NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisAlmirrivas : Oracle012
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Gerenciando o armazenamento do banco de dados – Parte IV

 

Objetivos:

 

Este artigo trata das estruturas de armazenamento do Oracle Database 10G Express Edition explica como gerenciar e monitorar a quantidade de memória usada e disponível para as operações do banco de dados e Backup. Os seguintes itens são tratados neste artigo: Estrutura de armazenamento de banco de dados, monitorando o espaço usado, compactando o armazenamento, visualizando as tablespaces, visualizando os redo log files e gerenciando a flash recovery area.

 

Pré-requisitos:

 

Ter o Oracle 10g Database Express instalado.

 

Nota: Este tutorial faz parte do Curso: Oracle – Administração básica.

 

Visualizando as tablespaces

 

Você pode utilizar a interface gráfica do Oracle Database XE para ver a lista de tablespaces do  banco de dados, ver a propriedades do tablespace e as propriedades do datafiles.

 

Para visualizar as tablespaces do Oracle Database XE siga os passos abaixo:

 

1. Acesse a página Database Home Page

 

2. Clique no ícone Administration e em seguida clique no ícone Storage

 

Caso seja solicitado para informar um usuário e senha informe um usuário e senha que tenham privilégios administrativos e clique em Login.

 

3. Na lista de tarefas (Tasks) clique em View Tablespaces

 

A página de tablespaces aparece mostrando o espaço usado para cada tablespace do banco de dados e o total de espaço usado.

 

 

Note que a coluna Allocated (MB) não indica o tamanho máximo da tablespace. Ela indica o total de espaço alocado para a tablespace. Dependo da configuração do datafile a tablespace pode crescer para um tamanho superior ao seu tamanho atual.

 

Por exemplo, a USER tablespace tem um datafile (users.dbf) que tem alocado inicialmente para ele 100megabytes (MB). O datafile  pode ser autoextendido tanto quanto necessário 10 MB a cada vez.

 

4. (Opcional) Clique no nome da tablespace para ver informações sobre o datafiles da tablespace.

 

Vendo os Redo Log Files

 

Você pode usar a interface gráfica do Oracle Database XE para visualizar a localização e informações do status do online redo log files.

 

Para ver o redo log files siga os passos a seguir:

 

1. Acesse a Database Home Page

 

2. No Usage Monitor do lado direito da página clique no link da parte inferior onde se lê Log Archiving:Off ou Log Archiving:On

 

 

Observação importante: Se o Usage Monitor não aparecer na página Database Home Page clique no link Customize que pode ser visto no canto superior direito da página e ative o Usage Monitor.

 

A página de log do banco de dados é mostrada

 

 

Este exemplo mostra um banco de dados que o redo log esta multiplexado da seguinte forma:

 

» Há três grupos de redo logs criados cada um com dois membros

 

» Em cada grupo um mebro esta localizado com os datafiles e o outro na Flash recovery area

 

Observação importante: A página de log do banco de dados não mostra informações sobre os arquivos de redo log files arquivados (archived). A configuração padrão do Oracle Database XE não inclui a multiplexação de arquivos redo files.

 

Gerenciando a flash recovery area

 

O Oracle Databse XE armazena backups , online redo log files, e archived redo log files na flash recovery area.

 

Monitorando o espaço da flash recovery area

 

Você pode executar  uma query para determinar o espaço disponível na flash recovery area.

 

Para visualizar o espaço disponível da flash recovery area siga os passos abaixo:

 

1. Acesse a Database Home Page e logue-se com um usuário que tenha privilégios de adiministrador. Pode ser o usuário que você utilizou para instalar o Oracle Database XE

 

2. Clique no ícone SQL e em seguida no ícone SQL Command

 

A página SQL Command será mostrada

 

3. Entre com a query abaixo no campo de texto

 

 

4. Em seguida clique em Run para executar a query

 

A query deve trazer como resultado algo semelhante ao mostrado na imagem abaixo:

 

 

Interprete o resultado da seguinte maneira:

 

» NAME indica onde a flash recovery area esta localizada

» SPACE_LIMIT indica o tamanho máximo da flash recovery area

» SPACE_AVAILABLE espaço disponível para utilização

» PERCENT_FULL indica o percentual do espaço da flash recovery area quejá esta sendo utlizado

 

Se o PERCENT_FULL esta próximo de 100% é você esta usando o banco de dados no modo ARCHIVELOG você deve realizar um backup de seus dados.

 

Se mesmo após realizar backups constantemente o PERCENT_FULL continua próximo a 100% considere alocar mais memória para a flash recovery area

 

Definindo o local da flash recovery area  e o tamanho

 

Esta seção mostra procedures que permitem definir o local  da flash recovery area e o tamanho dela. A localização da flash recovery area e  o seu tamanho são especificados no parâmetro de incialização DB_RECOVERY_FILE_DEST e DB_RECOVERY_FILE_DEST_SIZE.

 

Para definir a localização da flash recovery area

 

1. Usando o SQL Command Line (SQL Plus) conecte ao banco de dados como SYSDBA

 

2. Na linha de comando do SQL Command Line digite o seguinte comando:

 

 

Onde new_path é o caminho absoluto da nova pasta onde ficará a  flash recovery area. O caminho precisa existir o comando ALTER SYSTEM não cria a pasta.

 

No Windows  para definir o local da flash recovery area na pasta FRA do disco E: entre com o comando abaixo:

 

 

3. Entre com o comando a seguir para copiar os arquivos da área atual e mover para a nova área

 

 

Note que o comando deve ser digitado em letras minúsculas. O símbolo “@”  é uma abreviação do coamando START do SQL Script. O caractere “?” quando usado no SQL Command Line (SQL Plus) é a abreviação do diretório home do Oracle. Este comando executa o script movelogs.sql localizado no diretório home do Oracle.

 

Se o comando for executado com sucesso a seguinte mensagem será mostrada:

 

 

A listagem do movelogs.sql script é mostrada mais tarde nesta seção.

 

4. Entre com o seguinte comando no SQL Command Line (SQL Plus)

 

 

Observação importante: Depois que você mudou a flash recovery areade local o Recovery Manager (RMAN)  ainda pode se utilizar os backups  e archived logs da localização anterior até que eles se tornem obsoletos.

 

Não apague os arquivos da flash recovery area utilizando os comandos do sistema operacional. Em vez disso realize duas vezes o backup de seus dados no nova área para tornar os arquivos da área anterior obsoletos. Depois de o backup ser realizado por duas vezes os arquivos serão considerado obsoletos e excluídos automaticamente.

 

Mudando o tamanho da flash recovery area

 

Para mudar o tamanho da flash recovery area:

 

1. Usano o SQL Command Line (SQL Plus) logue-se com o usuários SYSDBA e sua respectiva senha

 

2. Entre com o comando abaixo no prompr do SQL Command Line (SQL Plus)

 

 

Onde o new_size pode ter o formato de nK (kilobyte), nM (megabytes) ou nG (Gigabytes)

 

Por exemplo, para definir mo tamanho da flash recovery area em 20 Gigabytes entre com o seguinte comando

 

 

3. Em seguida entre com o seguinte comando no prompt do  SQL Command Line (SQL Plus)

 

 

Na imagem abaixo você pode ver a listagem do script movelogs.sql

 

 

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI