NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisRodrigosfreitas : Conhecendocontabilidade036
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Avaliação de Mercadorias – 3.ª Parte

 

No final do último tutorial ficou um exercício, vamos corrigi-lo agora.

 

Correção do Exercício:

 

O exercício era o seguinte:

 

Tentem continuar o preenchimento da planilha, no próximo tutorial será corrigido.

 

1 – Venda de 5 unidades, no dia 26.

2 – Compra de 15 unidades a R$ 9,00 cada, no dia 27.

3 – Compra de 30 unidades a R$ 10,00 cada, no dia 28.

4 – Venda de 50 unidades, no dia 30.

5 – Compra de 20 unidades pelo valor total de R$ 240,00, no dia 31.

 

A operação a seguir é relativa a fevereiro de 2005.

 

1 – Venda de 10 unidades, no dia 02.

2 – Venda de 15 unidades, no dia 04.

3 – Compra de 40 unidades pelo valor de R$ 11,50 cada, no dia 06.

 

A planilha que tínhamos que continuar o preenchimento era a seguinte:

 

 

De posse dos dados podemos continuar o preenchimento da nossa planilha, que ficaria da seguinte forma (já preenchida por completo), referente ao mês de janeiro de 2005.

 

 

Vejam que na operação do dia 26 (venda de 5 unidades) preenchemos a quantidade na coluna de saída e a avaliamos pelo custo médio que tínhamos que era de R$ 10,67 cada unidade, totalizando assim a quantia de R$ 53,35. Na coluna de saldo, ficamos agora com 30 unidades, pois tínhamos 35 e vendemos 5, cada uma avaliada a R$ 10,67, totalizando assim R$ 320,10.

 

Vejam que na operação do dia 27/01, demos entrada em 15 unidades a R$ 9,00 cada uma, totalizando assim a quantia de R$ 135,00. Nosso estoque agora ficou com 45 unidades a um preço total equivalente a R$ 455,10, logo, cada unidade de mercadoria corresponde a R$ 10,113333.... ou R$ 10,11 arredondando.

 

Na operação do dia 28, compramos mais 30 unidades a R$ 10,00 cada, totalizando assim R$ 300,00. Nosso estoque ficou agora com 75 unidades, avaliadas no total de R$ 755,10, sendo que cada unidade corresponde a R$ 10,068 aproximadamente a R$ 10,07.

 

Na operação do dia 30, vendemos 50 unidades, que estavam avaliadas pelo preço unitário de R$ 10,07 e totalizaram R$ 503,50, agora ficamos com 25 unidades a R$ 10,07 cada, e um estoque final de R$ 251,60.

 

Na operação do dia 31, compramos R$ 20 unidades pelo preço de R$ 240,00, cada unidade custava então a quantia de R$ 12,00, ficamos com um estoque final de R$ 491,60, com 45 unidades cada uma avaliada a R$ 10,9244444.... aproximadamente R$ 10,92.

 

Temos que nos lembrar que no final de nossa planilha temos que totalizar as quantidades nas colunas de entradas e saídas bem como os valores totais das mesmas, e na coluna de saldo temos que evidenciar o nosso saldo final.

 

Percebam também que totalizamos 165 unidades que entraram no mês de janeiro, e 120 unidades que saíram durante, logo o nosso estoque final tem que ser de 45 unidades, pois não tínhamos estoque inicial.

 

O mesmo com o valor das entradas diminuído do valor das saídas, tem que totalizar um valor aproximado com o que temos em nosso estoque final, não vai dar um valor certinho pois temos dizimas na hora da divisão, mas tem que ser bem perto.

 

Vamos agora ver como ficaria a nossa planilha de fevereiro.

 

 

O primeiro passo é preencher os dados iniciais da planilha e o estoque inicial que deve ser o estoque final do período anterior.

 

Feito isso podemos agora continuar o nosso preenchimento.

 

 

Percebam que na operação do dia 02 demos saída em 10 unidades, pelo custo médio que tínhamos em nosso estoque, essa saída totalizou R$ 109,92, e nosso estoque final ficou agora com 35 unidades a R$ 10,92 que totalizam R$ 382,20.

 

Na operação do dia 04 demos saída em mais 15 unidades, pelo preço unitário de R$ 10,92, totalizando assim R$ 163,80, ficamos com um estoque final de 20 unidades, avaliadas a R$ 10,92, que totalizam R$ 218,40

 

Na ultima operação adquirimos 40 unidades, a R$ 11,50, totalizando assim R$ 460,00, ficamos agora com 60 unidades, avaliadas pelo custo unitário de R$ 11,31 e que totalizam R$ 678,40.

 

Vamos supor que essas foram as únicas operações no mês, vamos então fazer a soma das colunas ao final da planilha ficaria da seguinte forma:

 

 

Vejam que tínhamos inicialmente 45 unidades, compramos mais 40 e vendemos 25, se tínhamos 45 e compramos mais 40 ficamos com 85 e se vendemos 25 temos que ter em nosso estoque a quantia de 60 unidades.

 

O mesmo calculo de conferência pode ser feito com os valores, vejamos:

 

Tínhamos R$ 491,60, compramos mais R$ 460,00 ficamos então com R$ 951,60, se vendemos o equivalente a R$ 273,72, ficamos com 677,80, sabemos que o valor não vai conferir com o nosso saldo final, mas está bem próximo, podemos assim considerar que está correto.

 

Aprendemos 4 métodos de avaliação de estoque nessa série de tutoriais, vimos que cada um deles tem sua peculiaridade específica.

 

Como cada método tem um critério de avaliar os estoques, os valores baixados e o estoque final tendem a ser diferentes, vamos agora entender o cada um desses critérios ocasiona no resultado de uma empresa.

 

Comparação entre os Métodos:

 

Para efetuarmos uma comparação entre os métodos, vamos fazer um exercício de elaborar uma planilha de controle de estoques, pelos 3 critérios que vimos até agora, que são o Custo Médio, o PEPS e o UEPS. Não vamos fazer pelo critério do custo específico, porque vimos que ele só se aplica em casos específicos, ou seja, quando a empresa é obrigada a fazer por esse método ou quando é possível determinar o custo de cada unidade (lembre-se das vendas dos imóveis).

 

O objetivo desse exercício será demonstrar que com a mesma mercadoria, usando critérios diferentes, podemos chegar a resultados diferentes. Ok?

 

Vamos lá:

 

A empresa possui de estoque 40 unidades a R$ 10,00 cada.

 

A 1.ª operação foi a compra de mais 50 unidades por R$ 12,00, no dia 04.

 

A 2.ª operação foi a venda de 30 unidades, no dia 08.

 

A 3.ª operação foi a venda de 20 unidades, no dia 12.

 

A 4.ª operação foi a venda de 30 unidades, no dia 20.

 

A 5.ª operação foi compra de mais 10 unidades, pelo valor total de R$ 150,00, no dia 26.

 

Todas as operações foram relativas ao mês de Janeiro de 2005, e as mercadorias são cadernos.

 

Vamos preencher uma planilha para cada um dos três critérios ok?

 

Vamos iniciar pelo método do PEPS (primeiro que entra primeiro que sai)

 

PEPS

 

Inicialmente preenchemos os dados básicos e o estoque inicial.

 

 

Feito isso agora podemos começar a preencher a nossa planilha, que ficaria da seguinte forma:

 

 

Vamos analisar, vejam que a primeira operação foi a compra de 50 unidades a R$ 12,00, totalizando R$ 600,00, lançamentos tais quantidades e valores na coluna de entrada e nosso estoque final agora ficou com 2 lotes de mercadorias. O primeiro lote, mais antigo tem 40 unidades a R$ 10,00 cada e o lote mais novo tem 50 unidades a R$ 12,00 cada.

 

A segunda operação, dia 08/01, foi a venda de 30 unidades, como estamos trabalhando com o método o PEPS, primeiro que entra primeiro que sai, temos que baixar de nosso estoque a mercadoria mais antiga que consta no mesmo, que podemos facilmente perceber que é referente ao primeiro lote que tinha 40 unidades. Após essa operação ficamos com 10 unidades a R$ 10,00 no lote mais antigo e com 50 unidades a R$ 12,00 no lote mais novo.

 

A terceira operação do dia 12/01, foi mais uma venda, agora de 20 unidades, o nosso lote mais antigo tinha somente 10 unidades, baixamos essas e zeramos esse lote, o nosso lote mais novo tinha 50 unidades, como ainda nos falta baixar 10 unidades, pois a venda foi de 20 e só baixamos 10 até agora, baixamos mais 10 unidades desse lote. Nosso estoque no momento ficou somente com um lote de mercadoria com 40 unidades, avaliadas cada uma a 12,00, totalizando assim a quantia de R$ 480,00.

 

A quarta operação foi a venda de mais 30 unidades, como só tínhamos um lote de mercadoria é desse mesmo que temos que dar baixa em nosso mercadoria, esse lote ficou agora com 10 unidades.

 

A quinta e ultima operação foi uma compra de 10 unidades, pelo valor total de R$ 150,00, logo cada unidade de mercadoria custou R$ 15,00, fizemos o registro da entrada em nossa planilha e ficamos no momento com 2 lotes de mercadorias, ambos com 10 unidades, porem cada um com um valor unitário diferente do outro, conseqüentemente o valor total de cada lote também será diferente.

 

Percebam que ao final da planilha fizemos as somas das colunas, na coluna de entrada totalizamos as unidades que foram compradas (60 unidades), e o valor total das mercadorias que entraram no estoque, R$ 750,00.

 

Fizemos o mesmo com a coluna de saídas, vejam que demos saída em nosso estoque na quantidade de 80 unidades, avaliadas ao total de R$ 880,00.

 

E temos também que evidenciar o nosso estoque final, vejam que ficamos com 2 lotes de mercadorias, cada um com 10 unidades, no primeiro cada unidade estava avaliada a R$ 12,00, totalizando assim R$ 120,00. E o segundo lote também temos 10 unidades avaliadas a R$ 15,00 cada, totalizando assim R$ 150,00. Logo nosso estoque final tem 20 unidades, que totalizam R$ 270,00.

 

Podemos fazer também aquela prova real assim: tínhamos 40 unidades, compramos 60, ficamos com 100 se vendemos 80 ficamos agora com 20 unidades (que é igual ao quanto esta representado em nossa planilha). É basicamente aquela forma de Ei + C – S = Ef, onde ESTOQUE INICIAL mais as COMPRAS menos as SAIDAS é igual ao ESTOQUE FINAL.

 

O mesmo pode ser feito com os valores também: 400+ 750 – 880 = 270.

 

Vamos ver agora como fica a nossa planilha no UEPS.

 

UEPS

 

Nossa planilha pelo critério do UEPS ficaria da seguinte forma:

 

 

Inicialmente temos o estoque como no PEPS.

 

Após a primeira operação ficamos com 2 lotes de mercadorias, temos que nos lembrar agora que quando tivermos que efetuarmos uma saída de mercadoria, temos que baixar o lote mais recente, ou seja, o ultimo que entrou em nosso estoque. Que é o referente a compra desse dia.

 

No dia 08 fizemos o registro da primeira saída, logo, baixamos em nosso estoque 30 unidades do lote mais recente que tínhamos no mesmo, que era o referente a compra da operação anterior (dia 04).

 

No dia 12, fizemos outra saída de mercadoria, temos que baixar a mercadoria mais nova que consta em nosso estoque, percebam que agora nosso estoque ficou com somente um lote de mercadoria no mesmo, com 40 unidades a R$ 10,00 cada.

 

Na operação do dia 20 foi a saída de 30 unidades como só tínhamos um lote em nosso estoque é desse que devemos dar baixa na mercadoria. Temos agora somente um lote com 10 unidades em nosso estoque.

 

No última operação compramos mais 15 unidades a R$ 150,00 no total, equivalente a R$ 15,00 cada unidade, ficamos agora com 2 lotes de mercadorias, em nosso estoque, ambos com 10 unidades.

 

Percebam que o somatório nas ultimas linhas na coluna de entrada é mesmo que no critério do PEPS, e sempre terá que ser.

 

A quantidade na coluna de saídas, também é igual, e sempre terá que ser, já o valor que saímos de mercadorias não é igual em virtude do critério de avaliação adotado agora, conseqüentemente as unidades em nosso estoque final são igual ao critério do PEPS e sempre terá que ser, já o valor do nosso estoque final é diferente.

 

Por enquanto vamos somente perceber que é diferente, quando fizermos um exercício veremos o porque disso. Ok?

 

Vamos agora ver como ficaria a nossa planilha pelo critério do Custo Médio.

 

CUSTO MÉDIO

 

Nossa planilha no critério do custo médio ficaria da seguinte forma:

 

 

Vejam que as unidades tanto nas colunas de entrada, saída ou saldo confere com qualquer um dos outros 2 métodos vistos acima. E sempre terá que ser igual.

 

O valor da coluna de entrada também é igual, e sempre terá que ser.

 

Agora o valor na coluna de saída e na coluna de saldo não confere com nenhum dos outros métodos vistos acima, isso em conseqüência do critério.

 

No próximo tutorial voltaremos a falar mais dessa diferença e faremos um exercício para ver qual o impacto que essas diferenças ocasionam no resultado da empresa.

 

Ok?

 

Até a próxima.

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI