[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

Você está em: PrincipalTutoriaisArlindojunior : Geografia017
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

FILTRO DE TUTORIAIS:




GEOGRAFIA

 

PAÍSES RECENTEMENTE INDUSTRIALIZADOS

 

Resumo: esse tutorial mostrará os países que começaram a se industrializar há pouco tempo, e que até hoje são países em desenvolvimento. Alguns apresentam muitas dificuldades, e podem levar muitas décadas para se industrializarem completamente.

 

Os países que se industrializaram recentemente são formados por um grupo bem diversificado. Os países que entregam esse grupo são: Brasil, Argentina, México, Coréia do Sul, Cingapura, Hong Kong, África do Sul e Índia, esses são os maiores. É natural, portanto a diferencia cultural, o processo de industrialização, nível econômico, tecnológico e realidade social.

 

Esse países, porém, poderiam ser divididos em dois grupos. Um que implantou um modelo econômico voltado inicialmente para o mercado interno. E o segundo grupo para o mercado exterior, transformando-se em grandes exportadores.

 

BRASIL, MÉXICO E ARGENTINA

 

Brasil, México e Argentina iniciaram seus processos de industrialização após a primeira guerra mundial, esse processo se intensificou na década de 30, depois da crise de 29. Começaram a implantar industrias voltada para o mercado interno, produzindo bens de consumo não-duráveis, os quais eram antes exportados da Europa. Assim, no começo, a industrialização visava substituir as exportações.

 

A aristocracia agrária era os donos das primeiras fábricas, pois eles tinham acumulado capitais com as exportações de produtos agropecuários e minerais, e passaram a investir na industria, no comercio e no sistema financeiro. Na Argentina os estrangeiros ganharam muito dinheiro exportando carne e trigo, no Brasil surgiram os barões de café. Os latifundiários se tornaram a burguesia.

 

O estado também foi outro agente importado para o inicio da industrialização, investindo de base e em infra-estrutura: ferrovias, rodovias, portos, etc. Depois da Segunda Guerra Mundial, esse modelo ficou pouco frágil, devido a ausência de capitais, pela inexistência de ramos industriais importante e pela limitação tecnológica. Foi nesse período que os capitais estrangeiros começaram a invadir esses países. As diversas transnacionais viabilizaram a expansão de novos setores industriais, como; industrias automobilista, eletrônicas, químico-farmacêutico, etc. Nos setores tradicionais entraram industrias alimentícias e têxteis, que se juntaram as nacionais, ou em alguns casos incorporando-as.

 

A industrias tornou-se um setor importante na economia desses países, colaborando com 37% do PNB no Brasil; do PNB no México; 28% do PNB na Argentina.

 

Anos de Crise e Dívidas

 

O Brasil, Argentina, e México cresceram bastante e rapidamente nas décadas de 50 e 60. Porém, o crescimento desses países estava apoiado pela poupança estrangeira. Era uma conjuntura de abundancia de dinheiro no mercado financeiro mundial; portanto as taxas de juros eram baixas. Esses países se endividaram nas décadas de 70 e 80; são os maiores devedores em valores absolutos do mundo subdesenvolvido.

 

Esses três países, entre outro, caíram numa armadilha. Grande parte de suas dividas foram fixadas nesse patamar. O dinheiro foi emprestado podendo os juros oscilarem em função do mercado. E foi isso o que aconteceu, depois de uma elevação provocada pelo choque do petróleo, veio outra elevação das taxas de juros.

 

Além de não sobrarem recursos para os países subdesenvolvidos, houve uma elevação artificial de suas dividas, que estavam presas as taxas de juros praticadas pelos Estados Unidos.

 

A parti desse momento, aprofundou-se nesses países, a política de exportação. Foi feito um grande esforço para aumentar suas exportações, levando o preço de seus produtos para baixo.

 

Paralelamente, os governos mantinham uma política de forte contenção de importações, por isso os parques produtivos nacionais ficaram desatualizados, devido a impossibilidade de comprar máquina e recursos necessários a sua modernização. Para se conseguir saldos na balança comercial que possibilitasse o pagamento dos juros da divida, fizeram: um aperto salarial, desvalorização cambial para tornar os produtos mais competitivos no exterior, altas tarifas de importação, reserva de mercado para determinado setores, etc. A combinação de preços dos produtos em baixa, e taxas de juros em alta, resultou em muitos entrando numa profunda crise econômica.

 

O que agravou tudo isso, foi que a maior parte da divida foi encontrada por regimes ditatoriais e corruptos, que investiram o dinheiro em projetos sociais duvidosas. A década de 90 foi marcada por tentativa de estabilização econômica, e a implantação do receituário neoliberal.

 

Com a implantação do real, o Brasil foi o ultimo dos países latino-americanos a lançar um de estabilização econômica bem sucedido. Com esse novo plano a inflação voltou para patamares vigentes da década de 70.

 

Fernando Henrique Cardoso, eleito em 1994, idealizou o Plano Real quando ocupou o cargo de ministro da economia do governo Itamar Franco, e aprofundou as reformas, visando garantir a estabilidade econômica e a inserção brasileira no processo de globalização dos capitais. Fernando Henrique Cardoso conseguiu reduzir drasticamente a inflação; porém durante o seu primeiro mandato não se empenhou em aprontar reformas (tributarias, administrativa, previdenciária, etc.) que sustentariam a estabilidade econômica. Em janeiro de 1999, o Banco Central teve que desvalorizar o real para estancos para a fuga de capitais, o que provocou uma crise econômica.

 

África do Sul e índia

 

A África do Sul e a Índia foram colônias britânicas, e só começaram seus processos de industrialização após a Segunda Guerra Mundial, quando conseguiram a independência política.

 

A Índia se libertou do domínio britânico em 1947, depois de uma longa campanha sob a liderança de Mahatma Ghandi. Essa campanha foi baseada na “desolação civil” (quando um grupo ou nações passavam a desobedecer uma lei, que julgam ser injusta ou socialmente ultrapassada, com o objetivo de induzir o legislador a muda-la). Depois da independência o Partido do Congresso assumiu o poder, tendo como primeiro-ministro um importante líder indiano, Jawarhald Nehru. Seu governo se estendeu até 1996, gerando conflitos com a minoria mulçumana do país.

 

Com o rompimento da dependência do Reino Unido, surgiu em 1961 a republica Sul-Africana. O partido Nacional tomou o poder, e ele era controlado minoria branca descendente de holandeses e alemães que migraram para o país desde o século XVII. A parti da independência, foi implantado um regime de segregação social conhecido como apartheid.

 

A Índia teve, sob o governo nacionalista, uma forte participação do Estado no inicio de seu processo de industrialização. Investiu-se principalmente em setores de base, na industria bélica e em obras de infra-estrutura. Hoje a Índia tem conseguido atrair investimentos estrangeiros, devido a uma política de abertura ao capital estrangeiro, e a privatização. A Índia, apesar de ter um parque industrial bem diversificado, é um país essencialmente rural e agrícola.

 

A África de Sul teve desde o inicio a participação de capitais estrangeiro em sua economia, predominantemente britânicos e norte-americanos.

 

Nesses dois países, os capitais nacionais se originaram através de exportações de produtos agrícolas e fósseis, o que ajudou a acumular capitais que foram direcionados para a industrias. Assim, o que atraiu capitais estrangeiros para esses países foi uma grande disponibilidade de matéria-prima, mão-de-obra barata e um mercado interno razoável.

 

Na África do Sul, apesar do fim do apartheid, os principais consumidores são os brancos (cerca de 14% da população), que possuem um padrão de vida do país desenvolvido. Mesmo com a entrada de Nelson Mandela no poder, o primeiro presidente negro do país, a desigualdade socioeconômica continua. E este é o grande desafio não só da África do Sul, mas de todos os países subdesenvolvidos.

 

EXERCÍCIO

 

Responda

 

1) Quais são alguns dos países que formam o NICs ?

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

2) Que modelos econômicos implantaram os países latino-americanos?

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

3) Em que cilada caíram os países latino-americanos?

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

4) Em que período a África do Sul e Índia começaram seu processo de industrialização? E o que ajudou esse processo?

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Gabarito.

 

1) O grupo dos países recentemente (NICs) industrializado é formado pelo Brasil, México,  Argentina, Índia, África do Sul, Coréia do Sul, Cingapura, Taiwan e Hong Kong.

 

2) Implantaram uma industrialização substutiva de importações de importações. Começaram a implantar indústrias voltadas para abstrair o mercado interno, produzindo bens de consumo que eram implantados da Europa. Assim, eles queriam substituir as exportações.

 

3) Esses países começaram a tomar emprestado grande quantidade de dinheiro num período em que juros internacionais estavam num baixo patamar, mas a divida não foi fixada nesse patamar. O dinheiro foi emprestado podendo os juros oscilarem em função do mercado. E foi isso que aconteceu após uma elevação provocada pelo choque do petróleo, causando uma elevação das taxas de juros. Isso fez com que o Brasil, México e Argentina se tornassem grandes devedores.

 

4) O processo de industrialização se iniciou após a Segunda Guerra Mundial, após terem se tornado independente dos britânicos. O que ajudou esse processo foi o fato de esses países serem ricos em matéria-prima, e terem mão-de-obra abundante e muito barata. Com a entrada de capitais estrangeiros e a acumulação de capitais com as exportações de recursos naturais, esses países foram gradativamente se empenhando para o desenvolvimento da industria.

 

Best Sellers de Excel do Julio Battisti

Todos com Vídeo Aulas, E-books e Planilhas de Bônus!

Aprenda com Júlio Battisti:
Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos - Passo a Passo

 Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 540 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 952 | Editora: Instituto Alpha

 

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[LIVRO]: Aprenda com Júlio Battisti: Macros e Programação VBA no Excel 2010 Através de Exemplos Práticos e Úteis - Passo a Passo

Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[A BÍBLIA DO EXCEL]: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 - Curso Completo - Do Básico ao Avançado, Incluindo Macros e Programação VBA - Através de Exemplos Práticos Passo a Passo

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI