[LIVRO]: Tudo Sobre GPOs no Windows Server 2008, 2012 e 2016 - 654 páginas + 40 Brindes - CLIQUE AQUI

Páginas: 654 | Autores: Júlio Battisti e Diego Lima | 50% de Desconto e 40 Excelentes Bônus!

Você está em: PrincipalTutoriaisJaisonsacramento : Rhlinux001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

FILTRO DE TUTORIAIS:




Instalando Red Hat Linux

 

INTRODUÇÃO

 

É muito importante para profissional de informática e afins, principalmente nos dias de hoje, os quais quase tudo depende da computação e a Internet invadiu as empresas e residências e tornou-se não só uma realidade global, como também uma necessidade empresarial.

 

Devido a isto, venho com esse tutorial, que será uma forma de treinamento para auxiliar a quem interessa conhecer mais sobre o mundo UNIX/LINUX e reprimir a falta de profissionais em GNU/Linux e o mais importante, divulgar ainda mais o LINUX.

 

OBJETIVOS

 

O objetivo deste Tutorial não é o de tornar seus adeptos em especialistas no sistema operacional Linux, e sim usuários e administradores, quebrando assim a barreira do conceito que linux e so para Hackers.

 

Isto quer dizer que você vai dominar algumas características do sistema, mas deve estudar e se aprofundar muito para se tornar um especialistas em Linux.

 

Espero poder auxiliar a todos que leiem os meus tutoriais sobre linux e mostrar-lhes quão fácil é entrar no mundo Linux.

 

Não ficarei preso a uma única distribuição, mas gostaria de lembrar que pessoalmente eu utilizo o Red Hat Linux, devido a ser a maior distribuição linux existente, portanto, todos os exemplos mostrados serão em Red Hat Linux , Haverá futuramente alguns tutoriais de exemplos em Slackware Linux.

 

Também em alguns exemplos será usado os Configuradores Gráficos (tais como LinuxConf, WebMin e redhat-config-xxx ).

 

Os exemplos aqui apresentados são EXEMPLOS, embora as configurações funcionem podem não ser as ideais para um servidor e devem ser revistas e acrescentadas conforme a nescessidade de cada usuario.

 

O Linux

 

Antes de iniciar a nossa aventura no mundo linux, é nescessario algumas informações basicas sobre a origem do Linux.

 

O linux foi desenvolvido atraves de um interesse coletivo, um sistema no qual você tem todo poder sobre a sua configuração e administração, o mesmo tem sua origem idenpedente baseado em especificações POSIX, o qual todos os derivados UNIX padrão estão convecionadas.

 

Você tem a liberdade de adquirir o linux da forma que for mais facil ( cds em revista, downloads, etc. ), pois o mesmo é distribuido nos termos da GPL General Public License.

 

Uma das grandes vantagem do linux, é que a maioria dos programas que rodam em linux são freeware ou opensource, baseados no projeto GNU.

 

A Origem

  

No começo o arquivo era vazio e não tinha forma; e

O vazio estava sobre a face dos bits. E os dedos do

Autor moveram-se sobre o teclado. E o Autor disse:

Que haja palavras, e fizeram-se as palavras.

 

O Kernel do Linux foi, originalmente, escrito por Linus Torvalds do Departamento de Ciência da Computação da Universidades de Helsinki, Finlândia, com a ajuda de vários programadores voluntários através da Internet.

 

Linus Torvalds iniciou cortando (hacking) o kernel como um projeto particular, inspirado em seu interesse no Minix, um pequeno sistema UNIX desenvolvido por Andrew S Tannenbaum. Ele se limitou a criar, em suas próprias palavras, "um Minix melhor que o Minix" ("a better Minix than Minix"). E depois de algum tempo de trabalho em seu projeto, sozinho, ele enviou a seguinte mensagem para comp.os.minix:

 

Você suspira por melhores dias do Minix-1.1, quando homens serão homens e escreverão seus próprios "device drivers" ? Você está sem um bom projeto e esta morrendo por colocar as mãos em um S.O. no qual você possa modificar de acordo com suas necessidades ? Você está achando frustrante quando tudo trabalha em Minix ? Chega de atravessar noites para obter programas que trabalhem correto ? Então esta mensagem pode ser exatamente para você.

 

Como eu mencionei a um mês atrás, estou trabalhando em uma versão independente de um S.O. similar ao Minix para computadores AT-386. Ele está, finalmente, próximo do estágio em que poderá ser utilizado (embora possa não ser o que você esteja esperando), e eu estou disposto a colocar os fontes para ampla distribuição. Ele está na versão 0.02... contudo eu tive sucesso rodando bash, gcc, gnu-make, gnu-sed, compressão, etc. nele.

 

No dia 5 de outubro de 1991 Linus Torvalds anunciou a primeira versão "oficial" do Linux, versão 0.02. Desde então muitos programadores têm respondido ao seu chamado, e têm ajudado a fazer do Linux o Sistema Operacional que é hoje.

 

A Estrutura

 

O sistema operacional Red Hat Linux é constituido de uma parte central o núcleo ( kernel) e alguns programas, existe tambem diversas aplicações executam varias tarefas no sistema.

 

O coração de todo o sistema operacional e o kernel, ele é que controla os arquivos em disco, inicializa os programas, executa de forma concorrente, faz alocação de memória e outros recursos para os mais diversicados processos.

 

Sistema de arquivos

 

Todo e qualquer sistema operacional possui um sistema de arquivo, sistema de arquivo é a forma de estrutura de dados que o sistema operacional usa para administrar arquivos em um disco ou partição; O Windows 98 utiliza FAT32, Windows NT 4, Windows 2000, Windows XP, Windows Server 2003 utiliza NTFS, Linux utiliza ( alguns ja obsoletos) minix, ext, ext2, ext3, reiserfs, xfs, etc.

 

No Red Hat linux voce pode escolher o sistema de arquivo ext2 ou ext3, particularmente é recomendavel o uso do Ext3.

 

Os Diretórios

 

O sistema operacional Red Hat Linux possui uma árvore de diretórios praticamente idêntica a dos sistemas Unix, veja a seguir como está dividida esta árvore:

 

/

Diretório principal

 

/bin

Contém arquivos binários (programas executáveis) do sistema que são

utilizados com freqüência pelos usuários.

 

/boot

Contém arquivos necessários para iniciar o sistema ao ligar o computador.

 

/dev

Contém arquivos usados para acessar dispositivos (periféricos) existentes no

computador.

 

/etc

Contém arquivos e diretórios de configuração do sistema, tais como arquivos

de usuários, senhas, etc.

 

/home

Diretórios que contém os sub-diretórios e arquivos dos usuários.

 

/lib

Bibliotecas compartilhadas pelos programas do sistema e módulos do kernel.

 

/lost+found

Local para a gravação de arquivos/diretórios recuperados pelo utilitário

fsck.ext2. Cada partição possui seu próprio diretório lost+found

 

/mnt

Ponto de montagem temporário.

 

/mnt/cdrom

Ponto de montagem da unidade de CD-ROM.

 

/mnt/floppy

Ponto de montagem da unidade de disquete.

 

/proc

Sistema de arquivos do kernel. Este diretório não existe em seu disco rígido,

ele é colocado pelo kernel e usado por diversos programas que fazem sua

leitura, verifica configurações do sistema ou modifica o funcionamento de

dispositivos do sistema através da alteração em seus arquivos.

 

/root

Diretório do superusuário root (administrador do sistema).

 

/sbin

Diretório de programas usados pelo superusuário (root) para administração e

controle do sistema.

 

/tmp

Diretório para armazenamento de arquivos temporários criados pelos

programas durante a execução.

 

/usr

Contém maior parte de seus programas. Normalmente acessível somente

para leitura e/ou execução.

 

/var

Contém maior parte dos arquivos que são gravados com freqüência pelos

programas do sistema, e-mails, spool de impressora, cache, logs, etc.

 

Configuração de Hardware

 

Antes de iniciar a instalação do sistema operacional Red Hat Linux, são necessárias algumas informações sobre o hardware e a rede, tais como:

 

Disco(s) rígido(s): número e tamanho. Caso haja mais que um, será útil conhecer o primário (master), secundário (slave), etc... É importante saber se o disco é IDE ou SCSI, caso seja IDE é importante verificar a BIOS para verificar se o acesso no modo LBA está habilitado.

 

Memória: quantidade de memória RAM instalada.

 

CDROM: tipo de interface (IDE, SCSI) e para outros tipos (diferentes de IDE ou SCSI), o fabricante e o modelo do CDROM. CDROMs IDE (também conhecidos como ATAPI), são os dispositivos mais comumente utilizados.

 

Adaptador SCSI (caso presente): fabricante e modelo.

 

Placa de Rede (caso presente): fabricante e modelo.

 

Mouse: tipo (serial, PS/2 ou bus mouse), protocolo (Logitech, MouseMan, etc...) e o número de botões, além da identificação da porta de conexão para mouse serial.

 

Em muitos sistema mais atuais, o sistema será capaz de reconhecer automaticamente uma série de componentes. De qualquer forma é aconselhável ter os dados acima à mão.

 

Requisitos para Instalação

 

CPU Pentium ou superior-Pentium 200MHz para modo texto, Pentium II 400MHz para modo gráfico.

 

64MB de Ram para modo texto, 128MB de Ram, no minimo, para uma estação de trabalho gráfico-recomendam-se 192MB.

 

475MB de espaço em disco rígido-2GB ou mais acaso voce queirar instalar varios programas.

 

Drive CD-ROM ou disquete de boot do Red Hat Linux

 

Placa de Video e monitor compativel, Teclado e mouse.

 

Para qualquer dúvida sobre compatibilidade de Hardware com o sistema Red Hat Linux, pode ser visto em http://hardware.redhat.com/hcl

 

Iniciando a Instalação

 

Para efetuar a nossa instalação, estaremos usando os 3 cds do Red Hat Linux 9, voce pode adquirir os cds em revistas promocionais, ou nos sites de downloads de imagem ISO, pode tambem comprar pela internet por um valor simbólico.

 

Iniciando o processo de Boot do Red Hat Linux 9, para efetuarmos a instalação do Sistema operacional linux em modo texto para uma estação de trabalho.

 

Figura 01

 

Na figura 01 podemos ver como é a tela de boot inicial para instalação do Sistema Operacional Red Hat linux 9, para iniciar a instalação em modo gráfico, basta simplesmente apertar a Tecla enter, e será inicializado o processo de instalação em modo gráfico, porem não será o metodo visto em nosso tutorial.

 

Agora para que o processo de instalação inicialize, digite linux text, na frente da palavra boot:

 

Figura 02

 

Apos digitar linux text a apertar a tecla enter, inicia se o processo de instalação do sistema operacional Red Hat linux em modo texto.

 

O motivo de estarmos usando o modo texto para efetuar a nossa instalação é por ser um processo mais leve, não nescessitando inicialmente de ajuste de configurações de video, etc e tambem para que voce possa já ir se acostumando com o sistema linux em modo texto, que é mais importante.

 

Apos isso inicia-se o processo de carregamento do instalador do Red Hat Linux, conhecido como Anaconda, como podemos ver na Figura 03.

 

Figura 03

 

Sera efetuado o reconhecimento do hardware do seu computador e logo em seguida sera carregado a tela para darmos inicio no processo de instalação.

 

Na figura 04 o instalador do Red Hat linux oferece o recurso mediacheck, para que você possa checar a integridade dos pacotes de instalação, para que dessa forma possa evitar uma surpresa no meio da instalação.

 

Figura 04

 

Como podemos ver pode ser efetuado os teste da mídias de instalação, ou abortado, lembrando que esse teste de checagem de mídia demora um certo tempo, caso você tenha certeza da qualidade das mídias e não tenha tempo disponível os mesmo podem ser descartados.

 

A partir dessa parte o instalador Anaconda efetuar um reconhecimento do nosso hardware para que o mesmo seja reconhecido e evitar problemas durante o processo de instalação.

 

Figura 05

 

Como podemos ver o Anaconda não consegiu indentificar o chipset da placa de vídeo, sendo assim o mesmo por não ter o modulo ( driver ) correto ele assume um driver genérico conhecido como vesa, para que dessa forma a instalação possa continuar e depois se feito a configuração manualmente.

 

Em nosso processo de instalação chegamos a tela de Bem Vindo do Sistema operacional Red Hat Liux 9.

 

Figura 06

 

Não a necessidade de fazer comentário sobre essa parte da instalação, pois se trata apenas de uma mensagem de boas vindas ao sistema operacional da Red Hat.

 

Agora você vai escolher o idioma de instalação do seu sistema Red Hat Linux, lembrando que se você pretende seguir carreira no mundo linux e bom você instalar o idioma Inglês, mas para fins de aprendizado instale o suporte a português, para que assim você tenha mais facilidade em conhecer o sistema.

 

Figura 07

 

Após escolher o idioma vamos proseguir em nosso processo de instalação, a vantagem de se usar a distribuição Red Hat Liux é que alem ser a maior distribuição, e também a distribuição que possui um sistema de instalação muito fácil de ser usado alem disso tem suporte ao idioma português.

 

Figura 08

 

Agora acabamos de escolher o layout do nosso teclado, lembrando que se o seu teclado possui a tecla cedilha, o mesmo e configurado como teclado Brasileiro abnt2.

 

Caso não tenha o cedilha, na maioria dos caso pode ser inglês, lembre-se de identificar a configuração do seu teclado para facilitar a utilização do seu sistema linux.

 

Após escolher o nosso idioma de instalação e o layout do nosso teclado, agora vamos escolher o nosso Rato ( mouse ) para que assim a nossa jornada no sistema linux possa se tornar mais fácil, pois muitas pessoas não usam linux por que acham que é difícil, mas posso dizer que o linux e tão fácil quanto o windows basta procurar as informações certas para nos auxiliarem nos processos de instalação e manutenção do sistema.

 

Figura 09

 

Nessa parte da instalação acabamos de configurar o mouse lembrando que se seu computador é mais novo e usa conector mini dim o seu mouse é PS2, caso você esteja usando um mouse com conector DB 9 o seu mouse é serial, então esteja atento ao tipo de mouse que você usa.

 

Agora vamos escolher o tipo de instalação que iremos usar, como se tratar de uma instalação para aprendizado, estaremos usando o método de estação de trabalho como mostrar a figura 10.

 

Figura 10

 

È claro que você pode escolher outro método de instalação, como servidor, personalizado, área de trabalho pessoal, isso vai depender da sua necessidade, lembrando que muitas pessoas que vivem o ambiente linux, dizem que preferem essa ou aquela distribuição por que permite uma melhor customização do processo de instalação mas gostaria de lembrar que o sistema Red Hat linux e bem customizavel e personalizável basta simplesmente efetuar a instalação da maneira correta.

 

Vamos agora a uma parte mais importante da nossa instalação, o particionamento do nosso disco rígido ( Hard Disc, HD, Winchester), lembrando que nessa altura da nossa instalação é recomedavel que você efetue o particionamento numa maquina que não tenha nenhum outro sistema operacional instalado, ou se houver que efetue backup do seus dados por segurança, pois como se tratar de algo novo para muitas pessoas, então você deve ter cuidado para não perder os seus dados.

 

Em uma próxima oportunidade estaremos vendo uma instalação em um sistema misto ( Dual Boot).

 

Figura 11

 

O Red Hat Linux possui trêis formas de particionamento, sendo duas formas da própria distribuição e a uma de uso comum que é o fdisk, por se tratar de uma instalação para uso pessoal nos vamos usar o Disk druid que é um particionador em modo gráfico, mas no nosso tutorial de servidores que estaremos disponibilizando em breve iremos conhecer o particionamento através do fdisk, que é bem mais difícil, por não ter tela gráfica.

 

Figura 12

 

Como disse anteriormente o sistema de instalação do Red Hat linux, é bem pratico podemos ver na figura 12 que o mesmo identificou que para dar prosseguimento na instalação será necessário inicializar o disco que pode levar a uma perda de dados, caso o mesmo tenha outro sistema instalado.

 

Nessa altura do campeonato você deve estar curioso, para conhecer o particionamento do Red Hat Linux, mas pode ter certeza que instalar o linux é tão fácil quanto o windows.

 

Vamos conhecer o particionamento através do Disk Druid que e da própria Red Hat e que também é usado em outras distribuições linux.

 

Figura 13

 

Na figura 13 você pode ver o nosso disco rígido, que é identificado por padrão em sistema linux por /dev/hda, devido ao mesmo está conectado na primeira controladora IDE como Máster, caso estivesse como Slave da primeira controladora IDE, seria /dev/hdb e sucessivamente no caso de discos IDE.

 

Vamos agora ao que interessa, particionar o nosso disco rígido, usando as setas de movimentação selecione na tela do Disk Druid o espaço livre do seu HD, depois tecle o botão novo para poder criar uma nova partição.

 

Figura 14

 

Após isso é aberta uma tela como na figura 14, então onde está escrito Montar em : você vai colocar uma barrra / invertida, pois a mesma representa no linux o sistema Raiz, após isso você vai passar para a seleção do tipo de sistema de arquivos, no nosso caso será ext3, agora poderemos definir o tamanho da nossa partição Raiz, marque a opção tamanho fixo e forçar para ser uma partição primaria, após efetuar esses passos tecle no botão Ok, para que seja criada a nossa partição Raiz.

 

Dessa forma acabamos de criar a nossa partição Raiz, por ser tratar de uma instalação básica iremos criar apenas duas partições.

 

Figura 15

 

Vamos criar a nossa partição Swap, lembrando que partição swap e sempre o dobro da sua memória física, isso não impede de você estipular mais que o dobro da memória física, mas por se tratar de um tutorial de instalação vamos trabalhar com a forma padrão.

 

Selecione o espaço livre que ainda sobra no seu HD e tecle nova, para que abra o particionador.

 

Figura 16

 

Agora usando a tecla Tab vá ate Tipo de sistema de arquivos, depois usando as setas de movimentação selecione swap, após isso defina em Tamanho ( MB ) o tamanho da partição Swap que será a memória virtual do seu sistema operacional, marque tamanho fixo e forçar para ser uma partição primaria, tecla depois em Ok para criar.

 

Agora voltamos a tela principal do particionador como mostrar a figura 17, com as partições criadas, agora tecle novamente em ok para prosseguir a instalação do nosso sistema linux.

 

Figura 17

 

Após ser criado as partições, temos que definir o nosso gerenciador de boot para o nosso sistema linux;Lembrando que o gerenciador de boot é responsavel pela tela que voce vê ao iniciar o seu sistema red hat linux pela primeira vez, após a instalação, o mesmo pode ser usado para inicializar tambem outros sistemas operacionais; Como só estamos instalando um sistema operacional o mesmo é fácil e pratico, para isso vamos escolher o Grub mas nada impede você de escolher o Lilo depende do seu gosto eu particularmente prefiro o Grub, vamos a nossa tarefa.

 

Figura 18

 

Após a escolha do Carregador de inicialização ( grub ou Lilo ), passamos para definição de parametros que devem ser especificado no carregamento do sistema como ( suporte a dispositivo SCSI, Video, etc).

 

Figura 19

 

Caso voce queira que a inicialização do seu sistema, seja com resolução 1024x768, basta simplesmente definir o parametro vga=791, como mostra a figura 20, dessa forma o seu sistema vai inicializar com essa resolução e voce vai ver o Tux ( pinguim ) na inicialização do boot do sistema.

 

Figura 20

 

Apos definidos os parametros especiais para o Kernel, tecle em ok para que possamos seguir com a nossa instalação.

 

Nessa altura acredito que você já está consciente, que o Linux não é um bicho de sete cabeças como muitos pintam.

 

Figura 21

 

Uma das grandes vantagem de usar o Linux, é relacionado a politica de segurança, podemos ver isso no seu gerenciador de Boot, você pode definir uma senha no Grub para que ninguem tente acessar o sistema em modo Single e altere a senha de root, lembrando ainda que o Grub oferece ainda suporte a senha criptografada, o que dificulta ainda mais o acesso não autorizado ao sistema.

 

Em nosso tutorial sobre servidor, estaremos vendo como colocar uma senha criptografada no Grub, dificultando o acesso local ao sistema por pessoa maliciosa.

 

Figura 22

 

O Grub como o Lilo pode ser usado para inicializar outros sistema operacionais como Windows, outras Distribuições Linux, etc.

 

Basta que voce aponte em qual partição está instalado o outro sistema operacional, se voce está usando sua maquina para teste, você pode instalar o windows ( 98, ME, 2000, XP ) e depois o seu sistema Red Hat Linux, nessa ordem, caso voce tente instalar o windows depois que o linux ja está instalado o mesmo vai regravar a MBR do seu disco e dessa forma você não conseguirar inicializar o seu sistema Linux.

 

Figura 23

 

Isso não quer dizer que a ordem sempre é essa, existe forma de configurar o Boot Loader caso o windows seja instalado posteriomente, mas isso é assunto para o nosso tutorial avançado.

 

Na figura 23 voce define se que que o gestor de inicialização seja instalado na MBR, o que vale para todo o disco rigido, ou na primeira partição do seu sistema Linux; Caso você ja tenha um gerenciador de boot instalado e não queira remove-lo basta simplesmente instalar na primeira partição de inicialização, após isso ao inicializar seu micro o mesmo vai apresentar a tela do seu gerenciador de boot e apos voce escolher o seu sistema linux, o mesmo vai direto para tela do grub e em seguida carregar seu sistema Red hat Linux.

 

Figura 24

 

Agora chegou a hora de configurar a nossa rede, podemos dizer que o Linux foi criado na internet para internet, dessa forma tem um otimo suporte a rede, nessa parte vamos definir as nossas configuração para que a nossa maquina possa acessar a rede e a internet.

 

Figura 25

 

Se você tem um Router ( Roteador ) na sua rede com DHCP Habilitado, basta que você marque as opções Utilizar bootp/dhcp e Ativar na inicialização para que o seu micro receba as configurações via DHCP e a Placa de Rede seja inicializada no Boot do sistema.

 

A configuração através de DHCP é a maneira mais facil de configurar uma rede, porem caso nescessite de um controle maior não é a forma recomendavel, pois caso nescessite identificar um usuario/micro em sua rede você gastarar um pouco mais de tempo em uma rede de grande porte.

 

Em nosso exemplo da figura 25 colocamos as configurações manualmente para que dessa forma possamos ter um inventário de ativos da nossa Rede.

 

Figura 26

 

Agora chegou o momento de definir o nome da nossa maquina, lembrando que o nome não pode existir na rede, então caso sua rede tenha varios micros, primeiro verifique a identificação de ativos da sua rede, para que haja conflito de hostname na sua rede.

 

Figura 27

 

Se tratando de rede uma questões que deve ser levado a sério é segurança, se sua maquina vai ser usada como desktop e acesso a internet é promordial que voce habilite o Firewall, para que voce possa navergar de uma forma mais segura, evitando acesso não autorizado ao seu micro via rede.

 

Lembrando que o firewall é o software que faz a verificação de tudo que entra e sai da sua maquina, o mesmo filtra tudo que passa pelo seu dispositivo de rede.

 

Figura 28

 

Agora iremos instalar suporte a mais de um idioma, como ja foi visto anteriormente instale o idioma português e Inglês, para que voce tenha facilidade no aprendizado, mas tambem acostume com o sistema com a interface em inglês.

 

Figura 29

 

Nessa parte da instalação temos que definir o fuso horário do país/região, no nosso caso é América/São Paulo, feito tecle em ok.

 

O nosso proximo passo é muito importante, pois iremos definir a senha do usuário root, lembre-se o usuario root é unico que tem acesso total ao sistema, então sua senha deve ser mantida em sigílo, não é recomendavel o uso direto da conta root, para não correr o risco de danificar o sistema, recomenda-se criar um usuario comun para uso do sistema, caso nescessite de permissão de root é so usar o comando su .

 

Lembre-se não use senha tradicionais como numero de CPF, RG, data de nascimento, nome próprio, pois essas senha são faceis de ser quebradas.

 

Figura 30

 

Digite a senha na caixa de dialogo, confirme novamente depois tecle em ok para que a mesma possa ser gravada, lembre-se não esqueça a senha, senão você não terar acesso como super usuário, e ficarar restrito ao acesso como usuário comun.

 

Figura 31

 

Você pode tambem personalizar a instalação de pacote escolhendo manualmente quais pacotes voce deseja que seja instalado, isso dar uma melhor visão e administração do seu sistema, assim torna-se muita mais facil a manutenção do sistema, porque é instalado aquilo que interessa e que será usado no seu micro.

 

Figura 32

 

Nessa altura do campeonato,você penssa;mas e a instalação quando vai acontecer?

 

Está chegando! na figura 32 o sistema nos informa que será gravado um relatório completo do processo de instalação para uma verificação futura.

 

Após passar por essas etapas vamos ao que interessa a instalação do sistema, lembrando daqui para frente o processo segue por conta do sistema, com excessão da troca de midias, durante o processo.

 

Figura 33

 

Como disse agora é por conta do sistema, até finalizar a instalação o unico trabalho que você vai ter é a troca de cds, a imagem de instalação nesse momento é transferida para o disco rigído.

 

A imagem de instalação é o parametro nescessario para o desenrrolar de todo processo instalatório onde é configurados a lista de pacotes a serem instalado logo em seguida inicia se o processo de transferência de dados apartir das fontes de instalação.

 

Figura 34

 

Inicia-se o processo de instalação, agora é so alegria, pois você está instalando o seu sistema Red Hat Linux, acredito que voce vai gostar de conhecer o sistema operacional linux e tambem a distribuição Red Hat, trata-se de um sistema estável e uma distribuição de grande porte o que facilita a sua administração devido a vasta documentação existente.

 

Figura 35

 

A instalação e bem gerenciada como você pode ver o sistema é interativo o que facilita muita para aqueles que são novatos no mundo linux.

 

Figura 36

 

Podemos ver a instalação passo a passo dos pacotes, isso é uma caracteristica importante que o linux possui, você sabe ok está fazendo, tem total poder sobre o sistema.

 

Após a instalação de todos os pacotes, o sistema solicitarar a criação de um disco de boot, o que é recomendavel, mas caso não queira voce pode pular essa parte, logo após o sistema apresentar um tela informando a finalização do processo de instalação e será solicitado o reboot do sistema.

 

Retire então o cd do drive e pronto seu Red Hat linux está instalado, no nosso proximo tutorial estaremos vendo as configurações básica do sistema.

Livros Que O Júlio Battisti Indica:

Todos com excelentes bônus e pode parcelar no cartão!

Windows Server 2012 R2 e Active Directory

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 2100 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Redes

Curso Online: Universidade de Redes

 

Autor: André Stato | Carga horária: 170h

 

Curso Online: Universidade de Redes

A Bíblia do Excel

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Access 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Excel 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Java

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Neri Zeritzke | Duração: 250h | Aulas: 1922

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI