NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisHerbertgois : Memorizacao015
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Curso Sobre a Memória

 

“A cultura certa fortalece os poderes interiores".

Horácio

 

COMO FIXAR A ORTOGRAFIA E EVITAR OS ERROS

 

Como sabe existe o habito de separar a ortografia gramatical da ortografia do uso.

 

A ortografia gramática consiste em dar às palavras terminações que são comandadas pelas regras de gramática: indicação do gênero ou numero para os artigos, os substantivos, os adjetivos, os pronomes e os verbos.

 

Para se possuir uma boa ortografia é necessário conhecer a gramática.

 

Então, se sua ortografia é deficiente você deve começar por uma revisão gramatical da forma que ensinarei adiante.

 

COMO FIXAR AS PARTICULARIDADES DE ORTOGRAFIA DAS PALAVRAS

 

Para conhecer a ortografia de uma palavra é necessário consultar um dicionário.

 

Mas como você sabe geralmente suas duvidas são semelhantes, exemplo, em relação a palavra “atraso”, escreve-se com “s” ou “z”? E como evitar recair nos mesmos erros?

 

Para evitar as dúvidas eis um MÉTODO INFALÍVEL:

 

Este método é muito simples e baseia-se no método das associações de imagens.

 

Suponha que tenha duvida de “atraso” é com “s” ou “z”.

 

Primeiro, certifique-se no dicionário: é com “s”. Agora para jamais esquecer estabeleça uma associação com uma palavra que sabe perfeitamente que se escreve com “s”, exemplo, “caso”.

 

Então crie uma associação de imagens entre “atraso” e “caso”.

 

Exemplificando: imagine um colega que é despedido dado o seu “atraso” constante por causa do seu “caso”, ou que o professor o suspende pelo motivo: é um “caso” de “atraso”.

 

Esta imagem, ou outra qualquer (dentro dos princípios que já aprendemos sobre associação de imagens) o levará a fixar para sempre a ortografia de “atraso”.

 

Do mesmo modo, por exemplo, em relação a palavra “prazo”.

 

Associe esta palavra a outra que tenha um “z”, exemplo, “juízo”.

 

Você pode imaginar-se comprando um automóvel que tem “prazo” de 20 anos para pagar dizendo a si mesmo sobre o vendedor do carro: Ele perdeu o “juízo” ao dar-me tal “prazo”.

 

Assim ficam ligados “juízo” e “prazo” e jamais se esquecerá que “prazo” se escreve com “z”.

 

É necessário salientar que as aplicações deste método são extremamente vastas: COMECE HOJE EM DIANTE A PRATICÁ-LOS.

 

COMO FIXAR AS REGRAS DE GRAMATICA E DE ORTOGRAFIA

 

Antes de tudo, para evitar duvidas é melhor compor você próprio frases que comportem as palavras que o faça hesitar ou as diferentes aplicações das regras de gramática.

 

Exemplo: (alguns homófonos, homônimos e homógrafos)

 

- Enquanto minha mãe cosia à maquina, eu comia peixe “cozido”.

 

- leva acento agudo.

 

- Quando lá cheguei não tinha assento.

 

- No canto da cela está a sela do cavalo.

 

- Durante a sessão  de hoje não se registrou qualquer cessão. (ação de ceder)

 

- Devo apressar-me a apreçar aquele artigo que me interessa.

 

- Tenho que o aconselhar a ir para o conselho do Porto.

 

- Enquanto o carpinteiro prega (um prego) o padre prega. (um sermão)

 

- Mete (compaixão) que não conheças o (nota de musica).

 

- O lente (professor) de Física tem uma boa lente (disco de vidro).

 

CONCATENAÇÕES

 

Tratando-se de listas de palavras que constituam exceção a uma regra, pode-se construir concatenações ou frases, mesmo infantis, reunindo tais palavras.

 

Exemplos: (alguns adjetivos com o grau superlativo de forma só irregular, de origem latina)

 

 

Concatenação:

 

O que o tornou célebre foi o seu tom áspero e acre; conheço-os há anos: foi um mísero e, no entanto, sempre integro; lutou muito e hoje a sua situação é próspera.

 

O CADERNO DE ORTOGRAFIA

 

A fim de permitir revisões fáceis e eficazes é prático fazer um caderno de ortografia.

 

Neste caderno você anotará todas as palavras que lhe trazem dificuldades.

 

Isso não o impede, pelo contrário, de aplicar o método das associações de imagens.

 

Sugiro que classifique as palavras do seu caderno em função dos sons ou grupos de letras que as compõem. Estabeleça duas páginas para cada som.

 

É vendo e revendo exemplos que saberá sempre como e quando aplicar as regras de gramática.

 

Crie um pequeno “carnet” que contenha todas as pequenas frases nas quais teve uma hesitação.

 

Procure no seu dicionário ou gramática a forma correta e escreva-a.

 

Todas as noites relerá a sua lista.

 

Muito rapidamente conhecerá de cor todas as formas que podem fazê-lo ter duvidas atualmente.

 

Conclusão:

 

- observe atentamente;

 

- repita revendo regularmente os mesmos exemplos;

 

- empregue a técnica de associações de imagens para a ortografia corrente e de uso freqüente.

 

Verá que graças a estes métodos você NÃO VAI MAIS COMETER DUAS VEZES O MESMO ERRO!!!

 


Confira todos os artigos de Memorização:

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI