NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisPaulocfarias : Redesbasico002
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Redes Básico – Parte II

 

1.3 – Tipos de Rede: LANs e WANs

 

Redes de computadores podem ser classificados em dois grandes grupos de acordo com seu tamanho e função, LANs e WANs.

 

1.3.1 - LAN (Local Area Network)

 

Uma LAN é a unidade fundamental de qualquer rede de computadores. Pode abranger desde um ambiente com apenas dois computadores conectados até centenas de computadores e periféricos que se espalham por vários andares de um prédio. Uma LAN está confinada a uma área geográfica limitada.

 

Figura 1.5 – Uma LAN

 

1.3.2 - WAN (Wide Area Network)

 

Uma WAN é feita da interconexão de duas ou mais LANs, podendo essas LANs estarem localizadas em prédios diferentes separados por uma rua, ou estarem localizadas em vários países ao redor do mundo. Diferentemente da LAN ela não está limitada a uma área geográfica.

 

Figura 1.6 – Uma WAN

 

1.4 – Topologias

 

O termo topologia ou mais especificamente topologia da rede, diz respeito ao layout físico da rede, ou seja, como computadores, cabos e outros componentes estão ligados na rede. Topologia é o termo padrão que muitos profissionais usam quando se referem ao design básico da rede.

 

A escolha de uma determinada topologia terá impacto nos seguintes fatores:

 

» Tipo de equipamento de rede necessário

» Capacidades do equipamento

» Crescimento da rede

» Forma como a rede será gerenciada

 

Antes que computadores possam compartilhar recursos e executar qualquer tarefa de comunicação, eles devem estar conectados, e cabos são utilizados para fazer essa conexão entre eles.

 

Porém conectar os computadores por meio de cabos não é tão simples assim. Existem vários tipos de cabos que combinados com diversas placas de rede e outros componentes necessitam de vários tipos de arranjos.

 

Para trabalhar bem uma topologia deve levar em conta o planejamento. Não somente o tipo de cabo deverá ser levado em consideração , mas também, a forma como ele  será passado através de pisos, tetos e paredes.

 

A topologia pode determinar como os computadores se comunicam na rede. Diferentes topologias necessitam de diferentes métodos de comunicação e esses métodos tem grande influência na rede.

 

As topologias padrão são as seguintes:

 

» Barramento

» Estrela

» Anel

» Malha

 

1.4.1 – Barramento

 

Nesta topologia os computadores são ligados em série por meio de um único cabo coaxial. Esse cabo também é chamado de backbone ou segmento.

 

Figura 1.7 – Rede em topologia barramento

 

É a mais rudimentar de todas as topologias e já caiu em desuso.

 

1.4.1.1- Comunicação

 

Dados enviados do computador A para o computador B, são recebidos por todos, mas somente o computador B processa esses dados, os demais rejeitam.

 

Somente um computador por vez pode transmitir dados. Aumentar o número de computadores impactará na performance da rede, porque teremos mais computadores compartilhando o meio e esperando para colocar dados no barramento. Quando um computador transmite dados ele conseqüentemente estará utilizando o meio e nenhum outro computador poderá fazer o mesmo, até que o meio esteja novamente disponível. Os computadores ficam constantemente monitorando o meio para saber se ele está livre ou não. Mas existem outros fatores que poderão afetar a performance.

 

» Capacidade do hardware dos computadores da rede

» Tipos de aplicação utilizada na rede

» Tipo de cabo utilizado

» Distância entre os computadores na rede

 

Terminadores (normalmente de 50 ohms) são usados em ambas as extremidades do cabo para evitar que haja reflexão do sinal transmitido. Sem eles o sinal seria refletido e o meio estaria constantemente ocupado, ou seja, nenhuma estação conseguiria transmitir dados.

 

Figura 1.8 – Terminador em destaque

 

1.4.1.2 – Interrupção na comunicação

 

Embora seja de fácil implementação essa topologia tem um inconveniente, se houver uma ruptura no cabo em um determinado ponto, ou houver algum conector em curto ou ainda, um terminador apresentar qualquer tipo de problema, toda a rede pára. Nenhum computador conseguirá se comunicar com qualquer outro enquanto a falha não for sanada.

 

Figura 1.9 – Uma ruptura o cabo paralisará toda a rede.

 

1.4.1.3 – Expansão da rede

 

A medida que a rede cresce, o barramento pode ser expandido através dos seguintes formas:

 

» Um conector BNC fêmea, que serve para unir dois segmentos de cabo pode ser utilizado. Mas conectores enfraquecem o sinal e devem ser usados de forma criteriosa. Ë preferível ter um único cabo continuo do que vários segmentos ligados por conectores. Um segmento teoricamente, pode se estender até 385 metros, sem o uso de repetidores.

 

» A medida que o sinal viaja pelo cabo, ele tem a sua amplitude reduzida, repetidores são usados para aumentar o nível do sinal. Um repetidor é preferível em comparação ao conector BNC

 

Figura 1.10 – Conector BNC fêmea ligando dois segmentos

 

Figura 1.11 – Repetidores ligando dois segmentos

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2021 ®

[LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI