NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisHerbertgois : Memorizacao012
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Curso Sobre a Memória

 

“Ser capaz de apreciar

o que passou é

viver duas vezes".

Marcial

 

A CONCENTRAÇÃO – Parte 2

 

Vamos continuar neste tutorial seguindo o aprendizado sobre a concentração para os estudos.

 

Primeiro vamos relembrar o primeiro principio que aprendemos sobre a concentração para os estudos que é:

 

Não se pode obter concentração sobre quaisquer condições, ou seja, você precisa de um ambiente adequado aos estudos para facilitar sua concentração, a hora que você estuda também pode ser utilizada para incentivar a concentração através do reflexo condicionado.

 

O SEGUNDO PRINCIPIO PARA A CONCENTRAÇÃO É:

 

Elimine as causas materiais de distração e interrupção.

 

Afaste do seu ambiente de estudo tudo o que pode lhe distrair. Como já falamos, quando você estiver estudando deve ficar longe do telefone, do livro de romance que esta lendo, etc.

 

Não se coloque em frente a uma janela, alem da luz no rosto você pode se distrair com assuntos diversos.

 

Procure evitar ao máximo o vai-e-vem das pessoas que o cercam.

 

São os pequenos pormenores que tem grande importância quando queremos melhorar nossa concentração.

 

Fique longe da televisão e rádio.

 

Finalmente, elimine fatores materiais pessoais: a fome, a sede, etc.

 

Se você ficar parando para beber água ou comer biscoito vai interromper seu ritmo de trabalho. Beba um grande copo de água, como um biscoito (de germe de trigo) ou um pedaço de chocolate ante de começar a estudar. Ou então tenha um copo de água e biscoitos ao seu alcance (mas não sob os seus olhos).

 

Tudo isso pode parecer obvio, mas se você for interrompido uma vez pelas informações da rádio, duas por uma pessoa que entra, mais uma porque precisa ir beber água e mais três por assuntos adversos existentes na rua, sob essas circunstancias não diga que não sabe ou consegue se concentrar. Diga, sim, que não se coloca nas condições em que a concentração é possível.

 

De hoje em diante coloque esses dois princípios em prática em todas as circunstancias que deseja se concentrar corretamente.

 

Esses princípios não valem somente para o estudo.

 

Vamos agora fazer um exercício para favorecer a sua concentração auditiva ajudando a desenvolver a sua memória musical.

 

EXERCICIO Nº 37

 

Ouça uma música, escutando atentamente e faça uma lista do maior numero possível de instrumentos que conseguir identificar que participaram da composição.

 

Antes de continuar, responda mentalmente a seguinte pergunta:

 

Você esta em forma para realizar um trabalho intelectual seguido?

 

Em outros tutoriais falamos sobre a irrigação do sangue e seu papel na oxigenação do cérebro. Falamos também sobre os elementos químicos necessários a atividade cerebral e a astenia.

 

Se você não respeita (voluntariamente ou não) as regras de higiene que ensinamos ou se encontra em um estado de fadiga excessiva, não procure concentrar-se para o estudo. Se insistir, vai apenas se fatigar mais. Portanto, quando estiver fatigado você não deve avançar no seu estudo.

 

Se não se sentir em razoável forma física não procure a concentração, porque ela vai fugir de você. Repouse, levante-se amanha uma hora mais cedo. E, antes de se deitar vá respirar um pouco de ar fresco, passeando por cerca de meia hora se puder.

 

Ponha-se fisicamente “no ponto”. Atualiza a higiene da memória com a ajuda do quadro abaixo:

 

 

Se tiver 3 respostas ou mais na coluna da direita você não pode e com razão esperar se concentrar facilmente e é sobre esses pontos que você precisará se dedicar antes de tentar se concentrar.

 

Pode e geralmente acontece que apesar de uma boa higiene cerebral você não se sinta em completa e boa forma física e mental dia ou outro. Nestas ocasiões é necessário simplesmente fazer uma pequena cura de “refrescamento” antes de iniciar o trabalho, faça assim:

 

Dez minutos de marcha; depois tome uma ducha (ou um banho morno de imersão). Se por acaso não tiver possibilidade de tomar uma ducha, refresque totalmente o rosto. Seguidamente beba um copo de água fresca, ou leite, ou chá frio (se o suportar facilmente). Então verificará que está novamente em condições para o estudo e vai concentrar-se facilmente.

 

Então, para finalizar este tutorial não esqueça do terceiro principio:

 

Concentre-se apenas quando sua forma física o permitir.

 

Vamos abordar agora as condições interiores de uma boa concentração: as condições psicológicas.

 

Já verificamos com o quadro que fizemos no primeiro tutorial sobre concentração para o estudo que você encontra dificuldades de concentração com os assuntos dos quais é antipático. Isso significa que os fatores emocionais, sentimentais e subjetivos interferem para comandar ou não a concentração.

 

A não concentração pode ser encarada como um reflexo de defesa contra os assuntos que não nos agradam suficientemente. O seu subconsciente repele o estudo ou a leitura que lhe desagrada. Com isso chegamos a seguinte conclusão: é necessário que o assunto sobre o qual se queira concentrar lhe agrade.

 

Mas como sabemos, muitas vezes PRECISAMOS estudar algo que muitas vezes não nos agrada.

 

Quando isso acontece você precisa tomar consciência da importância daquele estudo para você. Examine cuidadosamente as razões que o impelem a estudar, o diploma que pretende obter, a situação que deseja alcançar, a admiração dos seus superiores, resumindo, reveja o que constitui o seu objetivo, o seu alvo. Penetre bem nesta imagem e neste objetivo antes de iniciar o estudo.

 

Para facilitar esse esforço e melhorar a fixação do seu objetivo facilitando a concentração você pode fazer isso:

 

Pegue duas folhas de papel; Sobre uma você vai escrever o que lhe acontece se conseguir estudar com qualidade alcançando assim seu objetivo, na outra, você escreve o que acontece se não se concentrou. Você pode até desenhar alcançando seu objetivo e o contrario. Coloque as duas folhas de papel diante dos olhos e observe as bem. Assim seu objetivo vai ser fixado em sua mente, tanto pela motivação da conquista como pela dor do fracasso.

 

Este é então o quarto principio:

 

Penetre bem na finalidade que atingirá graças a sua concentração.

 

Conclusão:

 

Para obter uma boa concentração você deve aplicar os quatro princípios que estudamos:

 

1 – Escolha um ambiente propício.

 

2 – Elimine as causas materiais de distração.

 

3 – Esteja seguro da sua boa forma física.

 

4– Penetre bem no seu objetivo ou finalidade.

 


Confira todos os artigos de Memorização:

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI