NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisMauricioborges : Debug001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Debug usando Visual Studio.NET 2005

 

O debug é uma ferramenta muito útil no mundo da programação e nos dias de hoje para quem desenvolve qualquer tipo de software seja qual for à ferramenta. Seria ótimo se não precisasse dela, ou seja, se não tivesse qualquer tipo de erro nos softwares que desenvolvemos. Mas isso não é possível, pois o ser humano possui erros e com isso as possibilidades de erro geralmente são de cinqüenta por cento.

 

Com essa necessidade de não terem erros inventaram o debug, uma forte ferramenta, simples e prática. O Visual Studio .NET 2005 não poderia deixar de ter essa ferramenta tão utilizada, porém existe uma diferença grande em relação outros “debugs” do mercado; um exemplo bem prático é: algumas ferramentas só mostram os erros depois que o desenvolvedor mandar “compilar” o código desenvolvido.

 

No Visual Studio .NET 2005, caso tiver erro na linha descrita ou foi esquecido de algum comando, é mostrado imediatamente ao desenvolvedor sem ser ter sido “compilado”. Isso quer dizer que a nova ferramenta já verifica automaticamente os códigos depois de digitados, evitando assim ter que compilar primeiro para depois achar o erro. Poupa tempo ao desenvolver e faz com a funcionalidade, método ou aplicativo seja desenvolvido bem mais rápido e produtividade.

 

Como acessa-lo

 

Para acessar as opções do debug junto ao Visual Studio .NET 2005, basta clicar na opção do menu DEBUG. (Referência debug 1.1)

 

Referência: Debug 1.1

 

A referência “Debug 1.1” mostra as opções para debug dentro de um aplicativo do tipo ASP.NET. Nos passos seguintes, mostrarei na prática utilizar o debug.

 

 

Na prática

 

No primeiro passo, criei uma página simples chamada “Debug.aspx”. Referência (Debug 1.2).

 

<%@ Page Language="C#" AutoEventWireup="true" CodeFile="Debug.aspx.cs" Inherits="Debug" %>

<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-transitional.dtd">

<html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml" >

<head runat="server">

    <title>Debug VS .NET 2005</title>

</head>

<body>

    <form id="form1" runat="server">

        <div>

            Depurando aplicativo

        </div>

    </form>

</body>

</html>

 

Referência: Debug 1.2

 

Note que não existe qualquer objeto de tela como TextBox ou Label. Apenas uma descrição “Depurando aplicativo”. Dentro do arquivo “Debug.aspx.cs”, declarei apenas uma variável do tipo “int” e a somei com alguns valores. (Referência Debug 1.3)

 

using System;

using System.Data;

using System.Configuration;

using System.Collections;

using System.Web;

using System.Web.Security;

using System.Web.UI;

using System.Web.UI.WebControls;

using System.Web.UI.WebControls.WebParts;

using System.Web.UI.HtmlControls;

public partial class Debug : System.Web.UI.Page

{

    protected void Page_Load(object sender, EventArgs e)

    {

        //declarei uma variável igualando igual a zero

        int numero = 0;

        //atribuir uma soma

        numero = 1 + 3;

        //mandei escrever na tela

        Response.Write(numero);

    }

}

 

Referência: Debug 1.3

 

O código é simples e qualquer pessoa pode desenvolver. O que quero mostrar é como utilizar o debug. Como gosto muito de teclas de atalho, para colocar um “breakpoint” no código, basta clicar na linha e clicar a tecla “F9”, outra forma legal para inserir é clicando com o botão direito do mouse na linha, selecione a opção “BreakPoint” e em seguida a sub opção “Insert BreakPoint”. (Referência Debug 1.4)

 

Existem outras formas de atribuir um “breakpoint” no código, porém mostrarei apenas essas duas opções.

 

Referência: Debug 1.4

 

Depois de atribuir a opção para o código, veja como fica. (Referência Debug 1.5)

 

 

Referência: Debug 1.5

 

Fica a linha marcada de vermelho.

 

Conceito

 

No debug existem três tipos: Step Into, Step Over e Step Out. Explicarei cada um deles.

 

- Step Into

 

O Step Info ou com a tecla de atalho do teclado F11 sempre executa a próxima linha do código, mesmo se houver um outro método dentro do código, o mesmo entra e começa a depurar linha por linha ou passo a passo. Caso esse método tenha outro método formando assim uma cascata, o “debug” passa para dentro, após o término retorna automaticamente para o método que o chamou.

 

- Step Over

 

O Step Over ou com a tecla de atalho do teclado F10 executa o debug, porém se houver algum método dentro, o mesmo passa por ele, mas não entra do método. Executa o método sem entrar no mesmo trazendo o resultado necessário.

 

- Step Out

 

O Step Out ou com a tecla de atalho do teclado Shift + F11 executa o “debug” fora da linha, ou seja, a rotina é feita mais completa e mais complexa.

 

Mostrarei passo a passo cada uma dessas três formas especiais de debug.

 

Depurando aplicativo

 

Depois de marcado com F9 na primeira linha de código, executei o aplicativo e o mesmo foi parado automaticamente. Utilizei o “Step Into” ou “F9” para seguir linha por linha. Referência (Debug 1.6)

 

Referência: Debug 1.6

 

Antigamente, ou na versão anterior, não possuía a forma de mostrar passando apenas o mouse em cima da variável, com esta versão parei o mouse em cima do “numero” e me mostrou na tela o valor atribuído da soma, ou seja, “numero 4”. É muito legal que economiza tempo.

 

Agora criei um outro método apenas para somar essa variável “número” dentro da classe. Note como ficou o método. (Referência Debug 1.7)

 

using System;

using System.Data;

using System.Configuration;

using System.Collections;

using System.Web;

using System.Web.Security;

using System.Web.UI;

using System.Web.UI.WebControls;

using System.Web.UI.WebControls.WebParts;

using System.Web.UI.HtmlControls;

public partial class Debug : System.Web.UI.Page

{

    protected void Page_Load(object sender, EventArgs e)

    {

        int numero = 0;

        // utilizando o método

        numero = SomarNumero(numero);

        Response.Write(numero);

    }

    // novo método

    private static int SomarNumero(int numero)

    {

        numero = 1 + 3;

        return numero;

    }

}

 

Referência: Debug 1.7

 

Criei este novo método para utilizar o as formas de “debugs” explicadas anteriormente. Iniciei o aplicativo e fui clicando F11 para depurar linha por linha. Note que o mesmo entrou no segundo método criado anteriormente. (Referência Debug 1.8).

 

Referência: Debug 1.8

 

Continuando o “debug”, o mesmo soma e retorna um valor para o método que o chamou. Agora utilizando o F10 para depurar o método, foi constatado que a soma é feita, porém sem entrar no método e depurar linha por linha. Poupa tempo para o desenvolvedor não entrando no método que não seja necessário depurar. Referência Debug 1.9

 

Referência: Debug 1.9

 

Com F10 passou direto. O que quero mostrar também com a referência Debug 1.9 é a tela de “Autos”. Esta tela possui os valores de variáveis que estão sendo usadas no momento, veja que a variável número é mostrada com o “Value” igual a 4.

 

Para fazer o “Step Out”, inicie o aplicativo e quando parar no “breakpoint” clique Shift + F11 e veras o resultado, o mesmo passa direto.

 

Immediate

 

Outra tela além da “Autos” é a tela de “Immediate”. Serve para mostrar os valores de variáveis dentro do código. Alguns editores, essa tela não é mostrada por padrão, dessa forma utilizei a tecla de atalho CTRL + ALT + I e apareceu automaticamente. Coloquei “?” (interrogação) + o nome da variável. Serve para qualquer variável e não importa o tipo. Coloquei do “numero” e mesmo mostrou corretamente os valores atribuídos. (Referência Debug 1.10)

 

Referência: Debug 1.10

 

Bom, espero ter ajudado. Qualquer dúvida, favor entrar em contato pelo e-mail mauricio@aspneti.com.

 

Livros publicados:

 

 

Mauricio Junior

MCP Microsoft WebApplication

www.aspneti.com

www.mauriciojunior.org

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI