NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisJosebferraz : Empregopalavras001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


EMPREGO DE ALGUMAS PALAVRAS

 

PORQUE – PORQUÊ – POR QUE – POR QUÊ

 

PORQUE

 

É usado para introduzir uma explicação ou causa.

 

Explicação

 

Não vou sair à noite, porque a violência tomou conta da cidade.

 

Causa

 

Cheguei atrasado porque estava preso no trânsito.

 

PORQUÊ

 

Funciona como substantivo. Geralmente aparece precedido de artigo ou pronome.

 

Exemplo:

 

Não sei o porquê da revolta.

 

Ninguém me explicou o porquê desse aumento.

 

POR QUE

 

Tal forma pode ser:

 

Preposição por + que (advérbio interrogativo)

 

Preposição por + que (pronome relativo) – equivale a pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais.

 

Preposição por + que (conjunção subordinativa integrante)

 

Exemplos:

 

As cidades por que passamos têm paisagens belíssimas.

 

Por que você não atingiu a sua meta?

 

Não sei por que a meta deixou de ser atingida.

 

POR QUÊ

 

Essa forma é utilizada apenas no final de frases interrogativas.

 

Exemplos:

 

Roberta está chorando por quê?

 

Ela está chorando e ninguém sabe por quê.

 

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

 

(PUC –SP) – “Ó mar! Por que não apagas

                   Coa esponja de tuas vagas

                   De teu manto este borrão?”

 

A palavra porque tem diferentes grafias, dependendo do sentido em que é empregada. No texto acima, ela aparece assim grafada: por que.

 

a) explique esse emprego.

 

Resposta – essa forma é empregada em frases interrogativas diretas e indiretas.

 

b) Preencha os espaços abaixo, grafando corretamente a referida palavra em cada um dos seguintes períodos:

 

I – Não sei o ... deste horror.

II – Ó mar! Não apagas este borrão, ...?

III – O poeta sente-se indignado ... a situação a que se refere é aviltante para o ser humano.

 

Resposta:

 

I – porquê. Nesse caso funciona como substantivo

II – por quê. Essa forma é utilizada apenas no final de frases interrogativas.

III – porque. Essa forma, geralmente, é usada em respostas funcionando como conjunção subordinativa causal ou coordenativa explicativa.

 

SENÃO – SE NÃO

 

SENÃO » equivale a:

 

Do contrário.

 

Exemplos:

 

Não venha aqui, senão vai se arrepender.

 

Compre agora, senão vai perder a promoção.

 

A não ser.

 

Exemplo:

 

Ele não faz outra coisa senão estudar.

 

Mas sim.

 

Exemplo:

 

Não tive a intenção de brigar, senão pedir desculpas.

 

SE NÃO » equivale a “caso não”.

 

Se não for atendido irei embora.

 

Esperarei por Roberto no saguão do aeroporto, se não vier irei embora.

 

HÁ – A

 

HÁ » verbo haver, equivalente ao verbo fazer, indicando tempo decorrido.

 

Exemplos:

 

Roberto saiu trinta minutos. (faz)

 

Não vou à escola duas semanas. (faz)

 

A » preposição

 

Daqui a duas horas chegaremos.

 

Voltamos daqui a pouco.

 

POR ORA – POR HORA

 


Pacote de Vídeo-Aulas: Gramática para Concursos

Pacote de Vídeo-Aulas: Gramática para Concursos

Atualizado com a Nova Ortografia - Curso Completo - Teoria e Prática

Duração: 44:00 | Autor: Manoel Jailton


POR ORA » equivale a por enquanto.

 

Exemplo:

 

Por ora, basta você no quarto.

 

POR HORA » corresponde a cada sessenta minutos.

 

O consultor cobra por hora R$200,00.

 

RETIFICAR – RATIFICAR

 

RETIFICAR » significa tornar reto, alinhar, corrigir, emendar.

 

Você precisa retificar totalmente esse parágrafo.

 

Cabral precisou retificar o texto várias vezes.

 

RATIFICAR » significa comprovar, reafirmar, validar.

 

Não tem problema, já ratifiquei a despesa.

 

O juiz ratificou a sentença.

 

SÃO – SANTO

 

SÃO » emprega-se são para nomes começados por consoantes.

 

Exemplos:

 

São Benedito, São José, São João.

 

SANTO » emprega-se para nomes começados por vogais ou H:

 

Exemplos:

 

Santo André, Santo Antônio, Santo Expedito.

 

UM OU OUTRO – NEM UM NEM OUTRO

 

São expressões que exigem verbo no singular.

 

Exemplos:

 

Um ou outro juiz participará do fórum.

 

Nem um nem outro aluno conseguiu fazer o exercício.

 

Há palavras do nosso vocabulário que merecem atenção quando forem grafadas. Abaixo a maneira correta e incorreta:

 

GRAFIA CORRETA GRAFIA INCORRETA
Cabeleireiro Cabelereiro
Privilégio Previlégio
Empecilho Impecilho
Manicuro (a) Manicure
Pedicuro (a) Pedicure
Disenteria Desinteria
Beneficente Beneficiente
Vaga-lume Vagalume

 

Certas palavras deixam dúvidas sobre o gênero, abaixo algumas que são sempre femininas e outras que são sempre masculinas:

 

PALAVRAS QUE SÃO SEMPRE FEMININAS PALAVRAS QUE SÃO SEMPRE MASCULINAS
A alface O trema
A comichão O champanha
A omoplata O guaraná
A sentinela O eclipse

 

A alface estava fresquinha e o preço melhor ainda.

 

O eclipse lunar poderá ser visto a olho nu.

 

Algumas palavras aparecem apenas no plural, veja a relação de algumas delas:

 

Os pêsames

As olheiras

As núpcias

As custas

As costas

Os óculos

 

Exemplos:

 

As custas cartorárias já foram lançadas.

 

Não deixe as olheiras mostrar a sua idade.

 

Quebrei meus óculos.

 

Até o próximo tutorial.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI