia 28 – Apuração do Imposto de Renda a pagar no percentual de 15% sobre o lucro da empresa (observação: se a empresa tiver um prejuízo não haverá imposto de renda a pagar).

 

Vamos ver agora como ficaria o nosso resultado pelo método do UEPS:

 

Inicialmente vou preencher toda a planilha e depois faremos todos os lançamentos.

 

Nossa planilha de controle de estoques ficaria da seguinte forma:

 

 

Assim temos todas as operações registradas em nossa planilha de controle de estoque, lembrando que agora estamos utilizando o método do UEPS.

 

Percebam que o nosso estoque final agora é de R$ 580,00, sendo composto de 2 lotes de mercadorias, o mais recente com 3 unidades a R$ 60,00 e o mais antigo com 8 unidades a R$ 50,00.

 

Vamos agora ao registro das operações nos razonetes, que ficariam assim:

 

 

Até aqui temos todas as operações contabilizadas, com exceção da operação número 11, a qual temos que calcular e contabilizar o imposto de renda pelo percentual de 15% sobre o lucro apurado.

 

Então vamos calcular o imposto de renda?

 

Para tal temos que saber qual o lucro da empresa até o presente momento, vamos inicialmente somar todas as contas de despesas.

 

Na conta de CMV temos R$ 500 + R$ 650 + R$ 1.000 = R$ 2.150

 

Na conta de Despesas com Salários temos R$ 500,00

 

Na conta de Despesas com Impostos temos R$ 730,00

 

Então a soma de todas as nossas despesas totaliza R$ 3.380,00

 

Vamos agora somar todas as contas de receitas (no exemplo acima só temos uma conta, porém se houvessem mais contas de receitas essas deveriam ser consideradas também), então temos o total de R$ 7.300,00 de receitas.

 

Diminuindo o total da conta de receita menos o total das contas de despesas temos um resultado positivo de R$ 3.920,00.

 

Agora é só calcular o Imposto de Renda a alíquota de 15% sobre esse resultado e proceder a contabilização. Que ficaria da seguinte forma:

 

 

Agora podemos zerar todas as nossas contas de resultados e elaborar o balanço patrimonial.

 

Zeramento das contas de resultados:

 

 

Feito isso temos todas as nossas operações contabilizadas, já sabemos que o lucro gerada foi de R$ 3.332,00.

 

Para terminar o exercício pelo método do UEPS vamos agora a elaboração do nosso balanço patrimonial.

 

 

Feito isso, vamos agora fazer o mesmo exercício, só que avaliando o nosso estoque pelo método do custo médio.

 

Exercício de Fixação – Continuação – Método do Custo Médio:

 

Nossa planilha de estoques ficaria da seguinte forma:

 

 

Lembre-se que quando trabalhamos com o método do custo médio podemos ter dizimas nos resultados, e que essas diferenças são normais.

 

Vamos agora ver como ficaria a nossa contabilização nos razonetes:

 

 

Agora temos que apurar e contabilizar o Imposto de Renda, vamos fazer aquelas continhas para saber quanto temos de lucro até o momento e depois calcular o imposto de renda, e a seguir proceder a contabilização.

 

Total das despesas do período R$ 3.283,10

 

Todas das receitas do período R$ 7.300,00

 

Resultado de R$ 4.016,90

 

Imposto de Renda no valor de R$ 602,53

 

Vamos agora a contabilização do Imposto de Renda e ao zeramento das contas de resultado.

 

 

Vamos agora ver como fica o nosso balanço patrimonial.

 

 

Comparação do Resultado entre os Métodos:

 

No tutorial passado e nesse tutorial, fizemos as contabilizações das mesmas operações através dos três principais métodos de avaliação de estoques, o PEPS, o UEPS e o Custo Médio, vamos agora compara o lucro apurado de acordo com cada um dos métodos.

 

De acordo com o método do PEPS tivemos um lucro de R$ 3.485,00.

 

De acordo com o método do UEPS tivemos um lucro de R$ 3.332,00.

 

E de acordo com método do Custo Médio tivemos um lucro de R$ 3.414,37.

 

Vejam que confirma o foi dito nos tutoriais passados, que num ambiente inflacionário, o PEPS apresenta o maior lucro, o UEPS o menor lucro e no Custo Médio o lucro apurado fica com um valor entre os dois outros métodos, ou seja um valor médio.

 

Vamos agora comparar o Imposto de Renda:

 

De acordo com o método do PEPS tivemos um Imposto de Renda de R$ 615,00.

 

De acordo com o método do UEPS tivemos um Imposto de Renda de R$ 588,00.

 

E de acordo com método do Custo Médio tivemos um Imposto de Renda de R$ 602,53.

 

Vejam que como o imposto de renda, é um percentual sobre o lucro do exercício, se o lucro pelo método do PEPS foi maior, o imposto de renda de acordo com a contabilização por esse método será maior.

 

O detalhe é que o Imposto de Renda pelo UEPS é o menor.

 

E que é por esse motivo que o governo não aceita que seja utilizado esse critério para avaliação de estoques.

 

Diferenciação entre os lucros:

 

Um outro detalhe importante é que não podemos confundir o “lucro” que usamos para calcular o imposto de renda, com o lucro que é apurado e demonstrado no balanço, pois se vocês perceberem o lucro que apresentamos no balanço não confere com o valor do lucro que utilizamos para calcular o imposto de renda, são valores totalmente diferentes um do outro.

 

Temos sempre que proceder dessa forma, calculamos o resultado quando terminamos todas as contabilizações e com esse resultado calculamos o Imposto de Renda, depois fazemos o lançamento do mesmo na contabilidade debitando uma conta de despesa e creditando uma conta de passivo, pois o Imposto de Renda calculado num mês, é pago até o final do mês seguinte.

 

Após essa contabilização, apuraremos novamente o resultado da empresa, e com esse lucro sim, transferiremos para a conta de Lucros do Exercício.

 

Se o resultado da empresa fosse um prejuízo, não haveria imposto de renda a ser pago, nesse caso seria só proceder a contabilização normalmente como se não houvesse lançamentos de imposto de renda.

 

Ok?

 

Apresentação do Imposto de Renda na DRE:

 

O último detalhe importante, é quanto a apresentação da DRE quando temos o imposto de renda, este (o valor que consta na conta de despesa com imposto de renda) será apresentado sempre nas ultimas linhas da demonstração, por exemplo vou demonstrar como ficaria a DRE de acordo com o método do custo médio:

 

 

No próximo tutorial faremos um exemplo de exercício num ambiente deflacionário.

 

Até a próxima

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI