NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisRodrigosfreitas : Conhecendocontabilidade004
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Mecanismo da Contabilidade – 2.ª Parte

 

Correção do Exercício

 

No ultimo tutorial, deixei 2 exercícios de analise, o qual eu deixei o balanço e vocês teriam que identificar a operação efetuada, vamos a correção.

 

O primeiro passo seria dispor do balanço anterior a operação, que segue abaixo:

 

Ativo Passivo
Deposito no Banco 5.900,00 Fornecedores 1.200,00
Veiculo 2.000,00 Financiamentos 2.400,00
Mercadorias 4.000,00 Patrimônio Liquido
Caixa 700,00 Capital Social 13.000,00
Computador 3.000,00    
Móveis de Escritório 1.000,00    
 
SOMA DO ATIVO 16.600,00 SOMA DO PASSIVO 16.600,00

 

E depois o balanço já registrando a 1.ª operação, que é o seguinte:

 

Ativo Passivo
Deposito no Banco 5.900,00 Fornecedores 1.200,00
Veiculo 2.000,00 Financiamentos 2.000,00
Mercadorias 4.000,00 Patrimônio Liquido
Caixa 300,00 Capital Social 13.000,00
Computador 3.000,00    
Móveis de Escritório 1.000,00    
 
SOMA DO ATIVO 16.200,00 SOMA DO PASSIVO 16.200,00

 

Agora temos que analisar as alterações em cada conta de cada balanço.

 

Podemos identificar que no lado do Ativo só houve alteração na conta Caixa, o seu saldo anterior (1.º Balanço), era de R$ 700,00 e no balanço atual (Balanço acima), é de R$ 300,00. Concluímos então que houve uma diminuição no seu saldo de R$ 400,00.

 

E no lado do Passivo, também só houve um alteração de R$ 400,00, diminuindo o saldo da conta de Financiamentos.

 

Diminuindo o dinheiro do caixa, e conjuntamente diminuindo a divida com o financiamento, a operação acima foi o pagamento de mais uma prestação do computador.

 

Vamos a segunda operação.

 

O balanço anterior à operação era o seguinte:

 

Ativo Passivo
Deposito no Banco 5.900,00 Fornecedores 1.200,00
Veiculo 2.000,00 Financiamentos 2.000,00
Mercadorias 4.000,00 Patrimônio Liquido
Caixa 300,00 Capital Social 13.000,00
Computador 3.000,00    
Móveis de Escritório 1.000,00    
 
SOMA DO ATIVO 16.200,00 SOMA DO PASSIVO 16.200,00

 

E o balanço já registrando a segunda operação era o seguinte:

 

Ativo Passivo
Deposito no Banco 6.900,00 Fornecedores 1.200,00
Veiculo 2.000,00 Financiamentos 2.000,00
Mercadorias 4.000,00 Patrimônio Liquido
Caixa 300,00 Capital Social 14.000,00
Computador 3.000,00    
Móveis de Escritório 1.000,00    
 
SOMA DO ATIVO 17.200,00 SOMA DO PASSIVO 17.200,00

 

Agora teremos que fazer a analise de cada conta e identificar as que tiveram alterações.

 

Podemos concluir então que somente houve alteração nas contas Caixa e Capital Social, e cada uma registrou um aumento de R$ 1.000,00.

 

Conseqüentemente, a operação acima foi mais um aumento do capital da empresa.

 

Resumo:

 

O ponto principal desse exercício, era o de fazer você conseguir olhar para um balanço e identificar a operação efetuada, lógico que no dia a dia, isso não existe, pois o balanço geralmente só é feito (levantado, como se chama na contabilidade) uma vez por ano, e nesse meio tempo, basicamente todas as contas sofrem alterações. A idéia era a de fazer você conseguir identificar a alteração, e com base nelas, concluir qual foi o lançamento, ou seja, se houve aumento no caixa, entrou dinheiro, ao contrario, havendo uma diminuição saiu dinheiro, e assim por diante.

 

Se você não conseguiu fazer essa identificação, aconselho a reler os tutorias passados. Porém veremos mais adiante, tem mais modos de identificar essas alterações.

 

Mecanismo da Contabilidade – 2.ª Parte

 

Vimos no final do tutorial anterior que cada conta tem dois lados, uma lado chamado de LADO DO DEBITO, e o outro chamado de LADO DE CREDITO. Então continuemos:

 

Um lado vai registrar os aumentos e o outro vai registrar as diminuições.

 

Porém o que vai definir qual lado da conta que aumenta e qual lado da conta que diminui é a natureza da conta, ou seja, se ela é uma conta que pertence ao ativo ou se pertence ao passivo.

 

Nas contas do Ativo (Bancos, Caixa, Veículos, Computador e etc...), o lado que vai representar os aumentos será o lado do Débito (lado esquerdo), e o lado que vai registrar as diminuições será o lado do crédito (lado direito).

 

Nas contas do Passivo ou do Patrimônio Liquido (tendo em vista que ambas ficam do mesmo lado no balanço), será justamente o contrário, o lado que representara os aumentos será o lado do crédito, e o que representara as diminuições será o lado do Débito.

 

Lembrando que o lado do débito fica na parte esquerda do razonete, e o lado do crédito fica na parte direita do razonete, assim:

 

Contas de Ativo   Contas de Passivo ou Patrimônio Líqüido

Lado do Débito

Lançamentos desse lado aumenta o saldo da conta

Lado do Crédito

Lançamentos desse lado diminui o saldo da conta

Lado do Débito

Lançamentos desse lado diminui o saldo da conta

Lado do Crédito

Lançamentos desse lado aumenta o saldo da conta

 

Vale lembrar que o lado do débito e o lado do crédito, será sempre os mesmo, tanto faz se a conta é de Ativo ou de Passivo. O que diferencia em cada uma é qual o lado que aumenta e qual o lado que diminui, porém o lado do débito e o lado do crédito, sempre existirão e sempre serão os mesmos.

 

Como regra de memorização, para saber qual lado se aumenta e qual lado se diminui, lembre-se sempre do lado que fica o grupo, assim, se a conta é do grupo do ativo, ela fica do lado esquerdo do balanço, então seus aumentos serão sempre do lado esquerdo, logicamente as diminuições serão sempre do lado direito.

 

E o inverso com as contas do Passivo e do Patrimônio Liquido, como elas ficam do lado direito do Balanço, aumentos nos razonotes são registrados desse lado, e as diminuições no lado esquerdo.

 

Vamos exemplificar:

 

Uma entrada de dinheiro no valor de R$ 1.000,00 no Caixa da empresa ficaria assim:

 

Caixa

1.000,00

 

 

Uma saída no caixa da empresa no valor de R$ 200,00, por exemplo, um pagamento de mais um prestação do computador, ficaria assim:

 

Caixa
 
200,00

 

Vamos aos exemplos numa conta de Passivo: Uma compra de mercadorias a prazo, no valor de R$ 2.000,00, assim se você comprou mercadorias e não pagou por elas a vista, você tem uma obrigação com o seu fornecedor naquele valor, logo a sua divida com ele aumento.

 

Fornecedores
 
2.000,00

 

Vamos exemplificar com essa mesma conta, como ficaria uma diminuição numa conta do Passivo, um pagamento no valor de R$ 300,00, ficaria assim:

 

Fornecedores

300,00


 

Lembre-se que nas contas de Passivo e do Patrimônio liquido o mecanismo é o mesmo, os aumentos são registrados no lado direito da conta (lado do Crédito) e as diminuições são registradas no lado esquerdo da conta, é só você lembrar de que lado fica a conta no balanço.

 

Essa parte pode parecer no inicio um pouco complicada, mais com a pratica de exercícios com certeza se tornara de fácil assimilação, vamos fazer um rápido resumo:

 

Resumo do Mecanismo

 

Cada conta tem uma representação gráfica, essa representação se parece um T.

 

Em cima do T, vem o nome da conta.

 

Cada T tem dois lados, um lado chamado de débito (lado esquerdo) e outro chamado de crédito (lado direito).

 

Nas contas de Ativo, o aumento se registra no lado de débito, as diminuições no lado do crédito. E o inverso nas contas de Passivo ou de Patrimônio Liquido, os aumentos se registram no lado do crédito e as diminuições no lado do débito.

 

LEMBRE-SE DE QUE LADO FICA CADA GRUPO DE CONTA NO BALANCO, SE O ATIVO FICA DO LADO ESQUERDO DO BALANCO, OS AUMENTOS TAMBÉM SERÃO DO LADO ESQUERDO, E O INVERSO COM AS CONTAS DE PASSIVO E DE PATRIMONIO LIQUIDO.

 

Ou seja, tem que se saber antes de qualquer coisa se a conta é de Ativo ou de Passivo / Patrimônio Liquido.

 

Finalidade do Mecanismo

 

A finalidade do mecanismo é a de podermos fazer vários lançamentos. E quando quisermos fazer um balanço, basta somar os dois lado, diminuir um do outro e o saldo é o que aparecerá no balanço.

 

Bem mais pratico do que ficar fazendo um balanço a cada operação não é?

 

Veja a facilidade, com uma mesma conta em T podemos levantar quantos balanços forem necessários.

 

Vamos tentar passar uma idéia de como funciona, do seguinte modo:

 

Imagine o seu extrato bancário no inicio do mês, com um saldo de R$ 1.000,00. Perceba que se sua conta esta com um saldo positivo, logo esses R$ 1.000,00 devem aparecer do lado esquerdo do razonete, representando que a sua conta tem saldo positivo. Ficaria assim:

 

Minha conta Bancária

1.000,00


 

No decorrer do mês, aconteceram as seguintes operações:

 

1 – O banco te descontou uma tarifa de R$ 10,00.

2 – Entrou dinheiro nela, um depósito de R$ 100,00.

3 – Bateu o cheque que você passou para uma loja, no valor de R$ 50,00.

4 – Tiraram da sua conta a CPMF (imposto), no valor de R$ 3,80.

5 – Você fez um saque de R$ 50,00.

6 – Sua irmã pediu dinheiro emprestado, e você fez uma transferência no valor de R$ 200,00.

7 – Alguns dias depois sua irmã te pagou, uma parte do valor emprestado, R$ 100,00.

8 – Mais uma tarifa de R$ 15,00

9 – Outro cheque compensado no valor de R$ 100,00.

10 – Você recebeu o salário e o depositou em sua conta, no total de R$ 500,00.

 

Imagine fazer um balanço após cada operação. !!!!!!

 

Agora vamos mostrar como fica mais fácil com o uso do razonete:

 

Minha conta Bancária

1.000,00 (S)
100,00 (2)
100,00 (7)
500,00 (10)

10,00 (1)
50,00 (3)
3,80 (4)
50,00 (5)
200,00 (6)
15,00 (8)
100,00 (9)

 

O primeiro passo foi colocar o saldo inicial de R$ 1.000,00, a letra S entre ( ), significa que esse valor era o saldo.

 

Cada operação tem o seu respectivo numero que a identifica entre os parênteses. Vamos analisar uma a uma:

 

A primeira operação, foi uma tarifa de R$ 10,00, logo é uma saída de dinheiro, portanto fica no lado direito da conta (lado do crédito), já que a conta Bancos, partindo do principio de que a conta é sua então o dinheiro que esta nela, representa um direito que você tem contra o banco, o direito de quando bem quiser receber esse dinheiro.

 

A segunda operação, foi um depósito de R$ 100,00, então entrou dinheiro, lado esquerdo. Lembre se que a conta do grupo de Ativo fica do lado esquerdo do balanço então os aumentos são registrados do lado esquerdo da conta.

 

A terceira operação foi uma saída de dinheiro no valor de R$ 50,00 (lado direito, lado do crédito). Saída de dinheiro diminui o saldo.

 

A quarta operação foi outra saída de dinheiro, agora a titulo de CPMF, logo esse registro também ficara do lado direito da conta.

 

A quinta operação foi saque que você efetuou, portanto também foi saída de dinheiro da conta.

 

A sexta operação foi outra saída de dinheiro, só que dessa vez, foi um empréstimo a sua irmã, portanto: LADO DIREITO.

 

A sétima operação foi uma entrada de dinheiro na sua conta, por conta do empréstimo que você fez a sua irmã, logo se ela te devolveu uma parte do dinheiro que você a emprestou, você recebeu dinheiro, se recebeu, teve um aumento, se teve aumento numa conta que representa um direito seu, o registro fica no lado esquerdo.

 

A oitava e a nona operação foram idênticas a primeira e a terceira, respectivamente.

 

A décima operação entrou dinheiro na sua conta, então teve um aumento na sua conta, registro feito no lado esquerdo, porque esse lado é onde fazemos os aumentos.

LEMBRE-SE: que o exemplo acima foi para facilitar a assimilação de que lado aumenta e que lado diminui cada conta. Na prática para cada lançamento desses acima você teria que ter feito um outro lançamento de igual valor.

 

Antes de deixar alguns exercícios de fixação, vamos simplificar esse negocio de lançamento feito do lado esquerdo e lançamento feito do lado direito.

 

Na contabilidade, abreviamos muitas expressões. Assim é muito comum ao invés de alguém falar BALANCO PATRIMONIAL, a pessoa diz BP. Ao invés de DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCICIO (veremos em breve), a pessoa diz DRE. E assim por diante. É bem parecido com os apelidos carinhosos, ao invés de Rodrigo, dizem DIGO, ao invés de Luciana, dizem LU e outros.

 

Com o mecanismo da contabilidade aconteceu o mesmo, ao invés de você falar que no lançamento da tarifa do item 1 do exercício, você fez o LANCAMENTO NO LADO DO CREDITO, falamos que CREDITAMOS a conta em R$ 10,00.

 

O mesmo acontece quando a um aumento, ao invés de O LANCAMENTO FOI FEITO NO LADO DO DEBITO, dizemos que DEBITAMOS a conta em tantos reais.

 

Assim quando falarmos que CREDITAMOS uma conta de Ativo, queremos dizer que ela foi diminuída, e quando falarmos que DEBITAMOS uma conta de Ativo queremos dizer que o saldo dela teve um aumento.

 

Lembre-se que ao contrario acontecerá quando falarmos de uma conta do PASSIVO. Quando eu CREDITO uma conta DE PASSIVO eu quero dizer que aumentei o seu saldo, mas porque? Lembre-se que o lado do CREDITO fica do lado direito do razonete, e que esse lado registra os aumentos e o lado do DEBITO que registra as diminuições fica do lado esquerdo do razonete.

 

Passivo / Patrimônio Líqüido

Lado do Débito

Diminuições

Lado do Crédito

Aumentos

 

Vocês conseguem ver como esse mecanismo facilita e muito?

 

Sinceramente, quando eu vi esse negocio pela primeira vez eu disse que não !!!!!..

 

Mas na verdade estamos esquecendo o seguinte, se lembra que cada lançamento e registrado pelo mesmo valor em duas contas diferentes?

 

Essa é uma das vantagens. Você nunca ficará fazendo os registros num razonete e depois ira fazer os registros em outros razonotes, na verdade você faz os lançamentos simultaneamente, com esse mecanismo você altera o saldo de duas contas ao mesmo tempo.

 

No próximo tutorial faremos um exercício completo, e você verá como será muito mais fácil desse modo.

 

Somente para fixação, vou deixar um exercício, deve ser feito no mesmo exemplo do de cima que foi feito com a conta bancária, só que agora você deve analisar a natureza da conta e determinar se ela é de Passivo ou Ativo, e verificar em que lado deve ser feito cada lançamento.

 

O primeiro exercício é o seguinte:

 

A conta que nos vamos fazer os lançamentos será a conta de Fornecedores, o seu saldo inicial é de R$ 1.000,00.

 

1.ª Operação – Compra de mais mercadorias a prazo no valor de R$ 500,00

2.ª Operação – Pagamento de R$ 300,00.

3.ª Operação – Foi um desconto dado pelo fornecedor no valor de R$ 100,00, se você pagasse naquela hora o valor de mais uma fatura, no valor de R$ 300,00

4.ª Operação – Pagamento de mais R$ 450,00.

5.ª Operação – Pagamento de toda a divida que você possui com o fornecedor.

O segundo exercício é o seguinte:

 

A conta que utilizaremos será a conta Caixa, e o saldo inicial é de R$ 100,00.

 

1.ª Operação – Recebimento de R$ 200,00 de um cliente.

2.ª Operação – Pagamento de R$ 80,00 da conta de Luz.

3.ª Operação – Retirado do dinheiro que estava no banco, e que foi colocado no caixa no valor de R$ 150,00

4.ª Operação – Qual é o saldo do caixa até o momento?

5.ª Operação – Pagamento de R$ 30,00 de conta de telefone.

6.ª Operação – Pagamento de R$ 130,00 de salário do funcionário.

7.ª Operação - Qual foi o saldo final da conta caixa?

 

Tente fazer, em caso de duvida releia os tutoriais passados. No próximo estarei fazendo as correções.

 

Até a próxima.
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2019 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI