NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisMarilanealmeida : Flash004
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


FLASH - Módulo 4

 

Objetivos

 

Este é o módulo 4 sobre o FLASH. Nesta série você aprenderá a trabalhar com elementos gráficos e textos .

 

Pré-requisitos: Para acompanhar esta lição, você deve ter lido as lições passadas.

 

Trabalhando com elementos gráficos e textos

 

1 – Agrupando Elementos:

Da mesma maneira como no CorelDRAW, no FLASH também pode fazer o agrupamento dos elementos gráficos para que se possa trabalhar com diversos elementos juntos.

 

Para agrupar os elementos, clique no comando Agrupar do menu Modificar. Não é aceitável editar os elementos quando estes estão agrupados, para isso, dê um clique sobre o grupo e então, poderá edita-los. Para desagrupar os elementos de um grupo clique no comando Modificar->Desagrupar.

 

 

OBS: quando se manda agrupar os elementos, aparece em torno dele uma borda, isso quer dizer que os mesmos estão agrupados e que fazem parte de um único objeto.Veja isso na figura acima.

 

Pode-se perceber que, ao rotacionar o grupo de elementos, o grupo irá girar em torno de um ponto central, que é depositado automaticamente no meio do grupo. Você pode modificar esse ponto central para que possa ser produzido um outro efeito diferente. Para fazer essa modificação, vá no menu Modificar-> Transformar-> Editar Centro.

 

2 – Trabalhando com níveis:

 

Da maneira que for se criando os grupos, os blocos de textos e os símbolos vão sendo criados, simultaneamente, os níveis.

 

Os elementos que forem criados depois sempre estão um nível acima do objeto criado anteriormente. Veja isso nesse exemplo, crie um elemento gráfico retângulo e agrupe-o, após isso crie um elemento gráfico Oval e também agrupe-o. Arraste o circulo, perceba que o circulo está encobrindo parte do retângulo, isso quer dizer que o circulo encontra-se um nível acima do retângulo. Agora vamos fazer um texto e coloque sobre o circulo, perceba que o texto está um nível acima aos outros elementos gráficos. Veja isso na figura a seguir:

 

 

Para se alternar a ordem dos níveis é muito simples, basta apenas usar os comandos do menu Modificar->Organizar.

  • Trazer para frente: eleva o elemento gráfico para o nível que está acima de todos os outros, admitindo que o gráfico fique totalmente visível.
  • Trazer um nível para frente: move o elemento gráfico um nível acima do qual ele se encontra.
  • Enviar um nível para trás: move a figura um nível abaixo do qual ela se encontra.
  • Enviar para trás: posiciona o gráfico abaixo de todos os outros elementos, fazendo com que esse elemento fique no último nível.
  • Bloquear: este comando bloqueia o elemento gráfico na posição em que ele se encontra, não aceitando assim que se faça qualquer tipo de modificação nesse objeto.
  • Desbloquear todos: desbloqueia o elemento que estava bloqueado, aceitando que sejam feitas modificações no objeto.

3 – Editar elementos dos grupos:

 

Embora os elementos agrupados não possam ser editados livremente, é possível edita-los por outros métodos, para editar um grupo, clique duas vezes rapidamente sobre ele. O grupo será momentaneamente desagrupado, e todos os demais elementos gráficos na tela serão protegidos. Repare que, ao dar os cliques sobre o grupo, os demais elementos adquirem umas normais clara, indicando que estão travados e não podem ser alteradas, faça as modificações que desejar nos elementos do grupo. Ao terminar, clique duas vezes rapidamente sobre qualquer ponto vazio da tela. O grupo será refeito, e os demais elementos da tela voltarão ao estado normal.

 

Se preferir usar os comandos do menu para editar, selecione o grupo clicando sobre ele com a seta, vá até o menu Editar ->Editar selecionados . Para voltar ao estado normal, vá novamente ao menu Editar->Editar tudo.

 

4 – Modificação do ponto central de grupos:

 

Todos os grupos, símbolos, objetos de texto e bitmaps têm um ponto central, que é usado pelo FLASH como referênciapara o posicionamento e a rotação dos objetos. O FLASH define a posição dos elementos na tela de acordo com as coordenadas desse ponto central. A possibilidade de editar o ponto central é muito útil em alguns casos.

 

Para modificar o ponto central de um grupo, clique sobre a figura para seleciona-lo, em seguida, vá até o menu Modificar-> Transformar->Editar centro. O ponto central será indicado por uma pequena cruz. Com a ferramenta seta arraste o ponto central até o local desejado.

 

5 – Manipulação de textos:

 

Dar para perceber que não há nenhum problema para se trabalhar e editar textos no FLASH. Pode-se trabalhar com textos como se ele fosse um elemento gráfico como qualquer outro. Para isso, selecione o bloco de texto e clique no comando Desmembrar (CTRL + B) do menu Modificar. Após ter desmembrado o texto, cada letra do texto será transformada em um elemento gráfico distinto como se você tivesse desenhado cada uma. Após isso, pode-se fazer as modificações que desejar no texto, como por exemplo, transformar o texto usando os recursos da ferramenta seta.

 

6 – Importando imagens para o FLASH:

 

Além dos elementos que você pode criar no próprio FLASH , pode-se também colocar figuras que não sejam feitas no FLASH. Figuras como .TIFF, .JPEG, .GIF E etc.podem ser importadaspara a sua área de trabalho e depois pode-se ainda fazer um tratamento dessas figuras no FLASH.

Ao importar uma figura, o FLASH irá transformá-la em um gráfico vetorial, transformando os pixels em áreas coloridas, se a figura importada tiver bastante tonalidade de cores, haverá muitas áreas vetoriais criadas pelo FLASH. Para importar a figura, clique no comando Importar do menu. Será apresentada uma caixa de dialogo para que você escolha o arquivo desejado e logo em seguida a imagem será transportada para a área de trabalho.

 

 

Depois que a figura já foi importada pode-se modificar algumas de suas propriedades, para isso, clique no comando Traçar Bitmap, será apresentado a seguinte caixa de dialogo.

 

 

Vamos descrever a caixa acima:

  • Limite de cor: quando a imagem é importada, o FLASH compara os pixels de 2 a 2 para verificar se há diferenças. Se o valor da diferença da cor RGB for menor que o valor atribuído nesse campo, será gerado uma única cor para essa área. Quanto maior for o valor digitado nesse campo menor será o número de cores que a imagem terá.
  • Área mínima: o valor atribuído a esse campo demarca a quantidade de pixels que fazem parte de uma área vetorial.
  • Ajuste de curva : define na figura convertida o grau de suavidade dos contornos que são colocados na figura quando ela é convertida. As opções são: Pixels, muito junto, junto, normal, suave, muito suave.
  • Limite de ângulo: admite que se defina se os cantos angulosos da figura permanecerão no formato original ou serão convertidos em curva. Pode-se escolher entre as seguintes opções: muitos cantos, normal, poucos cantos.

Conclusão

 

Espero que esse módulo tenha sido de grande utilidade em eu aprendizado e que você tenha gostado e até o próximo módulo. Bons estudos.

 

Frase: O melhor livro de moral é a nossa consciência. Temos que consultá-lo muito freqüentemente. ( Pascal)

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI