[LIVRO]: Tudo Sobre GPOs no Windows Server 2008, 2012 e 2016 - 654 páginas + 40 Brindes - CLIQUE AQUI

Páginas: 654 | Autores: Júlio Battisti e Diego Lima | 50% de Desconto e 40 Excelentes Bônus!

Você está em: PrincipalTutoriaisHerbertgois : Programandocsharp002
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

FILTRO DE TUTORIAIS:




Programando com C#

 

Como nosso objetivo com esse tutorial é a preparação para a certificação - consequentemente a preparação para algumas provas - vamos realizar uma breve revisão do tutorial anterior. Essa revisão é baseada no tutorial anterior, se tiver dificuldades procure estudar mais um pouco. É importante que você vá dominando os conteúdos antes de prosseguir. As revisões o ajudarão a não esquecer o conteúdo e a identificar os pontos que precisam de uma dedicação maior em seus estudos. Estou preparando alguns tutoriais que falarão sobre a certificação que poderão ajudá-lo em seus estudos e no entendimento dos benefícios da certificação para um profissional no Brasil.

 

Procure responder as seguintes perguntas:

 

1 – O que é o IntelliSense e quais os benefícios que ele proporciona ao programador?

 

2 – Defina case-sensitive e de um exemplo?

 

3 – Como se comenta uma linha de código em C#?

 

4 - Qual o primeiro método a ser executado quando rodamos uma aplicação C#?

 

5 – Para que serve a classe Console?

 

Agora que já revisamos os pontos principais do tutorial anterior vamos continuar a explorar um pouco mais o C# com o Visual Studio .NET.

 

1 – Entre no Visual Studio .NET.

 

2 – Abra o projeto que criamos no tutorial 1. Para isso você pode clicar em ClassicoHelloWorld na pagina inicial do Visual Studio .NET ou clicar em File / Open / Project, selecionar C:\Programando com C#\Tutorial 1\ClassicoHelloWorld e clique no arquivo ClassicoHelloWord.sln.

 

 

Um atalho para abrir é Ctrl+Shift+O.

 

3 -Na janela Solution Explorer, clique no botão Show All Files.

 

  

 

Aparecem os nomes bin e obj depois do nome do projeto. Esses dois correspondem a pastas com seus respectivos nomes. Essas pastas são criadas quando você executa a aplicação e contem uma versão executável do programa e outros arquivos necessários para depurar o programa.

 

4 – Ainda na janela Solution Explorer, clique no sinal de + à esquerda do nome bin.

 

 

Um outro nome aparece representando uma outra pasta chamada debug.

 

5 – Clique no sinal de + de debug.

 

 

Dois arquivos aparecem, seus nomes são ClassicoHelloWorld.exe e ClassicoHelloWorld.pdb.

 

O arquivo .exe é o executável da aplicação.

 

O arquivo .pdb armazena informações de depuração da aplicação.

 

Como vimos até agora, o Visual Studio compilou automaticamente nosso programa e criou os arquivos necessários automaticamente, assim que executamos nosso programa no Visual Studio. Entretanto, você pode compilar seu programa manualmente. Mais a frente no curso vamos estudar melhor o processo de compilação. Em resumo a compilação é o processo que transforma seus arquivos fonte em um arquivo executável pelo sistema operacional, um .exe por exemplo. Desviando um pouco do assunto, você pode se perguntar porque eu não aprofundo nos assuntos assim que entro neles, eu respondo, como estamos nos preparando para uma prova e sabendo que a fixação do conteúdo vem da repetição eu procuro dar uma idéia geral do assunto e ir aprofundando aos poucos, assim fazemos uma revisão quase que automática sempre que voltamos em um assunto para aprender um pouco mais sobre ele. Voltando ao processo de compilação manual, vamos fazer um exemplo.

 

6 – Você pode fechar o Visual Studio agora.

 

7 – Na barra de ferramentas do windows clique em Iniciar, Executar, digite notepad em Abrir e clique em OK.

 

 

8 -Digite o seguinte código no notepad.

 

using System;

 

namespace txtHello

{

class Class1

{

static void Main(string[] args)

{

Console.WriteLine("Hello World");

}

}

}

 

 

9 – Salve o arquivo com o nome teste.cs na pasta C:\Programando com C#\tutorial 2.

 

Para isso será necessário escolher Todos os arquivos na opção Salvar como tipo no notepad quando você clicar em Arquivo \ Salvar.

 

10 – Feche o notepad.

 

11 – No menu Iniciar, vá em Programas / Visual Studio .NET / Visual Studio .NET Tools e clique em Visual Studio .NET Command Prompt.

 

 

Para compilarmos manualmente nosso programa são necessárias algumas mudanças no ambiente do sistema operacional como alterações em algumas variáveis de ambiente, PATH, LIB e INCLUDE. Essas mudanças incluem adicionar pastas contendo bibliotecas e utilitários .NET.

 

12 – No prompt, vá até a pasta que você salvou o arquivo teste.cs.

 

Você pode digitar cd\programando com c#\tutorial 2 e teclar enter.

 

13 – Digite dir e tecle enter.

 

Ele vai listar os arquivos da pasta, no caso vai mostrar o arquivo teste.cs.

 

14 – Digite: csc /out:hello.exe teste.cs

 

Isso vai criar um executável chamado hello.exe.

 

15 – Digite dir e tecle enter.

 

Agora você não vê apenas o arquivo teste.cs, foi adicionado um arquivo chamado hello.exe, ele é o resultado da compilação do seu arquivo fonte teste.cs.

 

16 – Digite hello e tecle enter.

 

O programa será executado, no caso, será escrito a palavra “Hello World”, no prompt semelhante ao que ocorreu com o exemplo do tutorial 1.

 

17 – Digite del hello.exe e tecle enter.

 

Isso apagara o arquivo executável.

 

18 – Digite csc teste.cs

 

Ao omitir o parâmetro /out o compilador cria um arquivo executável com o mesmo nome do arquivo fonte. Será criado então o arquivo teste.exe, execute este arquivo para testa-lo.

 

19 – Abra novamente o arquivo teste.cs, pode ser no próprio notepad ou no Visual Studio .NET.

 

20 – Apague a primeira linha de código. Vai ficar assim:

 

namespace txtHello

{

class Class1

{

static void Main(string[] args)

{

Console.WriteLine("Hello World");

}

}

}

 

21 – Compile e teste a aplicação, novamente fica a sua escolha, use o prompt de comando ou o Visual Studio .NET. Uma recomendação, compile manualmente pelo prompt para se familiarizar melhor com ele, já que não falaremos muito mais sobre ele no curso.

 

22 – Ao compilar ele vai emitir um erro. Como este:

 

teste.cs(7,4): error CS0246: The type or namespace name 'Console' could not be

found (are you missing a using directive or an assembly reference?)

 

23 – Mude a linha com Console.WriteLine("Hello World"); para System.Console.WriteLine("Hello World");

 

24 - Compile e teste novamente.

 

A compilação é concluída com sucesso e o programa funciona normalmente só que desta vez sem a diretiva using System;

 

Como parte do Microsoft .NET Framework o C# pode fazer uso de uma série de classes de utilidades que executam uma gama de operações úteis. Essas classes são organizadas no que chamamos de namespaces, eles contem um conjunto de classes relacionadas e também podem conter outros namespaces.

 

System é um namespace. O namespace System é o mais importante porque contém as classes que a maior parte das aplicações utiliza para interagir com o sistema operacional.

 

A classe Console é uma classe do namespace System.

 

O método Writeline é um método da classe console que escreve uma mensagem no prompt de comando.

 

Os namespaces ajudam a reduzir a complexidade de um programa e a facilitar sua manutenção.

 

Podemos criar nossos próprios namespaces, veremos isso adiante no curso.

 

Programas pequenos e crianças pequenas têm uma coisa obvia em comum, eles crescem. Com o crescimento de um programa surgem dois problemas:

 

1º - Quanto mais código maior a complexidade do programa e mais difícil sua manutenção.

 

2º - Mais código usualmente representa mais nomes de dados, funções, classes, etc. Facilitando os erros por conter nomes iguais.

 

Os namespaces tem a função de ajudar a solucionar esses dois problemas. Para usar um namespace lembre-se que é necessário fazer uma referencia ao mesmo através de uma diretiva using seguido do nome do namespace no começo do bloco de código. Você pode fazer referencia a vários namespaces no seu arquivo de código. Um em cada linha. Um após o outro.

 

Conclusão

 

Para encerrar vamos a um breve resumo do tutorial de hoje.

 

1 – Na janela Solution Explorer podemos clicar no botão Show All Files que exibe arquivos que são criados pelo Visual Studio quando se executa uma aplicação.

 

2 - Para compilarmos manualmente nosso programa são necessárias algumas mudanças no ambiente do sistema operacional como alterações em algumas variáveis de ambiente, PATH, LIB e INCLUDE. Essas mudanças incluem adicionar pastas contendo bibliotecas e utilitários .NET.

 

3 – O comando csc nome_do_arquivo.cs compila a aplicação em um arquivo nome_do_arquivo.exe

 

4 – Podemos usar o parâmetro /out:nome_do_arquivo.exe para especificar o nome do arquivo executável.

 

5 – Namespaces organizam as classes do .NET Framework. E servem para diminuir a quantidade de código facilitando e evitando erros.

 

6 – Namespaces podem conter outros namespaces.

 

7 - O namespace System é o mais importante porque contém as classes que a maior parte das aplicações utiliza para interagir com o sistema operacional.

 

8 - Fazemos referência a um namespace através da diretiva using no começo do arquivo de código. Podemos fazer referencia a vários namespaces. Um em cada linha. Um após o outro.


Confira todos os artigos de Certificações:

Best Sellers de Programação do Julio Battisti

Todos com Vídeo Aulas, E-books ou Exemplos de Brinde!

Aprenda com Júlio Battisti: SQL Server 2008 R2

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

Macros e Programação VBA no Excel 2010

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

Access 2010 Avançado, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 828 | Editora: Instituto Alpha

 

 

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Atendimento: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI