[MEU 50º LIVRO]: BANCOS DE DADOS E ACESS - CURSO COMPLETO - DO BÁSICO AO VBA - 1602 páginas

Páginas: 1602 | Autor: Júlio Battisti | 40% de Desconto e 70h de Vídeo Aulas de Bônus

Você está em: PrincipalArtigosWindows 2003 Server › Capítulo 07 : 02
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
WINDOWS 2003 SERVER - CURSO COMPLETO
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


Lição 074 - Capítulo 07 - Fundamentos em: Microsoft Management Console (MMC) e Snap-in

Pré-Requisitos: Nenhum

Metodologia: Apresentar o conceito de MMC e Snap-in.

Técnica: Apresentação de exemplos práticos de uso do MMC e Snap-in

O MMC foi criado para servir como uma interface unificada para a administração e gerenciamento dos mais variados recursos do Windows 2000, está presente no Windows XP e é também a base das ferramentas administrativas do Windows Server 2003 (na realidade o IIS 4.0, no NT Server 4.0 já utilizava o MMC) . Em versões anteriores do Windows, como por exemplo o Windows NT Server 4.0 e 3.51, cada ferramenta administrativa apresentava uma interface diferente. Por exemplo a interface do User Manager for Domains (o qual é utilizado para criar contas e grupos de usuários em um servidor) era completamente diferente da interface de outras ferramentas administrativas, tais como o Disk Manager (utilizado para gerenciar os discos rígidos e partições). Com isso o administrador precisava aprender a utilizar uma série de interfaces diferentes. 

O MMC resolve esse problema, fornecendo uma interface padrão para todas as ferramentas administrativas. Na verdade o MMC vem sendo utilizado em alguns programas há algum tempo, como o Internet Information Server 4.0 (servidor Web da Microsoft) , Proxy Server 2.0 (Firewal para proteção da rede interna ), Microsoft SQL Server 7.0 e 2000 ( servidor de Banco de dados da Microsoft), dentre outros programas da Microsoft. Com o Windows Server 2003 é disponibilizada a versão 2.0 do MMC.

Na prática o MMC por si só não oferece nenhuma funcionalidade. O MMC fornece uma maneira padronizada para a criação de ferramentas administrativas. Toda a funcionalidade do MMC é fornecida por aplicações de gerenciamento e administração chamadas Snap-Ins, o MMC funciona simplesmente como um “hospedeiro” para os diversos Snap-Ins. Conforme mostrarei nos exemplos práticos a seguir, ao abrir o MMC, nenhuma funcionalidade estará disponível, até que seja carregado um Snap-In. Por exemplo, quando você acessa uma ferramenta administrativa, como o Gerenciamento do computador, na prática está carregando o MMC e, dentro dele, uma Snap-In projetado para realizar um conjunto de funções administrativas. O conjunto MMC + Snap-In é conhecido como Console ou Console de administração.

Um console é composto por uma janela dividida em dois painéis, muito semelhante à janela do Windows Explorer. O painel da esquerda exibe a árvore de console, com as diversas opções do Snap-in carregado atualmente, idêntica a árvore de pastas e subpastas do Windows Explorer. A árvore de console mostra os itens que estão disponíveis em um determinado console. O painel da direita contém o painel de detalhes. O painel de detalhes mostra as informações e funções relativas ao item que está selecionado no painel da esquerda. Quando você clica em diferentes itens da árvore de console, as informações no painel de detalhes são alteradas. O painel de detalhes pode exibir vários tipos de informações, como páginas da Web, elementos gráficos, gráficos, tabelas e colunas.

Na Figura 7.2, mostro um exemplo de um console do MMC, no qual é exibido o console Gerenciamento do computador. Observe a divisão em dois painéis, muito parecida com a janela do Windows Explorer. Também observe que existe uma opção – Usuários e grupos locais, a qual é utilizada para fazer o gerenciamento/administração de contas de usuários e de grupos em um Member Server ou em um servidor que não faz parte de um domínio.


Figura 7.2 O console Gereneciamento do computador.

Para a administração de contas de usuários e grupos, em servidores configurados como DCs, é utilizado o console Usuários e Computadores do Domínio (Active Directory Users and Computers).

Cada console possui seus próprios menus e sua própria barra de ferramentas, separados dos menus e da barra de ferramentas da janela principal do MMC, que ajudam o usuário a executar tarefas.

O Windows Windows Server 2003 já vem com uma série de consoles pré-configurados, os quais estão disponíveis através da opção Ferramentas administrativas: Iniciar -> Ferramentas administrativas. As opções disponíveis no menu Ferramentas administrativas (Administrative tools) variam dependendo do servidor ser um DC ou não. Por exemplo, quando você instala o Active Directory, transformando um member server em um DC, novas opções são instaladas no menu Ferramentas administrativas. Quando você instala um novo serviço, como por exemplo o DHCP, uma nova opção é adicionada ao menu Ferramentas administrativas. Esta nova opção é o console de administração do serviço DHCP.

Os consoles que foram criados com as versões anteriores do MMC (versões 1.1 e 1.2) podem ser lidos pelo MMC 2.0. No entanto, para salvar ou modificar os consoles antigos, o usuário será solicitado a fazer a conversão para o formato utilizado pelo MMC 2.0

Você pode utilizar o MMC para uma série de atividades, tais como:

  • Realizar a maioria das tarefas administrativas do dia-a-dia, tais como administração de contas de usuários, grupos e computadores, gerenciamento dos logs de segurança, monitoração de desempenho, administração do Active Directory e assim por diante.
  • Fazer o gerenciamento e a administração de uma maneira centralizada, usando o MMC para conectar-se as ferramentas administrativas de outros servidores, remotamente através da rede. Por exemplo, você pode utilizar o console Gerenciamento do computador (Computer management) para conectar-se a qualquer computador da rede, desde que você tenha as devidas permissões. Com isso você pode administrar uma série de tarefas remotamente.
  • Fazer administração e gerenciamento remoto, desde que você possua as permissões para isso. Veja item anterior.
  • Criar consoles personalizados e definir permissões para delegar funções para um ou mais usuários.

Quando você abre o console para administração de contas de usuários e grupos, na verdade esta abrindo o MMC e carregando o Snap-In especialmente projetado para realizar as tarefas administrativas relativas a administração de contas de usuários e Grupos. É possível ter um ou mais Snap-In carregados, simultaneamente, no MMC, de tal forma que em uma mesma janela, seja possível realizar as mais variadas tarefas administrativas.

Vou apresentar alguns exemplos práticos de uso do MMC e de alguns consoles de administração.

Exemplo 01: Abrir o MMC sem nenhum Snap-In carregado. Conforme você poderá conferir na prática, o MMC em si,  não oferece nenhuma funcionalidade. Usarei este exercício apenas para mostrar, para reforçar a idéia de que o MMC em si não oferece funcionalidade nenhuma. Funcionalidades são fornecidas pelos Snap-Ins que são carregados no MMC.

Para abrir o MMC sem nenhum Snap-In Carregado, faça o seguinte:

1.         Faça o logon como Administrador ou com uma conta com permissão de Administrador.

2.         Selecione o comando Iniciar -> Executar (Start -> Run).

3.         Na janela que surge, no campo Abrir digite mmc e dê um clique em OK.

3.         Será aberta uma janela do MMC com um novo console chamado Console 1, conforme indicada na

Figura 7.3. Esta janela mostra o MMC sem nenhum Snap-In Carregado.


Figura 7.3 MMC sem nenhum Snap-In carregado.

4.         Feche o MMC aberto anteriormente.

Agora você irá abrir o MMC com alguns Snap-Ins já carregados. Também irá analisar a interface dos consoles abertos.

Exemplo 2: Para abrir o MMC para Gerenciamento do Computador, siga os passos indicados a seguir:

1.         Se não estiver logado, faça o logon com uma conta com permissão de Administrador.

2.         Abra o console Gerenciamento do computador (Computer management): Iniciar -> Ferramentas administrativas -> Gerenciamento do computador.

3.         Será aberto o console Gerenciamento do computador, indicado anteriormente na Figura 7.1, indicada na Introdução deste capítulo.

A maneira de utilizar e navegar na janela de um console do MMC é exatamente igual à utilizada no Windows Explorer. Agora você irá “navegar” através do painel da esquerda e quando um elemento do painel da esquerda for selecionado, o seu conteúdo/detalhes será exibido no painel da direita.

Além disso os menus e botões da barra de ferramentas vão se modificando, dependendo do elemento selecionado. Isso porque as ações que podem ser executadas, por exemplo, quando uma conta de usuário está selecionada, são diferentes das ações que podem ser executadas quando está selecionado um objeto do tipo grupo. Essa mudança nos menus e na barra de ferramentas serve para refletir quais as ações são possíveis em relação ao objeto selecionado.

5.         Para abrir a pasta Grupos, conforme indicado na Figura 7.4, dê um clique no sinal de + ao lado da opção Usuários e grupos locais. Esta opção se abre mostrando duas opções ligadas a ela: Usuários e Grupos.

6.         Para ver uma listagem dos Grupos em seu computador, dê um clique em Grupos. No painel da direita será exibida uma listagem com os grupos disponíveis.


Figura 7.4 Listagem de grupos criados durante a instalação Windows Server 2003.

Os grupos exibidos na listagem da Figura 6.3 são os chamados “Built-in groups”, ou seja, grupos internos do Windows Server 2003, criados durante a instalação e com finalidades específicas. Estudaremos a finalidade de cada um destes grupos no Capítulo 9.

Nota: Você também pode utilizar o botão direito do mouse. Por exemplo, se você clicar com o botão direito na opção Usuários, surge um menu com uma séria de opções, onde, por exemplo, a primeira opção é “Novo usuário”. Você utilizará esta opção no Capítulo 9, para a criação de novos usuários.

7.         Feche o MMC para Gerenciamento do Computador.

Um MMC com um ou mais Snap-Ins carregados é chamado de um Console . Quando você instala o w3k, diversos consoles administrativos são adicionados para que o administrador possa executar as tarefas administrativas mais comuns. Nos demais capítulos deste livro, você utilizará os consoles pré-configurados, para realizar operações tais como verificar o desempenho do computador e acessar o log de eventos do Windows Server 2003.

Criando consoles personalizados

Além dos consoles pré-configurados, você também pode criar consoles personalizados, os quais podem ser salvos em arquivos com a extensão .MSC. Depois para abrir um console pré-configurado basta abrirmos o respectivo arquivo .msc.

A criação de consoles personalizados é especialmente útil, quando o Administrador tem que delegar tarefas para um outro usuário. Vamos supor que você queira criar um console onde somente seja adicionado o Snap-In para gerenciar usuários e grupos. Depois de criado este console, você envia o arquivo .msc para um usuário responsável pelo gerenciamento de usuários e grupos. Mostrarei que é possível criar o console de tal maneira que o usuário que vai utilizá-lo não possa modificá-lo, adicionando ou excluindo Snap-Ins. O resultado prático é que o usuário responsável pela administração de usuários e grupos, recebe um console personalizado, somente com as opções relacionadas à administração de usuários e grupos.

Exemplo 01: Vamos supor que você queira criar um console somente para administrar contas e usuários e grupos. Neste exemplo você abrirá o MMC sem nenhum Snap-In. Depois irá carregar apenas o Snap-In para administração de Contas de usuários e grupos. O próximo passo é salvar este console em um arquivo com a extensão .msc. Para este exemplo, o console será salvo com o nome de administra_usuarios.msc na Área de trabalho do usuário.

Para abrir o MMC sem nenhum Snap-In Carregado, siga os seguintes passos:

1.         Faça o logon com uma conta com permissão de Administrador.

2.         Selecione o comando Iniciar -> Executar (Start -> Run).

3.         Na janela que surge, no campo Abrir, digite mmc e dê um clique em OK.

4.         Será aberto o MMC sem nenhum Snap-In Carregado.

Para carregar apenas o Snap-In para administração de contas de usuários e grupos, siga os seguintes passos:

5.         Com o MMC carregado anteriormente, selecione o comando  Arquivo -> Adicionar/remover snap-in ..” (File -> Add/remove snap-in...). Será exibida a janela Adicionar/remover snap-in. Observe que não existe nenhum snap-in adicionado e a lista está vazia.

6.         Na janela Adicionar/remover snap-in, dê um clique no botão Adicionar.

7.         Será exibida a janela Adicionar snap-in autônomo (Available Standalone Snap-ins). Nesta janela é exibida uma listagem com todos os snap-ins disponíveis, isto é, instalados no computador.

8.         Localize na listagem o seguinte snap-in: Usuários e grupos locais (Local Users and Groups), conforme indicado na Figura 6.4 e dê um clique sobre ele para selecioná-lo.


Figura 7.5 Adicionando o snap-in Usuários e grupos locais.

9.         Dê um clique no botão Adicionar.

Surge a janela Escolher máquina de destino (Choose Target Machine). Essa janela permite que você defina em qual computador você quer gerenciar as contas de usuários e grupos. Neste momento você pode gerenciar usuários e grupos de um computador remoto, desde que você tenha permissão para isso.

11.       Por padrão vem selecionada a opção Computador local. Aceite a opção padrão e dê um clique no botão Concluir.

12.       Você estará de volta a janela Adicionar snap-in autônomo. Caso você queira será possível adicionar outros snap-ins. Como não será adicionado mais nenhum snap-in, dê um clique no botão Fechar.

13.       Você estará de volta à janela Adicionar / remover snap-in.  Observe que o snap-in Usuários e grupos locais (local) já aparece na listagem, conforme indicado na Figura 7.6.


Figura 7.6 Snap-in Usuários e grupos locais já adicionado.

OBS. = O local entre parênteses indica o computador local.

14.       Dê um clique em OK para fechar a janela Adicionar/remover snap-in.

15.       Você estará de volta ao MMC, agora com o snap-in Usuários e grupos locais já carregado, conforme indicado pela Figura 7.7.


Figura 7.7 Console com um snap-in Usuários e grupos locais.

Agora é hora de salvar o console com o nome de administra_usuarios.msc. O console será salvo na Área de trabalho do usuário logado.

Para salvar  o console com o nome de administra_usuarios.msc, faça o seguinte:

16.       Selecione o comando Arquivo -> Salvar (File -> Save).

17.       Será aberta a janela Salvar como. Nesta janela existe uma barra de atalhos, no lado esquerdo da janela. Nesta barra estão disponíveis os seguintes atalhos: Documentos recentes, Desktop, Meus documentos, Meu computador e Meus locais de rede. Para acessar a Área de trabalho, dê um clique no atalho Desktop. no campo nome do arquivo digite: administra_usuarios.msc. A janela Salvar como deve estar conforme indicado na Figura 7.8.


Figura 7.8 Salvando o console recém criado, na Área de trabalho.

18.       Dê um clique no botão Salvar.

Agora você irá definir as configurações de segurança para o console recém criado. Ao criar um novo console, é possível definir diferentes modos de operação para o console. A cada modo de operação está associada um conjunto de operações permitidas. Ao criar um console personalizado, como o console administra_usuarios.msc , que recém foi criado, você pode atribuir a ele uma de duas opções gerais de acesso: modo de autor ou modo de usuário. Existem, por sua vez, três níveis de modo de usuário, de forma que existem quatro opções para acesso padrão a um console:

  • Modo de autor: Concede aos usuários acesso completo a toda a funcionalidade do MMC, inclusive a capacidade de adicionar ou remover snap-ins, criar novas janelas, modos de exibição e exibir todas as partes da árvore de console.
  • Modo de usuário - acesso completo: Concede ao usuário acesso completo a todos os comandos de gerenciamento de janelas e à árvore de console fornecida. Impede os usuário de adicionar ou remover snap-ins ou alterar as propriedades do console.
  • Modo de usuário - acesso limitado, várias janelas: Concede ao usuário acesso somente às áreas da árvore de console visíveis quando o console foi salvo. O usuário pode criar novas janelas, mas não podem fechar as existentes.
  • Modo de usuário - acesso limitado, janela única: Concede acesso ao usuário somente às áreas da árvore de console visíveis quando o console foi salvo. Impede que o usuário abra novas janelas.

Estas opções são acessíveis através do comando Arquivo ->Opções (File -> Options).

Você pode atribuir o modo de autor a um console para conceder acesso completo a todos os recursos do MMC, incluindo a capacidade de adicionar ou remover snap-ins, criar novas janelas, criar exibições de painel de tarefas e tarefas, adicionar itens à lista Favoritos e exibir todas as partes da árvore de console. Ao selecionar uma das opções do modo de usuário, os recursos de criação que provavelmente não serão necessários a um usuário serão eliminados. Por exemplo, se você atribuir a opção Modo de usuário - acesso completo a um console, todos os comandos de gerenciamento de janelas e o acesso completo à árvore de console serão fornecidos, mas o usuário estará impedido de adicionar ou remover snap-ins ou alterar as propriedades do console.

As alterações feitas nos consoles que estiverem no modo de autor e nos consoles que estiverem no modo de usuário serão salvas de maneira diferente. Se você estiver trabalhando com um console no modo de autor, será solicitado a salvar suas alterações ao fechá-lo. No entanto, se você estiver trabalhando com um console no modo de usuário e tiver desmarcado a caixa de seleção Não salvar alterações neste console, disponível quando se clica em Opções no menu Arquivo, as alterações serão automaticamente salvas quando você fechar o console.

Se uma das seguintes condições se aplicar, o modo padrão de um console será ignorado e um console será aberto no modo de autor:

  • O MMC já está aberto quando um console é aberto.
  • Um console é aberto através do comando de menu de atalho Autor.
  • Um console é aberto no prompt de comando com a opção /a.

O acesso ao modo de autor do MMC é desnecessário para usuários que não precisam criar ou alterar os consoles do MMC. Um administrador de sistema pode definir configurações de perfil de usuário para impedir que os usuários abram o MMC no modo de autor. Para isso, ele deve inibir a opção /a ou a opção do menu de atalho.

Para configurar o modo de acesso para o console administra_usuarios.msc, criado anteriormente, siga os passos indicados a seguir:

1.         Selecione o comando Arquivo -> Opções.

2.         Será aberta a janela opções. Dê um clique na guia Console.

3.         Na lista Modo de console, selecione a opção: Modo de usuário – acesso limitado, janela única (User mode – limited access, single window). Observe que as opções “Não salvar alterações neste console” e “Permitir que o usuário personalize opções” foram habilitadas, sendo que você pode marcá-las ou desmarcá-las de acordo com as necessidades de cada caso.

  • Não salvar alterações neste console: Se esta opção estiver marcada, o usuário não poderá fazer alterações no console, tais como adicionar ou remover snap-ins.
  • Permitir que o usuário personalize opções: Especifica se os usuários podem adicionar janelas cujas raízes se encontram em itens do console. Ou seja, clicar em um item do painel da esquerda e selecionar a opção Nova janela a partir daqui (New window from where...). Esta é uma opção interessante. Por exemplo, se o usuário clicar com o botão direito do mouse na opção Users e, no menu que é exibido, clicar na opção Nova janela a partir daqui, será aberto um novo console, somente com a opção para gerenciamento de usuários. Esta é uma maneira de criar consoles com opções ainda mais específicas. Se esta opção estiver desmarcada, a opção Nova janela a partir daqui não estará disponível.

4.         Marque as duas opções descritas anteriormente. Sua janela deve estar conforme indicado na Figura 7.9


Figura 7.9 Definindo opções de Modo de console.

5.         Dê um clique no botão OK.

6.         Salve o console novamente, usando o comando Arquivo -> Salvar.

7.         Feche o MMC.

Agora você ira abrir o console administra_usuarios.msc, criado anteriormente e testar as novas configurações.

Para verificar se o Windows Server 2003 criou um atalho para o console administra_usuarios.msc, na área de trabalho faça o seguinte.

1.         Minimize quaisquer janelas que você tiver abertas.

2.         Localize, na Área de trabalho, um atalho para administra_usuarios.msc.

3.         Dê um clique duplo no atalho para abri-lo.

4.         Clique no menu Arquivo. Observe que uma série de opções foram retiradas, isto acontece porque este console foi configurado o console para funcionar no modo: “Modo de usuário - acesso limitado, janela única”, o qual concede acesso aos usuários somente às áreas da árvore de console visíveis quando o console foi salvo, impede que os usuários abram novas janelas e também impede que sejam adicionados ou removidos snap-ins. No menu Arquivo estão disponíveis apenas dois comandos: Opções e Sair.

Existem muitas aplicações práticas para a criação de consoles personalizados. Por exemplo, caso um funcionário seja responsável apenas pelo gerenciamento de usuários e grupos, você pode criar um console personalizado somente com o snap-in necessário. Isso facilita o trabalho, uma vez que a interface fica mais simples e impede o acesso a operações que não fazem parte das atribuições do funcionário.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »

Best Sellers de Excel do Julio Battisti

Todos com Vídeo Aulas, E-books e Planilhas de Bônus!

Aprenda com Júlio Battisti:
Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos - Passo a Passo

 Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 540 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 952 | Editora: Instituto Alpha

 

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI