[MEU 50º LIVRO]: BANCOS DE DADOS E ACESS - CURSO COMPLETO - DO BÁSICO AO VBA - 1602 páginas

Páginas: 1602 | Autor: Júlio Battisti | 40% de Desconto e 70h de Vídeo Aulas de Bônus

Você está em: PrincipalArtigosWindows 2003 Server › Capítulo 16 : 07
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
WINDOWS 2003 SERVER - CURSO COMPLETO
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


Lição 145 - Capítulo 16 - Know-how em: Implementação e Administração do WINS

Pré-Requisitos: Conceitos básicos do protocolo TCP/IP, de redes e de nomes NetBios.
Metodologia: Executar as ações práticas de implementação e administração do WINS.
Técnica: Exemplos práticos, passo-a-passo.

Neste tópico você aprenderá uma série de ações práticas relacionadas a instalação, configuração e administração do WINS. Vou iniciar mostrando quais configurações devem ser verificadas antes da instalação do WINS. Em seguida mostrarei como instalar o WINS, que basicamente consiste em instalar o serviço WINS. Em seguida você aprenderá a utilizar o console de administração do WINS, a configurar parceiros de replicação e uma série de outras ações práticas.

Instalando o WINS.

Antes de instalar o WINS você deve verificar duas configuações que podem causar erros na instalação e utilização do servidor WINS:

  • O Servidor deve estar utilizando um endereço IP estático ou deve haver uma reserva de endereço IP no DHCP (você aprenderá sobre reservas de endereço no DHCP mais adiante. Basicamente, o administrador criar uma reserva de endereço associada com o MAC Address da placa de rede. O efeito prático é que o servidor, para qual foi feita a reserva, recebe sempre o mesmo endereço IP, o que é necessário no caso do WINS, pois os clientes são configurados com o endereço IP do servidor WINS. Com isso, o servidor WINS deve ter um endereço IP fixo, quer este tenha sido configurado diretamente nas propriedades do protocolo TCP/IP ou tenha sido obtido via uma reserva do DHCP).
  • Nas propriedades do TCP/IP, não deve haver nenhum servidor WINS adicional configurado, senão você corre o risco de o servidor WINS registrar o seu próprio nome com outros servidor WINS, ao invés de na sua própria base de dados.

Para configurar as propriedades do protocolo TCP/IP, siga os passos indicados a seguir:

1.         Faça o logon com a conta de administrador ou com uma conta com permissão de administrador.
2.         Clique em Start (Iniciar).
3.         No menu que é exibido, clique com o botão direito do mouse na opção My Network Places (Meus locais de rede).
4.         No menu de opções que é exibido clique em Properties (Propriedades).
5.         Será exibida a janela Network Connections (Conexões de rede).
6.         Clique com o botão direito do mouse na conexão de rede local a ser configurada. No menu de opções que é exibido clique em Properties (Propriedades).
7.         Será exibida a janela de propriedades da conexão de rede local.Clique em Internet Protocol (TCP/IP) para selecionar esta opção, conforme indicado na Figura 16.65


Figura 16.65 A janela de propriedades da conexão de rede local.

8.         Clique no botão Properties (Propriedades). Será exibida a janela de propriedades do protocolo TCP/IP. Certifique-se de que o servidor está utilizando um IP fixo (opção Use the following IP address (Usar o seguinte endereço IP)) ou que uma reserve tenha sido criada no servidor DHCP. Na Figura 16.66 você tem um exemplo onde está sendo configurado um IP fixo para o servidor onde será instalado o WINS:


Figura 16.66 Configurando um número IP fixo para o servidor WINS.

9.         Clique no botão Advanced... (Avançado). Será exibida a janela de configurações avançadas do protocolo TCP/IP. Dê um clique na guia WINS. Nesta guia remova qualquer servidor WINS configurado (clique no servidor a ser removido e depois no botão Remove (Remover)). Certifique-se de que apenas o número do próprio servidor esteja configurado como servidor WINS, ou seja, o número IP do próprio servidor, conforme exemplo da Figura 16.67:


Figura 16.67 Informando o número IP do servidor WINS.

10.       Clique em OK para fechar a janela de propriedades avançadas do TCP/IP. Você estará de volta á janela de propriedades do TCP/IP. Clique em OK para fechá-la e aplicar as alterações efetuadas.
11.       Pronto, agora o servidor atende as duas condições necessárias à instalação do servidor WINS: tem um IP fixo e está configurado para utilizar a si mesmo como servidor WINS.

Agora você já pode partir para a instalação do servidor WINS. Este é o assunto do próximo exemplo prático. Acompanhe.

Para instalar o serviço WINS, siga os passos indicados a seguir:

1.         Faça o logon como administrador ou com uma conta com permissão de administrador.
2.         Abra o Painel de Controle: Start -> Control Panel (Iniciar -> Painel de Controle).
3.         Dê um clique duplo na opção Add or remove programs (Adicionar ou remover progrmas).
4.         Será exibida a janela Add or remove programs (Adicionar ou remover progrmas). Nas opções do lado esquerdo da janela, dê um clique na opção Add/Remove Windows Components (Adicionar ou Remover Componentes do Windows)
5.         Será aberto o assistente de componentes do Windows.
6.         O WINS é classificado como um serviço de rede – Networking Services. Localize esta opção e dê um clique para marcá-la, conforme indicado na Figura 16.68.


Figura 16.68 A opção Networking Services.

7.         Clique no botão Details… (Detalhes), para exibir a lista de serviços de redes disponíveis.
8.         Será aberta a janela Networking Services. Na lista de serviços que é exibida, marque a opção Windows Internet Name Service (WINS), conforme indicado na Figura 16.69:


Figura 16.69 Selecionando o WINS para instalação.

9.         Dê um clique em OK. Você estará de volta ao assistente de componentes do Windows.
10.       Clique em Next (Avançar), para seguir para a próxima etapa do assistente.
11.       O Windows Server 2003 inicia o processo de instalação e emite mensagens sobre o andamento da instalação. Durante a etapa de cópia dos arquivos você pode ser solicitado a inserir o CD de instalação do Windows Server 2003 no drive, conforme exemplo da Figura 16.70:


Figura 16.70 O assistente solicita o CD de instalação do Windows Server 2003.

12.       O assistente detecta que o CD foi inserido no drive e continua o processo de instalação.
13.       A tela final do assistente é exibida com uma mensagem informando que o assistente foi concluído com sucesso. Clique em Finish (Concluir) para fechar o assistente.
14.       Você estará de volta à janela Add/Remove Programs. Feche-a.

Pronto, o WINS foi instalado e está pronto para ser configurado. Não é preciso reinicializar o servidor para que o WINS possa ser utilizado. O WINS é instalado como um serviço e configurado para ser inicializado automaticamente. O serviço do WINS é configurado para executar no contexto da conta “Local System”. Agora basta informar o número IP nas propriedades avançadas do TCP/IP, nas estações de trabalho da rede. Uma vez configurado o número IP do servidor WINS, as estações de trabalho passarão a registrar seu nome NetBios, automaticamente, com o servidor WINS, durante a inicialização da estação de trabalho. As estações de trabalho também passarão a utilizar o servidor WINS para a resolução de nomes NetBios.

Agora é hora de avançarmos um pouco mais. Você aprenderá a configurar o servidor WINS, a configurar a replicação entre servidores WINS e a gerenciar o banco de dados do servidor WINS.

O console de administração do WINS.

Ao instalar o WINS, é também instalado o console de administração do WINS. Este console fica disponível na opção Administrative Tools (Ferramentas Administrativas). Neste item você abrirá o console de administração do WINS e aprenderá a executar algumas tarefas básicas no WINS.

Para abrir o console de administração do WINS, siga as etapas indicadas a seguir:

1.         Faça o logon como administrador ou com uma conta com permissão de administrador.
2.         Abra o console WINS: Start -> Administrative Tools -> WINS (Iniciar -> Ferramentas Administrativas -> WINS).
3.         Será aberto o console WINS, indicado na Figura 16.71:


Figura 16.71 O console de administração do WINS.

4.         Por padrão são exibidas duas opções, no painel da esquerda:

  • Server Status (Status do Servidor): Ao clicar nesta opção são exibidas informações, no painel da direita, se o servidor WINS está em funcionamento (serviço WINS inicializado corretamente) e a data e hora da última atualização no banco de dados do WINS.
  • Nome do servidor [Número IP]: Esta opção exibe o nome do servidor WINS (que é o nome NetBios do servidor) e o respectivo número IP. Ao clicar nesta opção serão exibidas duas novas opções: Active Registrations (Registros Ativos) e Replication Partners (Parceiros de Replicação). Ao clicar na opção Active Registrations (Registros Ativos) será exibida, no painel da direita, uma mensagem com orientações sobre como fazer pesquisas na base de dados do WINS. A opção Replication Partners (Parceiros de Replicação) é utilizada para configurar a replicação entre os diversos servidores WINS da rede, coforme você aprenderá a utilizar em um dos próximos itens.

Nota: Estes são os passos para abrir o console  de administração do WINS. Nos próximos exemplos práticos não irei descrever estes passos novamente. Apenas usarei a expressão “Abra o console de administração do WINS”.

Gerenciando a base de dados do WINS.

Neste item mostrarei como exibir e pesquisar na base de dados do WINS. Você verá que é possível definir critérios de filtragem, para exibir apenas os registros que atendem a uma determinada condição, dentre outras opções disponíveis.

Para pesquisar na base de dados do servidor WINS, siga os passos indicados a seguir:

1.         Abra o console de administração do WINS.
2.         No painel da esquerda, clique no sinal de + ao lado do nome do servidor.
3.         Nas opções que são exibidas, clique em Active Registrations (Registros Ativos).
4.         Clique no menu Action (Ação) e nas opções que são exibidas clique em Display Records... (Ação -> Exibir Registros...).
5.         Será aberta a janela Display Records. Nesta janela você pode definir filtros pelo nome e pelo endereço IP (guia Record Mapping), pelo dono do registro (guia Record Owners) e pelo tipo de registro (guia Record Types). Por padrão é selcionada a guia Record Mapping. Nesta guia você pode fazer pesquisas pelo nome ou pelo endereço IP. Por exemplo, para pesquisar por nome, basta marcar a opção Filter records matching this Name pattern (Filtrar registros que atendam este padrão de nome) e digitar o nome a ser pesquisado, conforme exemplo da Figura 16.72:


Figura 16.72 Pesquisando a base de dados WINS.

6.         Para executar a pesquisa, basta clicar no botão Find Now (Pesquisar Agora). O WINS pesquisa na base de dados e exibe somente os registros que atendam os critérios de pesquisa especificados, conforme exemplo da Figura 16.73:


Figura 16.73 Resultado da pesquisa.

Nota: Caso você queira exibir todos os registros da base de dados, basta não definir critérios de pesquisa. Quando a janela Display Records for exibida, apenas clique no botão Find Now (Localizar Agora) e todos os registos serão exibidos. Você pode exibir a janela Display Records novamente, para alterar os critérios de pesquisa, simplesmente clicando com o botão direito do mouse na opção Active Registrations (Registros Ativos) e, no menu de opções que é exibido, clicar em Display Records.

7.         Você pode exibir mais informações sobre um determinado registro, dando um clique duplo no registro. Ao fazer isso será exibida a janela de propriedades do registro, conforme exemplo da Figura 16.74:


Figura 16.74 Janela de propriedades do registro.

8.         Você também pode excluir um registro clicando com o botão direito do mouse no registro e, no menu de opções que é exibido, clicar em Delete (Excluir).

Nota: A partir do console de administração do WINS você pode se conectar a qualquer servidor WINS da rede, desde que você tenha as devidas permissões para administrar o servidor WINS a ser conectado. Para conectar com outros servidores WINS, no console de administração do servidor WINS, clique com o botão direito do mouse na opção WINS (bem no topo do painel do lado esquerdo). No menu de opções que é exibido clique em Add Server... (Adicionar servidor). Será aberta a janela Add Server (Adicionar Servidor) solicitando que você digite o nome NetBios ou o número IP do servidor a ser adicionado. Digite o nome ou o número IP, conforme exemplo da Figura 16.75 e clique em OK:


Figura 16.75 Adicionando novos servidores ao console de administração do WINS.

O novo servidor será adicionado e poderá ser administrado juntamente com os demais servidores já adicionados ao console anteriormente.

Configurando opções do servidor WINS.

O servidor WINS tem uma série de opções que podem ser configuradas. Neste item falarei sobre as principais opções de configuração do servidor WINS.

Para configurar o servidor WINS, siga os passos indicados a seguir:

1.         Abra o console de administração do WINS.
2.         Clique com o botão direito no nome do servidor a ser configurado. No menu de opções que é exibido clique em Properties (Propriedades).
3.         Será exibida a janela de propriedades do servidor WINS, com a guia General (Geral) já selecionada.
4.         O servidor WINS mantém uma estatística, com informações tais como: número de registros de nomes com sucesso, número de tentativas de registro sem sucesso, número de resoluções de nome com e sem sucesso e assim por diante. Na guia Geral você pode habilitar a atualização automática destas estatísticas e pode configurar um período de atualização. Nesta guia você também pode informar um caminho para que seja feito o backup da base de dados do WINS. Você também pode marcar a opção Backup database during server shutdown (Fazer o backup do banco de dados ao desligar o servidor), para que o backup seja feito (no caminho informado), sempe que o serviçoWINS for parada. Estas opções e exemplos de configuração estão indicados na Figura 16.76:


Figura 16.76 A guia geral da janela de propriedades do servidor WINS.

5.         Clique na guia Intervals (Intervalos). Esta guia permite que você configure as seguintes opções:

  • Renew interval (Intervalo de renovação): Nesta opção é especificada, em dias, a freqüência com que um cliente renova o registro dos seus nomes. Você também pode clicar nas setas de rolagem para selecionar uma nova configuração. Por padrão, os clientes WINS  começam a tentar atualizar seus registros de nome depois de ter decorrido a metade do intervalo para renovação. Por exemplo, se for definido um período de 10 dias para a renovação, depois de cinco dias os clientes tentam renovar seu registro com o servidor WINS.
  • Extinction interval (Intervalo de extinção): Neste campo você especifica, em dias, o intervalo entre a hora em que uma entrada é marcada como liberada e a hora em que é marcada como extinta. O padrão depende do intervalo de renovação e, se o servidor WINS possuir parceiros de replicação, e do tempo que as alterações do WINS  levam para se duplicarem através de todos os servidores. Se um registro não for renovado dentro do intervalo de renovação, ele será marcado como liberada. Transcorrido o tempo configurado neste campo, o registro será marcado como extinto.
  • Extinction timeout (Tempo limite de extinção): Aqui você define, em dias, o intervalo entre a hora em que uma entrada é marcada como extinta e a hora em que a entrada é efetivamente removida do banco de dados. Você também pode clicar nas setas de rolagem para selecionar uma nova configuração. O padrão depende do intervalo de renovação e, se o servidor WINS  possuir parceiros de duplicação, do intervalo de tempo máximo de duplicação. Ou seja, primeiro o cliente tenta renovar uma entrada. Se a entrada não for renovada ela é marcada como liberada. Após um período (Extinction interval), a entrada é marcada como extinta mas continua na base de dados. Após marcada como extinta, transcorrido o tempo definido no campo Extinction timeout, a entrada será excluída (finalmente) do banco de dados do WINS.
  • Verification interval (Intervalo de verificação): Neste campo você deve especificar, em dias, o intervalo depois do qual o servidor WINS  deve verificar se os nomes duplicados de outros servidores ainda estão ativos na base WINS. Você também pode clicar nas setas de rolagem para selecionar uma nova configuração. O padrão depende do intervalo para extinção. O tempo mínimo permitido é 24 dias.

6.       Na Figura 16.77 você pode conferir os valores padrão para a guia Intervals (Intervalos):


Figura 16.77 Valores padrão de intervalos.

7.         Clique na guia Database Verification (Verficação do banco de dados). Nesta guia você pode marcar a opção Verify database consisteny every (Verificar a consistência do banco de dados a cada) para especificar se a verificação periódica de consistência do banco de dados deve ser ativada, permitindo que a consistência do banco de dados local deste servidor WINS  seja verificada em relação ao banco de dados de um servidor WINS remoto. Ao marcar esta opção, as demais opções desta guia serão habilitadas. Você poderá definir o intervalo de verificação, uma hora exata para início da verificação e um número máximo de registros para serem verificados a cada verificação e se a verificação deve ser feita nos servidores WINS donos dos registros (onde os registros foram inicialmente criados) ou em qualquer servidor que tenha uma cópia do registro. Na Figura 16.78 apresento um exemplo de configuração desta guia:


Figura 16.78 Verificação do banco de dados do WINS.

8.         Dê um clique na guia Advanced. Nesta guia você pode configurar uma série de opções relacionadas com o servidor WINS, conforme descrito a seguir:

  • Log detailed events to Windows event log (Registrar eventos detalhados no log de eventos do Windows): Especifica se o log de alterações e eventos do banco de dados WINS  deve ser ativado no log do sistema (System), que pode ser exibido através do Event Viewer (Visualizar eventos). Esse log de eventos do WINS pode ser usado para confirmar o início dos processos e para diagnosticar problemas do WINS. O log detalhado requer um grande espaço de log do sistema, preenchendo rapidamente o arquivo de log do sistema. Portanto, ele deveria ser usado criteriosamente. Quando ativado, o tamanho do arquivo de log do sistema deve ser aumentado ou o arquivamento dos logs deve ser ativado. Somente recomendo a ativação desta opção quando o WINS estiver apresentando problemas e você ainda não conseguiu detectar a possível causa. Nestes momentos, as informações detalhadas no log podem ser de grande ajuda.
  • Enable burst handling (Ativar tratamento intermitente): Especifica se o servidor WINS usará o tratamento intermitente de clientes que ajuda a distribuir picos de carga no servidor WINS,. Isso pode acontecer se um grande número de registros de nome e solicitações de renovação forem emitidos pelos clientes WINS simultaneamente como, por exemplo, após uma queda de energia ou no começo de um dia de trabalho.
  • Database path (Caminho do banco de dados): Fornece um espaço para digitar o caminho para o banco de dados WINS  e para os arquivos de log. Cuidado ao alterar esse caminho, pois a modificação dele fará com que o WINS seja interrompido e reiniciado. Se você alterar o banco de dados WINS, outras alterações poderão ser necessárias. Por exemplo, pode ser necessário copiar arquivos do caminho antigo para o novo ou iniciar a duplicação manual imediata com outro servidor WINS para reconstruir conteúdos do banco de dados. O caminha padrão é: %windir%\system32\wins, onde windir representa a pasta onde o Windows Server 2003 está instalado.
  • Use computer names that are compatible  with LAN Manager (Usar nomes de computadores compatíveis com o LAN Manager): Especifica se os nomes do WINS  seguirão a convenção de nomenclatura do LAN Manager em que os nomes do computador são limitados a 15 caracteres, ao contrário dos nomes de NetBIOS (NetBIOS Extended User Interface, interface estendida de usuário NetBIOS) de 16 caracteres utilizados por outras fontes. Nos nomes do LAN Manager, o décimo sexto byte indica um tipo de nome como, por exemplo, estação de trabalho, mensagens ou outro tipo de nome. O Windows 2000, o Windows Server 2003 e outros sistemas operacionais da Microsoft que usam o NetBIOS seguem a convenção LAN Manager. Essa caixa de seleção deve ser marcada a menos que sua rede aceite nomes de NetBIOS de outras fontes.

9.       As opções da guia Advanced (Avançado) são exibidas na Figura 16.79:


Figura 16.79 Opções avançadas de configuração do WINS.

10.       Defina as configurações desejadas e clique em OK para aplicá-las.

Replicação no WINS.

Conforme descrito anteriormente, a base de dados do WINS é plana, ou seja, não existe nenhuma hierarquia entre os servidores WINS. Além disso, quando você configura um servidor WINS em uma rede, ele somente receberá registros das estações de trabalhos e servidores da rede onde ele está, uma vez que não é possível para um computador registrar o seu nome com um servidor WINS que está em uma rede remota, ligada por um link de WAN.

Vamos considerar um exemplo prático para entender como é esta base plana do WINS e como podemos usar a replicação para permitir que todos os servidores WINS de uma rede tenham uma base completa, com os registros de todos os demais servidores WINS.

Exemplo teórico: Vamos imaginar uma empresa que tenha escritórios em cinco localidades: A matriz em São Paulo e filias no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador. Em cada localidade é instalada uma rede local e um servidor WINS. As redes localis são interligadas através de links de dados, formando a WAN da empresa. As estações de trabalho da rede de cada localidade estão configuradas para usar o sevidor WINS da sua própria rede.

Nesta situação, o servidor WINS de cada localidade terá os registros das estações de trabalho e dos servidores da sua própria rede, porém não terá o registro das estações de trabalho e servidores das demais redes. Com isso, quando um cliente da filial de Porto Alegre, tentar acessar um servidor da filial do RJ, ele não poderá contar com o WINS para a resolução de nomes, uma vez que o servidor WINS do escritório de Porto Alegre não tem registros dos computadores das redes das outras localidades.

Com o uso da replicação é possível solucionar este problema. A idéia básica da replicação é que um servidor WINS possa copiar para a sua base de dados, os registros contidos na base de dados de outros servidores WINS da rede. Você poderia pensar em uma estrutura onde todos os servidores WINS replicam com todos os demais servidores, em períodos definidos. Porém essa não é uma boa abordagem, pois além de gerar um tráfego excessivo nos links de WAN, não garante que ao final do processo de replicação, todos os servidores estejam com a base completa.

Antes de propor um esquema de replicação mais inteligente para o nosso exemplo teórico, preciso falar sobre os dois tipos de replicação existentes no WINS. Na verdade, usando a nomenclatura do WINS, são Replication Partners (Parceiros de duplicação – o termo duplicação fica por conta da equipe de tradução da Microsoft, não tenho nada a ver com isso). No WINS a replicação é configurada ponto a ponto, ou seja de um servidor WINS com outro servidor WINS. Um mesmo servidor WINS pode ter mais de um parceiro de replicação, mas as configurações são feitas um a um e podem, inclusive ser diferentes. Existem dois de parceiros de replicação que podem ser configurados:

  • Pull partner (Parceiro de recepção): Um servidor WINS configurado como Pull partner de outro servidor WINS, puxa as atualizações a partir do outro servidor WINS, em intervalos definidos. Por exemplo, de 3 em 3 horas ou a cada 24 horas e assim por diantes. Ou seja, a iniciativa é do servidor configurado como Pull partner, ele que inicia o processo de replicação, entrando em contato com o outro servidor WINS e solicitando as atualizações existentes na base de dados. Você também pode configurar para que a replicação seja iniciada sempre que o serviço WINS for iniciado.
  • Push partner (Parceiro de envio – neste a tradução está bem melhor): É o servidor configurado como parceiro de Envio, que inicia o processo de enviar as alterações para o outros servidor WINS, para o parceiro de replicação. Este tipo de replicação pode ser configurado para iniciar quando um número pré-configurado de alterações tiver ocorrido na base de dados do WINS. Ou seja, quando o número de alterações pré-configurado for atingido, o servidor WINS inicia o envio das alterações para o seu Push partner.

Importante: Não confundir os termos em inglês. Push e empurrar e Pull é puxar, embora possa parecer exatamente o contrário.

Agora podemos voltar ao nosso exemplo teórico. Lembrando que o objetivo é que todos os servidores WINS, fiquem com a base de dados completa. Neste exemplo, poderia ser montado um esquema de replicação da seguinte maneira:

  • A partir das 21:00 o servidor de Porto Alegre envia todas as suas alterações para o servidor da matriz em São Paulo.
  • A partir das 21:30 o servidor do Rio de Janeiro envia todas as suas alterações para o servidor da matriz em São Paulo.
  • A partir das 22:00 o servidor de Belo Horizonte envia todas as suas alterações para o servidor da matriz em São Paulo.
  • A partir das 22:30 o servidor de Salvador envia todas as suas alterações para o servidor da matriz em São Paulo.

Com isso, por volta das 23:00 hs. o servidor da matriz em São Paulo, está com a base completa do WINS, a sua base mais os registros recebidos, via replicação, dos servidores WINS das quatro filiais. Agora começa o processo inverso, ou seja, agora que o servidor WINS de São Paulo está com a base completa e atualizada, ele irá replicar esta base para os servidores WINS das filiais.

  • A partir das 23:30 o servidor de São Paulo envia todas as suas alterações para o servidor da filial de Porto Alegre.
  • A partir das 00:00 o servidor de São Paulo envia todas as suas alterações para o servidor da filial do Rio de Janeiro.
  • A partir das 00:30 da madrugada, o servidor de São Paulo envia todas as suas alterações para o servidor da filial de Belo Horizonte.
  • A partir das 01:00 da madrugada, o servidor de São Paulo envia todas as suas alterações para o servidor da filial de Salvador.

Pronto, por volta da 01:30 hs da madrugada, todos os servidores WINS estarão com a base de dados completa e no dia seguinte, os clientes de todas as filiais e da matriz poderão usar o WINS para resolver nomes dos computadores de qualquer uma das redes da empresa.

A seguir mostrarei os passo para efetuar a configuração da replicação no WINS. A configuração é um processo em três etapas. Por exemplo, vamos supor que você queira configurar a replicação entre os servidores srv01 e srv02. Neste caso você tem que acessar o console WINS no servidor srv01 e adicioanar o servidor srv02 como parceiro de replicação. Depois você deve acessar o console WINS do servidor srv02 e adicionar o servidor srv01 como um parceiro de replicação. A última etapa é configurar os tipos de replicação entre estes dois parceiros de replicação.

Para configurar a replicação entre dois servidores WINS, siga os passos indicados a seguir:

1.         Abra o console de administração do WINS.
2.         Clique no sinal de mais ao lado do nome do servidor.
3.         Nas opções que são exibidas clique com o botão direito do mouse em Replication Partners (Parceiros de replicação).
4.         No menu de opções que é exibido clique em New Replication Partner... (Novo parceiro de replicação...).
5.         Será exibida a janela New Replication Partner (Novo parceiro de replicação). Informe o nome NetBios ou o númeo IP do servidor WINS que será adicionado como parceiro de replicação, coforme exemplo da Figura 16.80:


Figura 16.80 Adicionando um parceiro de replicação.

6.         Clique em OK e pronto, o parceiro de replicação foi adicionado e já é exibido no painel da direita. Agora você tem que fazer a configuração no outro servidor. Por exemplo, se no servidor srv01 você adicionou o servidor srv02 como parceiro de replicação, agora você precisa acessar o console de administração do servidor WINS no servidor srv02 e adicionar o servidor srv01 como parceiro de replicação.
7.         Agora que o parceiro de replicação já foi adicionado, você pode configurar as replicações Pull e Push. Para isso clique com o botão direito do mouse no nome do parceiro de replicação, no painel do lado direito do console WINS. No menu que é exibido clique em Properties (Propriedades) . Será exibida a janela de propriedades do servidor, com a guia General (Geral) selecionada. Esta guia é apenas informativa.
8.         Dê um clique na guia Advanced (Avançado). Nesta guia você pode definir as configurações de replicação Pull e Push, conforme exemplo da Figura 16.81,onde são exibidas as configurações padrão de replicação:


Figura 16.81 Configurações padrão de replicação Pull e Push.

9.         Defina as configurações desejadas e clique em OK.

A base de dados do WINS.

A base de dados do WINS é armazenada em um arquivo .mdb. Embora seja um arquivo .mdb, você não conseguirá abrir este arquivo no Access. Por padrão, a base de dados é gravada no seguinte arquivo:

systemroot\system32\wins\wins.mdb 

conforme indicado na Figura 16.82:


Figura 16.82 A base de dados do WINS.

Nesta pasta existem também outros arquivos onde fica gravado o log de operações da base WINS e outras informações necessárias ao funcionamento do WINS. A medida que os registros vão sendo criados, excluídos e criados novamente, pode acontecer de a base WINS ficar fragmentada, ocupando mais espaço do que o realmente necessário. O Windows Server 2003 fornece um utilitário para compactação da base WINS: jetpack. Para compactar a base WINS, o serviço WINS deve ser parado. Você pode utilizar a seqüência de comandos a seguir, para parar o serviço WINS, compactar a base wins.mdb e reinicializar o serviço WINS:

1.         Abra um prompt de comando.
2.         Alterne para o diretório onde está a base WINS. Substitua systemroot pelo nome da pasta onde o Windows Server 2003 está instalado:

            cd\
            cd systemroot\system32\wins

3.         Execute a seqüência de comandos a seguir:

            net stop wins
            jetpack  wins.mdb tempwins.mdb
            net start wins

A Figura 16.83 ilustra esta seqüência de comandos:


Figura 16.83 Compactando a base de dados do WINS.

Bem, sobre WINS era isso. Na ajuda do WINS, acessível através do menu Help (Ajuda) do console WINS, você encontra mais detalhes técnicos sobre o WINS e resolução de nomes NetBios. Agora é hora de estudarmos o DHCP.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »

Best Sellers de Excel do Julio Battisti

Todos com Vídeo Aulas, E-books e Planilhas de Bônus!

Aprenda com Júlio Battisti:
Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos - Passo a Passo

 Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 540 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 952 | Editora: Instituto Alpha

 

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI