NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisCelsonunes : Openoffice009
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


OPEN Office - Planilha Calc - Parte 9 - Gráficos

 

Objetivos:

 

Muitas vezes, uma imagem vale mais do que mil palavras”. Essa frase pode ser utilizada para explicar um pouco sobre os gráficos. Uma planilha de dados geralmente contém muitos dados e números, mas para apresentar esses dados a alguém, se houver a possibilidade de termos um gráfico acompanhando os dados, haverá maior facilidade no entendimento da informação transmitida. É por isso que neste tutorial, iremos apresentar como fazer gráficos e como trabalhar com eles no Open Office Calc.

 

Os dados necessários para a elaboração do gráfico

 

Para a geração de um gráfico, sempre será necessário que primeiramente tenha sido gerado alguma base de dados. É a partir de uma base de dados que iremos criar um gráfico. Uma base de dados pode ser uma planilha, ou seja, uma tabela dentro de uma planilha. Para nosso primeiro exemplo, iremos imaginar um gráfico que é muito comum nas épocas de eleições. Nos telejornais, ou jornais impressos, vemos nessas épocas, gráficos que mostram qual a tendência de votos em cada candidato. Primeiramente, veremos, no nosso exemplo, uma planilha montada no Open Office Calc.

 

Figura 01: Uma planilha do Open Office, que será utilizada para a geração de um Gráfico.

 

Nesse primeiro exemplo, utilizamos uma planilha bem simples, com apenas duas colunas de dados: uma contendo o nome do candidato, e a segunda coluna contendo o valor de cada um deles. É importante saber que devemos considerar somente a área que contém os dados propriamente ditos, ou seja, não iremos considerar a parte da planilha que contenha os títulos das tabelas. Assim, no exemplo mostrado na figura 01 (veja acima), a área de dados está compreendida entre as células A5 e B11.

 

Para começar a produzir nosso gráfico, selecione a área de A5 até B11, e em seguida clique no Menu Inserir, e depois escolha a opção Gráfico. Esse menu é mostrado na figura abaixo.

 

Figura 02: o menu Inserir, Gráfico

 

Observação: a mesma função para inserir gráfico também pode ser acionada pelo botão  (Inserir Gráfico) que está na Barra de Ferramentas Padrão do Open Office. Mas aconselho, que a princípio, enquanto estivermos aprendendo, utilizemos sempre através do menu Inserir, pois dessa forma, seremos auxiliados pelo programa assistente, que vai mostrando uma etapa em cada tela, e sempre que escolhemos uma opção em uma etapa, clicamos no botão Próximo, e nos é apresentada a etapa seguinte.

 

Após acionar essa função, será apresentada uma tela como a que está na figura 03.

 

Figura 03: Primeira etapa do Assistente de Gráfico.

 

A primeira etapa da tela AutoFormatação de gráfico pede exatamente para selecionarmos a área que contém os dados que serão utilizados para a elaboração do nosso gráfico. No campo Intervalo, aparece o nome da planilha, bem como as células inicial e final da faixa. Uma boa dica é: sempre antes de começar a fazer o gráfico, selecionar antes a área que contém os dados. Assim, quando começar a fazer o gráfico, o campo intervalo já vem preenchido. Nessa tela também é possível especificar que a primeira linha e a primeira coluna da área selecionada sejam utilizadas como rótulos para os gráficos. Rótulos são os identificadores da informação e geralmente são textos.

 

Dados são geralmente números. Outra coisa é que os resultados finais, ou seja, o gráfico propriamente dito, poderá ser colocado em outro local da planilha. Mas nesse nosso exemplo, deixaremos como está, e clicaremos no botão Próximo. Assim, seremos apresentados a segunda etapa do processo de criação de gráficos, que está sendo mostrado na figura 04, a seguir.

 

Figura 04: Tipos de gráfico

 

Nessa nova etapa, já podemos ter uma noção mais clara do resultado final de nosso objetivo. Existem diversos tipos de gráfico a escolher. Você pode clicar uma vez em cada um dos tipos de gráfico, que automaticamente vai sendo mostrado do lado esquerdo uma pré-visualização de como vai ficar no final. É importante lembrar que para cada tipo de informação, um tipo de gráfico diferente deve ser utilizado, em geral aquele que fica mais fácil assimilar a informação. Com o tempo, você vai adquirindo uma maior prática em escolher o tipo de gráfico ideal para cada caso. No nosso exemplo, como temos só uma coluna de dados (valores), utilizaremos o gráfico do tipo Pizza. Veja na figura a seguir.

 

Figura 05: Tipo de gráfico Pizza

 

Após escolher o tipo de gráfico Pizza, clique no botão Próximo. Veremos na próxima figura a tela que aparecerá, ilustrando a próxima etapa do nosso passo-a-passo.

 

Figura 06: escolha uma variante.

 

Nessa etapa, vemos que dentro de cada tipo de gráfico, há ainda algumas variantes, que são sub-tipos do gráfico. Como estamos mostrando um gráfico do tipo Pizza, as variantes apresentadas são: Normal, Anéis, Deslocamento 1 e Deslocamento 2.

 

Novamente, para cada variante, é mostrada uma visualização à esquerda da tela, a medida em que você vai clicando nelas. No nosso exemplo, escolheremos a variante Normal, e clicaremos novamente no botão Próximo.

 

Figura 07: títulos do Gráfico.

 

Nessa etapa, aparecem campos para se definir os títulos do gráfico. Aqui, como nas telas anteriores, também é possível ver uma pré-visualização. Veja que abaixo dessa visualização, há um campo para marcar se deseja ou não Mostrar elementos do texto na visualização. Se marcar essa opção ficará mais fácil entender o que é o título do gráfico e o que é a Legenda. Mais à direita, vemos que também há outros elementos, denominados Títulos dos Eixos, mas esses estão indisponíveis, ou seja, não dá para mexer neles. Isso porque como se trata de um gráfico do tipo Pizza, não há eixo X, nem Y. Mas em outros tipo de gráfico, quando houver, não haverá dificuldade em entender.

 

Basta para isso acompanhar na visualização. Veja também que nessa etapa do nosso processo não está mais disponível o botão Próximo. Isso significa que essa é a última etapa, ou seja, devemos agora clicar no botão Criar.

 

Figura 10: O gráfico foi criado junto à planilha.

 

Veja na figura 10, que um gráfico foi criado e colocado no centro da tela, ao lado da nossa base de dados. E é isso. Bastante fácil, não é mesmo. No nosso próximo tutorial, na Segunda parte sobre gráficos, aprenderemos mais sobre gráfico, e, principalmente, como fazemos para editar o gráfico. Aprenderemos a mudar as cores das partes da Pizza, a colocar um Gradiente, que é uma mistura de duas ou mais cores, entre outras funções.

 

Figura 11: Edição de um gráfico, tema de nosso próximo tutorial

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI