[LIVRO]: Tudo Sobre GPOs no Windows Server 2008, 2012 e 2016 - 654 páginas + 40 Brindes - CLIQUE AQUI

Páginas: 654 | Autores: Júlio Battisti e Diego Lima | 50% de Desconto e 40 Excelentes Bônus!

Você está em: PrincipalTutoriaisLafayettejota : Cdbs001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

FILTRO DE TUTORIAIS:




Investindo em CDBs

(e obtendo o dobro da rentabilidade da poupança, com segurança)

 

Introdução: Fundos de Renda Fixa

 

No tutorial anterior, sobre fundos de Renda Fixa, vimos este tipo de investimento que pode render até o dobro da poupança. Existe um outro investimento, o CDB, que também se enquadra na categoria de renda fixa, mas cujas características são bastante distintas.

 

Remuneração Taxa SELIC menos administração e impostos.Hoje, aprox. 14% [a SELIC está em 19%]
Vantagem Rentabilidade mais alta que a poupançaSegurança: empresta para o governo
Tributação IR sobre os ganhos. Pode ser de 22,5% para aplicações curtas (até 6 meses) chegando até a 15% dos ganhos (mais que 2 anos)
Riscos Calote do governo, porém jamais aconteceu nada parecido.Quebra do banco, se este agir com má-fé

 

Mesmo com toda a segurança oferecida pelos fundos de Renda Fixa, alguns investidores ainda temem pela segurança, face a uma possível quebra do banco ou calote do governo.

 

Outros investidores, dada a grande quantidade de dinheiro disponível, demandam uma rentabilidade ainda maior que a oferecida pelos fundos.

 

Para esses casos, existe um produto oferecido pelos bancos, o CDB, que pode atender tanto ao desejo de menor risco do pequeno investidor, como ao desejo de maior retorno do grande investidor.

 

CDB: Mecanismo de Funcionamento

 

Uma das principais fontes de receita dos bancos é emprestar dinheiro. Os bancos emprestam dinheiro, por exemplo:

  • Com desconto em folha de pagamento
  • Para crédito ao consumidor, em lojas;
  • Antecipando recebíveis de empresários
  • Nas financeiras (Losango, Fininvest, etc)
  • Diretamente no banco, para o correntista

E de outras formas. Essa é uma atividade muito lucrativa.

 

Para torná-la muito mais lucrativa, os bancos não emprestam o próprio dinheiro. Em vez disso, eles tomam dinheiro emprestado do público investidor, e depois reemprestam a taxas mais altas. É o caso típico de alguém que pode pegar dinheiro emprestado a 2% e reemprestar a 5%: por que não?

 

Assim sendo, para poder emprestar um grande volume de dinheiro, os bancos captam dinheiro junto a seus clientes, combinando uma remuneração com estes; e em seguida reemprestam esse dinheiro ao público. O lucro do banco é a diferença entre as taxas (menos custos administrativos, etc).

 

Do lado do investidor, tudo o que interessa saber é que o banco irá tomar o seu dinheiro emprestado, pagando uma remuneração (juro) por isso.

 

Remuneração:

 

Remuneração em Percentuais do CDI

 

Inicialmente trataremos só do CDB Pós-Fixado, pois o pré-fixado é fácil de entender e pode ser visto por último.

 

O CDB Pós-Fixado tem a remuneração vinculada ao CDI. CDI é uma taxa muito próxima da Selic, mas tem o nome diferente, pois a Selic é uma taxa do governo, enquanto o CDI é o seu equivalente bancário. Por exemplo, hoje o CDI está em aproximadamente 19,90% a.a. (e a Selic está em 19,75% a.a.).

 

Tipicamente, o CDI e a Selic são quase iguais, portanto podemos entender que aremuneraçãodo CDB Pós deve acompanhar a taxa Selic.

 

Após sabermos isso, basta saber que a remuneração bruta de um CDB (antes dos impostos) é dada por um percentual do CDI.

 

Exemplos (supondo CDI = Selic)

 

CDB que paga 80% do CDI:

Rentabilidade bruta de 80% x 19,75 = 15,8% a.a.

 

CDB que paga 90% do CDI:

Rentabilidade bruta de 90% x 19,75 = 17,775% a.a.

 

O que define o percentual do CDI pago pelo banco?

 

O banco oferece um percentual do CDI para o seu dinheiro. O que determina esse percentual?

 

Primeiro, a necessidade de dinheiro que o banco tem. Se o banco não está conseguindo suprir toda a sua demanda por crédito, ele irá oferecer maior remuneração para atrair mais investidores e lucrar mais. Ou então, se o banco precisa de dinheiro emprestado para saldar seus compromissos, ele pode buscar dinheiro emprestado nos CDBs dos clientes.

 

Esse fato é comum em bancos menores, ou mesmo médios. Assim, podemos confiar que pequenos bancos sempre oferecem retornos maiores que os grandes bancos comerciais, que precisam de menos dinheiro.

 

Dentro de um mesmo banco, o que determina a remuneração é a quantidade de dinheiro que o cliente deseja investir. Obviamente, o banco está interessado em pagar mais para clientes que podem investir mais recursos.

 

Os percentuais variam de banco para banco e até mesmo por determinação do gerente da conta – mas a tabela abaixo mostra aproximadamente como pode variar a rentabilidade oferecida:

 

Quantidade de Dinheiro % do CDI
Até R$ 1.000,00 Entre 70% e 75%
Até R$ 5.000,00 Entre 75% e 80%
Entre R$ 5.000,00 e R$ 50.000,00 Entre 80% e 90%
Acima de R$ 50.000,00 Mais que 90%
Mais que R$ 100.000,00 Pode chegar a quase 100%
R$ 500.000,00 para cima, empresas Pode chegar a 110% do CDI ou até um pouco mais.

 

Assim, perceba que:

  • Para pequenas quantias: a rentabilidade será próxima à de um Fundo de Renda Fixa, já que o percentual perdido do CDI é mais ou menos igual à taxa de Administração
  • Para valores mais altos, o CDB pode render mais que a Renda Fixa

CDB Pré-Fixado

 

Outra modalidade possível é o CDB pré-fixado. Neste caso, a rentabilidade não é definida dependendo do CDI. Ela é fixa e combinada no momento do investimento.

 

Nesses casos, o investidor recebe um pequeno prêmio – uma rentabilidade maior - porém se o CDI subir, ele não recebe nada a mais com isso. Compensa fazer esse tipo de investimento, somente, quem entende de prever o comportamento futuro da taxa Selic.

 

Segurança

 

O que realmente diferencia o CDB dos outros investimentos é sua segurança, que é totalmente diferente dos outros investimentos.

 

Pequeno Investidor:

 

Para o pequeno investidor, o CDB é 100% seguro, tão seguro quanto a poupança, pois conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito – FGC.

 

O FGC garante qualquer quantia investida em CDBs, até o limite de R$ 20.000,00, por CPF, por banco. Dentro desse limite, o investidor está protegido contra quebra do banco, confisco, etc.

 

Assim, se o pequeno investidor tem medo da Renda Fixa, pode aplicar em CDBs sem medo. Caso queira aplicar todo o seu dinheiro de forma 100% segura, pode abrir contas em vários bancos e colocar menos de R$ 20.000,00 em cada, que cada um desses CDBs estará seguro. Pode até mesmo abrir conta em bancos menores, ganhando mais nos CDBs, e se o banco quebrar o investidor recebe do mesmo jeito.

 

Valores Acima de R$ 20.000,00

 

Para qualquer valor acima de R$ 20.000,00 o CDB é mais arriscado que os fundos, pois o valor que excede R$ 20.000,00 não tem a garantia do FGC. Assim, caso o investidor tenha R$ 25.000,00 e o banco quebre, receberá somente R$ 20.000,00.

 

Nesse caso, o CDB torna-se mais arriscado, pois não é impossível o banco quebrar ou ter um problema, e o investidor perder qualquer quantia acima do limite dos R$ 20.000,00.

 

Esse risco é maior, especialmente, em bancos do Middle – Market (bancos menores). Um exemplo notável de grandes investidores individuais perdendo fortunas foi a recente quebra do Banco Santos: os investidores aprenderam, a duras penas, que quando um banco quebra, os investidores em CDB não recebem nada além do que o FGC lhes garante.

 

Por isso é que este escritor recomenda CDBs apenas nos maiores bancos, pois a segurança e a rentabilidade compensam.

 

Para valores elevados de aplicação, o investidor pode sentir-se seguro somente nos maiores bancos nacionais e internacionais, em tamanho e tradição. Não faltam exemplos: BB, Bradesco, Itaú, Santander Banespa.

 

Tributação

 

A tributação (Imposto de Renda) ocorre sobre os ganhos, de acordo com uma alíquota que depende do tempo de aplicação, como na tabela abaixo:

 

Prazo Dias de Permanência Alíquota Total (%) Alíquota Básica (%) Alíquota Complementar (%)
Até 180 22,5 15 7,5
De 181 a 360 20,0 15 5,0
De 361 a 720 17,5 15 2,5
Acima de 720 15,0 15 0,0

 

Quanto maior o prazo, menor é o imposto de renda. Portanto, o investidor deve sempre buscar investimentos mais longos, que podem resultar em uma diferença bastante grande ao longo do tempo.

 

A alíquota de IR de 15% incidirá sobre os rendimentos do período, semestralmente, nos meses de maio e novembro ou no resgate, o que ocorrer primeiro.

 

A alíquota complementar, que só ocorre quando o investidor retira o dinheiro antes de 720 dias, incide no momento do resgate.

 

Outras Características

  • Antigamente, era comum que os CDBs tivessem um tempo mínimo de aplicação. Por exemplo, o investidor não podia retirar o dinheiro antes de 30 dias.
    Hoje isso não é mais comum, com os CDBs tendo liquidez a partir do primeiro dia e podendo ser resgatados a qualquer hora. Mas em alguns casos isso ainda ocorre – geralmente em troca de uma remuneração maior.
  • Para saídas antecipadas, nos primeiros 30 dias, há a incidência de IOF, que fica com grande parte do lucro. Para maiores informações, consulte o banco.
  • Valores mínimos de aplicação: tipicamente R$ 1.000,00; com exceção do Banco do Brasil que disponibiliza CDBs iniciando em R$ 100,00; R$ 200,00 e R$ 500,00

Exemplo:

 

Hoje: CDI = 19,75%

 

1. CDB de R$ 1.000,00 que paga 75% do CDI, com 2 anos de aplicação:

75% do CDI = 14,81% (Rent. Bruta)

 

Menos: 15% de 14,81% = - 2,22% (IR de 15%)

 

= Rent. Líq: 12,60% a.a.

 

2. CDB de R$ 10.000,00 que paga 85% do CDI, com 2 anos:

80% do CDI = 15,8%

Menos IR = - 2,37%

 

Rent. Liq: = 13,43%

 

 

Comparação de Investimentos

 

  Fundos vs CDBs
Rentabilidade Rendem aproximadamente a mesma coisa. Para valores mais baixos, o CDB rende um pouquinho menos. Para valores mais altos, o CDB rende mais.
Segurança Para pequenas quantias, CDB é 100% seguro. Para grandes quantias, Fundos de RF são mais seguros.
FGC Investimentos em CDB contam com garantia contra qualquer evento, de até R$ 20.000,00 por CPF, por banco. Assim, o pequeno investidor fica protegido.

 

Como Investir:

 

Para investir, o investidor tem três opções principais:

 

1. Ir até a agência

 

Para os novos investidores, ou mesmo quem prefere o “corpo a corpo” em qualquer negociação, basta ir até a agência em que mantém conta e conversar com um atendente. VALE SABER QUE O GERENTE TEM PODER DE NEGOCIAÇÃO PARA AUMENTAR A SUA TAXA DE REMUNERAÇÃO!

 

2. Pelo Terminal Eletrônico

 

Cada banco tem um sistema diferente, mas os caixas eletrônicos permitem investir de maneira bastante rápida.

 

3. Pela Internet

 

Para quem tem Internet Banking, pode ser a melhor opção. É como no terminal eletrônico, e permite calcular com antecedência qual a rentabilidade oferecida por cada banco.

 

A internet também é uma ferramenta bastante útil para obter informações sobre os fundos disponíveis. Uma página bastante informativa é a do Banco do Brasil:

 

http://www.bb.com.br

 

 

Clique em Investimentos, como circulado acima, e depois entre na opção: CDBs.

Best Sellers do Júlio Battisti

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite! São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI