NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigos › ASP 3.0 › Capítulo 01 : 07
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
  « Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próximo capítulo »
SITES DINÂMICOS COM ASP 3.0 - CURSO COMPLETO
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas.

Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

MAIS DETALHES | COMPRAR ESTE LIVRO


Lição 012 - Capítulo 01 - Preparando o servidor para acompanhar os exemplos deste livro

Neste item vamos criar uma pasta chamada livro. Dentro desta pasta vamos criar uma subpasta para cada capítulo do livro: Capitulo1, Capitulo2, e assim por diante, até o Capitulo12. Depois aprenderemos a tornar esta pasta, parte integrante do servidor IIS. Não são todas as pastas de um servidor que podem ser acessadas através do IIS.

Criando a estrutura de pastas e subpastas

Utilizando o Windows Explorer, crie uma estrutura de pastas e subpastas, conforme indicado na Figura 1.12.  É importante que você não utilize acentos para o nome das subpastas.

IMPORTANTE! Estou utilizando o drive C: . Você pode utilizar qualquer um dos drives disponíveis no seu computador. 

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.12 Criando a estrutura de Pastas e subpastas.

Agora vamos fazer com que a pasta livro (e consequentemente, todas as suas subpastas), passe a fazer parte do servidor IIS www.groza.com.

Tornando a pasta livro, parte dos servidor IIS

Agora vamos aprender passo-a-passo, como tornar a pasta livro, parte do servidor IIS. Para isso utilizaremos o console “Gerenciamento do Internet Services”, do Windows 2000 Server. Para maiores informações sobre MMC, Snap-in e Consoles administrativos, consulte a Unidade IV, do livro “Série Curso Básico & Rápido, Microsoft Windows 2000 Server”, de minha autoria e publicado pela editora Axcel Books.

Tornando a pasta livro, parte do servidor IIS www.groza.com:

1.         Faça o log on como Administrador.
2.         Clique em Iniciar -> Programas -> Ferramentas administrativas -> Gerenciador do Internet Services.
3.         Será aberta a janela Internet Information Services, conforme indicado pela Figura 1.13:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.13 O Gerenciador do Internet Services.

4.         Dê um clique duplo no nome do computador para abri-lo. No exemplo da Figura 1.13, o nome do computador é servidor. Feito isso são exibidas três opções, conforme indicado pela Figura 1.14:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.14 Opções de gerenciamento para o IIS 5.0.

5.         Dê um clique no sinal de +, ao lado da opção Site da Web padrão, para expandir esta opção. As opções que aparecem, são as pastas que já fazem parte do site.
6.         Dê um clique com o botão direito do mouse, sobre Site da Web padrão. No menu que surge, aponte para Novo. Nas opções que surgem, dê um clique na opção Pasta virtual, conforme indicado pela Figura 1.15:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.15 Criando uma nova Pasta virtual, no servidor IIS 5.0.

7.         Esta pasta virtual será associada a pasta livros, criada anteriormente.
8.         Será exibida a primeira tela do Assistente para a criação de pasta virtual. Dê um clique no botão Avançar, para ir para a segunda etapa do assistente.
9.         Nesta segunda etapa, você precisa definir um nome (Alias), para esta pasta virtual. Utilizaremos o mesmo nome da pasta: livro. Porém não é obrigatório que utilizemos o mesmo nome. Por questão de facilidade de administração e gerenciamento, sempre utilizo nomes iguais para o nome da pasta no disco rígido e o nome no IIS 5.0.
 10.      Digite livro, conforme indicado pela Figura 1.16:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.16 Digitando um nome para a pasta no IIS 5.0.

11.       Dê um clique no botão Avançar, para ir para a terceira etapa do assistente.
12.       Na terceira etapa, o assistente pergunta qual a pasta a ser associada com o nome virtual informado na etapa anterior. Nesta etapa você pode digitar o caminho completo para a pasta, ou utilizar o botão procurar, para localizar a pasta desejada. No nosso exemplo, vamos digitar C:\livro. Com isso estamos associando a pasta C:\livro, com a pasta virtual livro, do servidor IIS 5.0.
13.       Digite C:\livro, conforme indicado na Figura 1.17, e dê um clique no botão Avançar, para ir para a quarta etapa do assistente.

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.17 Informando o caminho da pasta C:\livro.

14.       Na quarta etapa do assistente, podemos configurar as permissões de acesso à pasta livro. Certifique-se de que as opções: “Leitura” e “Executar Scripts (ASP por exemplo)”, estejam marcadas, conforme indicado pela Figura 1.18. Se a opção “Executar Scripts (ASP por exemplo)”, não estiver marcada, o código ASP será ignoradas pelo IIS.

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.18 Configurando as opções de segurança.

15.       Dê um clique em Avançar. Surge a tela final do assistente.
16.       Dê um clique no botão Concluir, para finalizar o assistente.
17.       Você estará de volta ao Gerenciador do Internet Services.
18.       Observe que um novo diretório virtual chamado livro, já aparece como parte integrante do servidor IIS, conforme indicado pela Figura 1.19.

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.19 O diretório virtual livro, recém criado.

19.       Feche o Gerenciador do Internet Services.

IMPORTANTE! Uma vez criado o diretório virtual livro, o qual está associado à pasta C:\livro, como posso acessar o conteúdo que for colocado dentro da pasta C:\livro, ou em uma das suas subpastas ?

A resposta para a questão acima, é bastante simples, basta que entendamos como são formados os endereços em um servidor como o IIS. No nosso exemplo, o endereço do servidor é www.groza.com. Ao digitarmos este endereço, estamos acessando a página principal do servidor. Vamos supor que dentro do diretório livro, fosse colocada uma página chamada index.asp, como faríamos para acessar esta página, através do Navegador ? O endereço da página em questão, seria o seguinte: www.groza.com/livro/index.asp

A Figura 1.20, descreve em detalhes a formação deste endereço:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.20 A formação de endereços no servidor IIS.

Observe que primeiro vem o nome do servidor, depois o nome do diretório virtual e, finalmente, o nome da página a ser acessada.

IMPORTANTE! Como é que fica o endereço, quando eu quero acessar uma página que está dentro de uma subpasta da pasta livro?

Seguindo o mesmo raciocínio anterior, fica fácil responder a pergunta anterior. Vamos supor que você queira acessar uma página chamada cep.asp, que está na subpasta Capitulo1, a qual está na pasta livro. Como fica o endereço para acessar esta página ? A Figura 1.21, responde esta questão:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.21 A formação de endereços em subpastas do diretorio virtual, no servidor IIS.

Com isso, podemos ver que existe uma lógica bem definida para a formação dos endereços. Apenas para confirmar, vamos dar mais alguns exemplos de formação de endereços. Considere os casos abaixo indicados:

  • Qual o endereço de uma página chamada teste.htm, gravada no diretório Capitulo6 ?
    Resposta: www.groza.com/livro/Capitulo6/teste.htm

  • Qual o endereço de uma página chamada cadastro.asp, gravada no diretório Capitulo10 ?
    Resposta: www.groza.com/livro/Capitulo10/cadastro.asp

É importante que você entenda bem a maneira como o servidor IIS constrói os endereços de acesso para as páginas gravadas em seus diretórios virtuais. Observe que o diretório virtual, é simplesmente um nome que nos leva até o diretório real, gravado no disco. Podemos criar diversos diretórios virtuais, em um único servidor IIS. Em um trabalho futuro, estarei escrevendo sobre o IIS 5.0.

IMPORTANTE! Você pode criar a estrutura sugerida neste tópico, para acompanhar os exemplos deste livro. Você também pode optar pela criação de uma estrutura diferente, neste caso, lembre de utilizar a estrutura correta quando estiver acompanhando os exemplos do livro.

Alguns exemplos práticos

Agora que já sabemos como uma página ASP é processada e retornada para o usuário, também sabemos como acontece a formação de endereços no servidor IIS,  chegou o momento de começar a aprender a criar páginas ASP. Neste item, veremos, através de exemplos simples, como criar código ASP, como testar as páginas criadas. Também comprovaremos, na prática, que o que retorna do Servidor para o Navegador, é apenas código HTML.

O tradicional “Hallo Word.”

Para começar, vamos criar uma página ASP, bastante simples. Criaremos uma página ASP que retorna a frase Hallo Word para o usuário, em diferentes tamanhos, utilizando a tag  HTML para cabeçalhos, do <H1> até <H6>. O <H1> é a de maior tamanho, aí vai diminuindo até chegar ao menor tamanho que é o <H1>.

NOTA! As listagens de código deste livro, apresentam numeração de linhas. Porém, ao criar o código, não devem ser digitados os números das linhas. Os números são utilizados, apenas para facilitar a explicação dos códigos de exemplo.

Abra o Bloco de Notas (Iniciar -> Programas -> Acessórios -> Bloco de notas) e digite o texto indicado na Listagem 1.1:

Listagem 1.1 – O exemplo do Hallo Word.

1          <HTML>
2          <HEAD>
3          <TITLE>Minha primeira página ASP !!</TITLE>
4          </HEAD>
5          <BODY>
6          <%
7          Response.Write "<H1> Hallo Word </H1>"
8          Response.Write "<H2> Hallo Word </H2>"
9          Response.Write "<H3> Hallo Word </H3>"
10        Response.Write "<H4> Hallo Word </H4>"
11        Response.Write "<H5> Hallo Word </H5>"
12        Response.Write "<H6> Hallo Word </H6>"
13        %>
14        </BODY>
15        </HTML>       

IMPORTANTE= Não digite o número das linhas. A numeração apenas aparece na listagem, para servir como referência na hora de explicarmos o código ASP.

Salve este documento na subpasta Capitulo1, da pasta livro. Salve o arquivo com o nome de exemplo1.asp. Caso você esteja utilizando o Bloco de notas, é importante digitar a extensão .asp, pois caso contrário o Bloco de notas, colocará a extensão .txt.

Antes de explicarmos o código da Listagem 1.1, vamos testá-lo. Para testar o código faça o seguinte:

1.         Abra o Internet Explorer.
2.         No campo endereço digite o seguinte:  www.groza.com/livro/Capitulo1/exemplo1.asp
3.         Tecle Enter.
4.         Se não foram cometidos erros na hora da digitação da Listagem 1.1, o Internet Explorer, mostra o resultado da Página exemplo1.asp, conforme indicado na Figura 1.22:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.22 O resultado da página exemplo1.asp.

Agora vamos falar um pouco sobre o código da Listagem 1.1.

Nas linhas de 1 até 5, temos o código HTML normal para qualquer página. De interessante apenas a tag <TITLE> </TITLE>, que define o título que será exibido na Barra de Títulos do Internet Explorer, quando você acessa a página. Conforme pode ser comprovado na Figura 1.22, onde vemos a frase: “Minha primeira página ASP !! – Microsoft Internet Explorer”, na Barra de títulos.

A partir da linha 6 é que temos novidades. Observe, na linha 6, a utilização de <%. Esta combinação de sinais, indica o início de um trecho com código ASP, ou seja, código que deve ser interpretado pelo Servidor IIS.

A partir da linha 7, temos a utilização do comando Response.Write. Este comando, retorna para o Navegador, o texto que está entre aspas. No exemplo da linha 7, será retornado <H1>Hallo Word</H1>, que é justamente a tag de cabeçalho do HTML. As demais linhas repetem a operação, para as demais tag’s de cabeçalho do HTML.

Na linha 13, a combinação de sinais %>, indica o final do trecho de código ASP, iniciado na linha 6.

IMPORTANTE! Todo trecho de código ASP, inicia com um <% e deve ser finalizado com um %>. Podemos ter mais do que um trecho de código ASP, dentro de um mesmo documento. Com isso podemos ir mesclando trechos de código HTML, com trechos de Código ASP. Essa possibilidade, nos dá uma grande flexibilidade na hora de construir aplicações para a Web. Sempre que for necessário algum tipo de processamento em uma página, podemos inserir código ASP para fazer o processamento desejado, e depois retornar o resultado no formato HTML.

As linhas 14 e 15, são tag’s HTML, que aparecem no final de uma página. A tag </BODY> é o fechamento da tag <BODY>, e a tag </HTML> é o fechamento da tag <HTML>. Para maiores detalhes sobre a linguagem HTML, consulte o livro “Série Curso Básico & Rápido HTML 4”, da Editora Axcel Books.

Conforme descrito anteriormente, o código ASP é processado pelo IIS e o resultado deste processamento, no formato HTML é retornado para o Navegador do cliente. Podemos facilmente comprovar isto.

Comprovando que o que retorna é somente o código HTML.

1.         Se você não estiver com a página exemplo1.asp aberta, abra-a conforme descrito no exemplo anterior.
2.         No menu Exibir, clique na opção Código fonte.
3.         Será exibida uma janela, conforme indicado pela Figura 1.23:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.23 Código HTML, resultante do processamento da página exemplo1.asp.

4.         Observe que o código retornado para o cliente, é código HTML puro, sem nenhum sinal do código ASP. Isso impede com que o usuário possa ter acesso ao código dos aplicativos desenvolvidos em ASP. Além disso qualquer Navegador pode ser utilizado para acessar uma página ASP, uma vez que o que é, efetivamente, enviado para o cliente é código HTML.
5.         Feche a janela indicada na Figura 1.23.

Nesse exemplo, criamos a nossa primeira página ASP. Onde aprendemos alguns detalhes importantes e confirmamos outros, anteriormente apresentados. Apenas para revisar, vamos enunciar os principais tópicos abordados:

  • Uma página pode conter um ou mais trechos com código ASP.
  • Cada trecho de código ASP, inicia com <% e termina com %>.
  • Uma página ASP é identificada pela sua extensão, que deve ser .asp, caso contrário, o código ASP será ignorado pelo servidor IIS.
  • O Código ASP é processado pelo servidor IIS, e o resultado do processamento é que é retornado para o Navegador do cliente, no formato de código HTML. Você pode, facilmente, comprovar este fato, selecionando a opção Código fonte, do menu Exibir, do Internet Explorer.
  • Pelo fato do resultado do processamento de uma página ASP, ser código HTML, qualquer Navegador está habilitado para acessar páginas ASP, e não somente o Internet Explorer.

Para encerrarmos este capítulo, vamos a mais um exemplo prático. Na página exemplo1.asp, não temos nenhuma vantagem em utilizar código ASP. Poderíamos utilizar código HTML, que obteríamos o mesmo resultado, sem maiores problemas.

No próximo exemplo, já vemos ver como a utilização de ASP, pode facilitar a criação de páginas dinâmicas e aplicativos para a Web. Por enquanto não se preocupe em entender todos os comandos do ASP e do VBScript. Teremos todo este livro, para aprendê-los. O objetivo do próximo exemplo, é salientar a natureza dinâmica do ASP, na geração de páginas.

Um exemplo de página dinâmica

Vamos imaginar que você queira criar uma página, onde no início da página aparece a seguinte frase: Boqueirão do Leão, 25 de Junho de 2000. Ou seja, o nome da cidade, e data.

NOTA DO AUTOR! Estou utilizando Boqueirão do Leão como exemplo, porque é a minha terra natal. Claro que pouca gente conhece, pois é uma cidade pequena. Mas sempre que o tempo permite, volto para rever familiares e amigos.

Poderíamos criar esta página utilizando HTML, porém todos os dias, no final do dia, teríamos que editar a página para alterar a data, uma vez que a mesma não será atualizada automaticamente. Utilizando código ASP, podemos fazer com que a página acesse a data do Servidor IIS e exiba a data, sempre atualizada, na página ASP. Com isso, cada vez que a página for acessada pelo usuário, o código ASP irá determinar a data do Servidor e enviar uma página com a data atualizada. Este é um exemplo, bastante simples, de uma página dinâmica. Pois a data é dinamicamente determinada pelo código ASP.

A Página da Listagem 1.2, soluciona o problema proposto:

Abra o Bloco de Notas (Iniciar -> Programas -> Acessórios -> Bloco de notas) e digite o texto indicado na Listagem 1.2:

Listagem 1.1 – Página dinâmica – O exemplo da determinação da data.

1          <HTML>
2          <HEAD>
3          <TITLE>Minha segunda página ASP !!</TITLE>
4          </HEAD>
5          <BODY>

6          <%
7          data_atual=Date()
8          mes_atual=Month(data_atual)

9          Select Case mes_atual
10          Case 1
11            mes_desc="Janeiro"
12          Case 2
13            mes_desc="Fevereiro"
14          Case 3
15            mes_desc="Março"
16          Case 4
17            mes_desc="Abril"
18          Case 5
19            mes_desc="Maio"
20          Case 6
21            mes_desc="Junho"
22          Case 7
23            mes_desc="Julho"
24          Case 8
25            mes_desc="Agosto"
26          Case 9
27            mes_desc="Setembro"
28          Case 10
29            mes_desc="Outubro"
30          Case 11
31            mes_desc="Novembro"
32          Case 12
33            mes_desc="Dezembro"
34        End Select

35        Response.Write "Boqueirão do Leão, " & Day(data_atual) & " de " & mes_desc & "de " & Year(data_atual)

36        %> 

37        <p> Aqui o restante da página...</p>

38        </BODY>
39        </HTML>

IMPORTANTE! Não digite o número das linhas. A numeração apenas aparece na listagem, para servir como referência na hora de explicarmos o código ASP. Esta orientação é válida para todas as listagens que aparecerem neste livro.

Salve este documento na subpasta Capitulo1, da pasta livro. Salve o arquivo com o nome de exemplo2.asp. Caso você esteja utilizando o Bloco de notas, é importante digitar a extensão .asp, pois caso contrário o Bloco de notas, colocará a extensão .txt.

Antes de explicarmos o código da Listagem 1.2, vamos testá-lo. Para testar o código faça o seguinte:

1.         Abra o Internet Explorer.
2.         No campo endereço digite o seguinte:  www.groza.com/livro/Capitulo1/exemplo2.asp
3.         Tecle Enter.
4.         Se não foram cometidos erros na hora da digitação da Listagem 1.2, o Internet Explorer, mostra o resultado da Página exemplo2.asp, conforme indicado na Figura 1.24:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.24 O resultado da página exemplo2.asp.

Agora vamos falar um pouco sobre o código da Listagem 1.2.

Da linha 1, até a linha 5, temos código HTML.

A partir da linha 6 é que temos o código ASP, conforme indicado pelo sinal <%. Na linha 7, utilizamos a função Date(), para atribuir a data do sistema à variável data_atual. Na linha 8, utilizamos a função Month para extrair apenas o mês da data atual, e atribuir este valor a variável mes_atual. A função Month, retorna um número inteiro entre 1 e 12, o qual indica o mês do ano; 1=Janeiro, 2=Fevereiro, 3=Março e assim por diante. Por isso, das linhas 9 até 34, utilizamos o laço de controle  Select Case ... End Select para definir a variável mes_desc, com base no valor retornado pela variável mes_atual. Veremos o laço de controle  Select Case ... End Select, em detalhes, no Capítulo 2.

Finalmente, na linha 35, utilizo o comando Response.Write, para retornar a data no formato desejado. Observe que com o comando Response.Write, posso retornar diversos valores, quer sejam valores fixos de texto, colocados entre aspas (como no exemplo “Boqueirão do Leão,”), quer sejam valores obtidos de variáveis, como no caso mes_desc. Para juntar as várias partes que devem ser retornadas, utilizamos o operador &.

Da linha 37, até a linha 39, temos código HTML.

Conforme descrito anteriormente, o código ASP é processado pelo IIS e o resultado deste processamento, no formato HTML é retornado para o Navegador do cliente. Podemos facilmente comprovar isto.
Comprovando, mais uma vez,  que o que retorna é somente o código HTML.

1.         Se você não estiver com a página exemplo2.asp aberta, abra-a conforme descrito no exemplo anterior.
2.         No menu Exibir, clique na opção Código fonte.
3.         Será exibida uma janela, conforme indicado pela Figura 1.25:

Curso Completo de ASP 3.0 - Júlio Battisti
Figura 1.25 Código HTML, resultante do processamento da página exemplo2.asp.

4.         Observe que o código retornado para o cliente, é código HTML puro, sem nenhum sinal do código ASP. Observe que não vemos as funções utilizadas, nem mesmo o laço de controle Select Case. A única coisa que retorna é o resultado do comando Response.Write. Isso impede com que o usuário possa ter acesso ao código dos aplicativos desenvolvidos em ASP. Além disso qualquer Navegador pode ser utilizado para acessar uma página ASP, uma vez que o que é, efetivamente, enviado para o cliente é código HTML.
5.         Feche a janela indicada na Figura 1.25.

Veja que neste exemplo, temos uma página em que o conteúdo é gerado dinamicamente, a partir da hora do servidor. Você pode testar este comportamento dinâmico da página, facilmente. Altere a data do Servidor. Carregue novamente a página exemplo2.asp. Observe que a mesma já exibe a nova data. Altere novamente a data do servidor e pressione F5 para atualizar a página exemplo2.asp. Isso é geração dinâmica de conteúdo, embora até o momento seja um conteúdo bastante simples. Nos próximos capítulos avançaremos um pouco mais.

Agora que já entendemos os diversos aspectos envolvidos com a criação de páginas ASP, estamos aptos a aprender um pouco mais sobre a linguagem VBScript, que estaremos utilizando neste livro. Isso será assunto para os Capítulos 2 e 3.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas.

Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

MAIS DETALHES | COMPRAR ESTE LIVRO


  « Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próximo capítulo »
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2019 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI