NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisHerbertgois : Memorizacao013
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Curso Sobre a Memória

 

“A vida é um monte de pequenas coisas".

Oliver Wendell Homes

 

A CONCENTRAÇÃO – Parte 3

 

Vamos continuar neste tutorial seguindo o aprendizado sobre a concentração para os estudos.

 

Para começar vamos aprender um exercício novo para a concentração.

 

EXERCICIO Nº 38

 

Feche os olhos.

 

Represente para si mesmo o algarismo 1.

 

Quando ele estiver claramente no seu pensamento, passe para o algarismo 2 tendo apagado perfeitamente do seu pensamento a imagem do algarismo 1.

 

Continue assim ate 10.

 

Aposto que muitas vezes você quer se concentrar sobre uma determinada leitura, MAS, apesar dos esforços, FRASE APÓS FRASE, a sua atenção se desvia e você verifica que não progride e tem que reler varias vezes para compreender o que esta lendo. Ambos concordamos que é um esforço penoso ler desta forma.

 

Isto pode ser proveniente de duas causas diferentes que já analisamos mas pode também acontecer devido a um outro fator:

 

Você não tem base suficiente de conhecimento para abordar o assunto em questão.

 

Se tentarmos ler uma matéria sobre a qual não possuímos base suficiente não vamos conseguir compreender, perdendo assim a concentração consequentemente.

 

Faça então algumas leituras preparatórias, lendo obras ou estudando conteúdo que serve de introdução ao que se pretende estudar.

 

Você vai ver que ganhará tempo desta forma. Vale muito mais este procedimento que tentar progredir penosamente na leitura de uma obra ou matéria que ainda não esta totalmente ao seu alcance.

 

Também pode acontecer que o que atrapalha sua compreensão não seja o assunto mas sim o vocabulário do autor da obra  ou material em questão. Neste caso, consulte um dicionário sempre que precisar, eu particularmente escrevo em um papel sempre o significado de uma palavra que acabei de procurar no dicionários para consultá-la novamente se precisar durante o estudo e para futuras revisões. Compreenda que não deve deixar de consultar um dicionário sempre que tiver duvidas a respeito de uma palavra, tenha sempre um dicionário ao seu alcance quando estiver estudando.

 

Seja para o entendimento do assunto da obra ou para efeitos de vocabulário não se esqueça do QUINTO PRINCIPIO PARA A CONCENTRAÇÃO.

 

Certifique-se que possue os conhecimentos básicos indispensáveis a leitura que empreende.

 

Você já aprendeu sobre a importância dos seus objetivos pessoais. Que sua concentração será maior de acordo com a importância que da ao assunto a ser estudado. No entanto, para que sua concentração seja perfeita, é necessário um interesse imediato ao que lê ou estuda.

 

Como se apaixonar por aquilo que DEVE ler ou estudar?

 

Primeiramente, penetrando bem nas vantagens que terá desse estudo de forma direta. Exemplo, um livro de iniciação a filosofia permite a compreensão das obras dos filósofos celebres.

 

Seguidamente, faça a si mesmo as seguintes perguntas:

 

Porque foi escrito este livro?

 

Qual a finalidade do autor? Quem era ele?

 

Em resumo, procurando o sentido da obra ou do conjunto das obras do escritor você encontrara um interesse mais forte na sua leitura e a sua concentração será melhor. Por isso nunca deixe de ler os prefácios e o índice dos livros. Neste locais o autor procura fazer compreender em algumas paginas por que motivo escreveu o livro e o que pretendeu apresentar, explicar ou demonstrar. Quanto ao índice lê proporciona uma visão do conjunto da obra.

 

Ao ler e reler o prefacio você aumentara o seu interesse em relação a obra que deseja ler. É a razão porque antes de querer concentrar a sua atenção sobre uma leitura um pouco difícil torna-se necessário respeitar o SEXTO PRINCIPIO:

 

Procure desenvolver o seu interesse imediato pela obra que vai ler.

 

Terminamos assim a exposição dos SEIS PRINCIPIOS da concentração para o estudo. Não busque a concentração para o estudo sem eles. Recordemo-los:

 

1 – Escolha o seu ambiente.

 

2 – Elimine as causas de distração.

 

3 – Esteja em boa forma física

 

4 – Penetre bem na finalidade.

 

5 – Tenha conhecimentos de base.

 

6 – Aumente o seu interesse imediato.

 

Para se recordar destes SEIS pontos, vamos construir uma “concatenação” com as duas ou três primeiras letras de cada palavra chave (sublinhada). Obtemos a seguinte mnemônica: AMDISFOR-FINCONINT.

 

Para reencontrar uma melhor concentração quando durante o estudo sua atenção se escapa faça o seguinte:

 

Primeiro, retome profundamente a consciência do seu objetivo pessoal.

 

Segundo, volte para o local exato que perdeu a concentração e marque-o com o lápis. Certifique-se que não tenha sido a dificuldade de compreensão que causou a perca de concentração, se este for o caso tente compreender perfeitamente o sentido antes de prosseguir, mesmo que precise consultar outros materiais. Se não for o caso retome a leitura e assinale sempre que perder a concentração. Se tiver mais de três passagens assinaladas na mesma pagina é inútil prosseguir.

 

Neste caso suspenda o estudo por 15 minutos. Tome um ar, ande um pouco, beba um pouco de chá ou água fresca e procure na lista AMDISFOR-FINCONIT quais as causas que o impedem de se concentrar. Assim que as localizar, terá também encontrado o remédio.

 

Tudo que aprendemos sobre concentração para os estudos pode ser aplicado no lado profissional também, para a elaboração de um relatório ou preparação de uma exposição por exemplo.

 

Para terminar o estudo sobre os problemas da concentração, recomendo evitar duas coisas:

 

1 – A leitura-devaneio

 

2 – A leitura-“embaladora”

 

A leitura-devaneio acontece quando você se simplesmente se distrai por uma idéia ou palavra que encontra. Não se deixe conquistar pelo devaneio ou sonho, aliás, isso vai contra tudo o que aprendemos sobre a concentração. É necessário criar em si mesmo o seguinte reflexo condicionado: Quando se lê é indispensável que isso signifique para você obrigação de se concentrar. Se pretende sonhar, feche o livro, mude de lugar, instale-se num sofá confortável, e sonhe. Mas proíba a si mesmo a mistura “leitura-sonho ou devaneio”. É uma mistura envenenada.

 

A leitura-embaladora acontece quando você lê antes de dormir. Não tenho nada o objetar quanto a isso desde que você suspenda conscientemente a leitura quando começar a se sentir sonolento. Não use a leitura para passar do estado vigília para o semi-sono abandonando as pressas a leitura antes de adormecer profundamente.

 

Vamos aprender agora um exercício que o levará a concentrar-se sobre um único objeto e ao mesmo tempo aprofundar em um problema sem distrair.

 

EXERCICIO Nº 39

 

Primeiramente verifique se aplica corretamente os seis princípios da concentração.

 

Pegue um objeto qualquer; examine-o, preocupando-se com seu fabricante e com as suas origens, mesmo remotas.

 

Exemplo: uma faca. É feita de madeira e de aço. A madeira foi talhada, perfurada, etc... A lamina é em aço, este provem do ferro e do carvão, etc...

 

Veja até onde pode se aprofundar em relação a todas as parte constitutivas do objeto em questão. A dificuldade consiste precisamente em não se deixar destrair.

 

EXERCICIO Nº 40

 

Este é um exercício interessante que pode ser realizado em momentos que não tem nada a fazer e prova que sua memória pode melhorar consideravelmente. Além disso é um excelente exercício para o desenvolvimento imediato da memória.

 

Pegue um baralho e tire uma carta. Identifique-a e coloque de volta no baralho. Pegue outra carta, identifique-a a primeira que tirou e depois esta nova carta. Coloque-a de volta no baralho. Pegue uma terceira carta. Identifique as duas primeiras e depois esta terceira. Coloque-a novamente no baralho. Faça isso sucessivamente.

 

Anote o seu “score” na primeira vez que executou o exercício. Vai ver que graças ao seu treino sua memória melhora muito brevemente.

 

Posteriormente você pode fazer o mesmo exercício mas tirando 2 ou 3 cartas a cada vez.

 


Confira todos os artigos de Memorização:

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI